Carro movido a hidrogênio se transforma em mico nos EUA

Falta de rede de abastecimento coloca donos de modelos que usam hidrogênio para gerar eletricidade em um verdadeiro pesadelo

CARRO MOVIDO A HIDROGÊNIO SE TRANSFORMA EM MICO NOS ESTADOS UNIDOS
Célula a combustível, a Fuel Cell, é uma das alternativas energéticas para o combustível fóssil (Fotomontagem: Amanda Borges | AutoPapo)
Por Boris Feldman
Publicado em 14/06/2024 às 07h02

Há uma corrida geral em busca de alternativas energéticas para o combustível fóssil. Nessa disputa, uma das soluções mais interessantes e eficientes é a da célula a combustível, a Fuel Cell. Em outras palavras, são os carros movidos a hidrogênio.

VEJA TAMBÉM:

Quando esse sistema é abastecido com hidrogênio, fornece energia elétrica para movimentar o automóvel. Entre as fábricas que desenvolveram veículos com Fuel Cell, a que se destacou foi a Toyota com seu Mirai, que teve mais de 10 mil unidades comercializadas desde 2015.

Contudo, os usuários de carros movidos a hidrogênio estão profundamente arrependidos, principalmente na Califórnia, pois a rede de postos com hidrogênio está se esfacelando. A Shell, por exemplo, começou a montar uma rede, mas já desistiu e acabou com ela.

O mesmo problema também está acontecendo para quem comprou o Honda Clarity ou o Hyundai Nexo. Esse tipo de carro se transformou num verdadeiro pesadelo na vida dos proprietários.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify YouTube PodCasts YouTube PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos Alberto Ranieri 17 de junho de 2024

é uma tecnologia (por ora) muito complexa

Avatar
Felipe Bernardes 15 de junho de 2024

Nossa que estranho né? O “livre mercado” não devia resolver todas as necessidades da vida humana? Porque está falhando em criar alternativas para a transição energética? Hidrogênio falhando, elétricos tropicando… Será que teria alguma coisa a ver com monopólio mundial de petróleo? Desinteresse governamental mundial em fomentar uma matriz energética que vá contra os interesses dos tradicionais financiadores de campanhas políticas e de estudos desmentindo o aquecimento global??? Acho que não né. É só paranoia minha e teoria de conspiração.

Avatar
Georges 15 de junho de 2024

O sistema que irá vingar depende de quem montar uma rede de abastecimento robusta. Enquanto isso melhor continuar nos tradicionais. E, por aqui, engolir os impostos que os oportunistas do governo jogarão nas nossas costas. Vai um imposto do pecado esperto aí?

Avatar
Deixe um comentário