Carro movido a água não é a invenção do século

A criação de um carro movido a água não seria a invenção do século? E por que cargas d'água ele não está por aí, rodando em nossas ruas?

carro agua
Por Boris Feldman
05 de novembro de 2018 06:15

Ter um carro movido a água é o sonho de muitos. Ainda mais com o preço da gasolina e do etanol lá nas alturas. Mas, é bom ir colocando as barbas de molho.

[TRANSCRIÇÃO]

Dois leitores do AutoPapo contestaram a minha crítica em relação ao motor que funciona com água, ao invés de gasolina, álcool ou diesel. Um disse que viu pessoalmente, e outro pela televisão, que o carro tem um reservatório de água de onde se tira, por um processo elétrico, o hidrogênio que faz o motor funcionar no lugar de gasolina ou álcool. E um deles pergunta: Essa não seria a invenção do século?

Não, não seria pelo seguinte: dá sim para tirar o hidrogênio que é o H2 da água, que é H2O. O hidrogênio, sem dúvida nenhuma, é um combustível, e faz sim o motor funcionar. Mas, com um problema insolúvel: a energia elétrica que a bateria tem que fornecer para se tirar o hidrogênio da água é maior do que a energia que o sistema fornece para o motor. Então a conta não fecha. E o carro pode rodar um ou dois dias, mas a bateria acaba pifando.

carro movido a água
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
54 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Bugatti 12 de outubro de 2021

Na verdade, o carro só depende da bateria para ser ligado. Vc pode retirar a bateria depois que o carro pegar e ele não pára. O valor é irrisório perto do preço da gasolina ou do álcool. Se não funcionar, volte a usar com gasolina ou álcool. Vamos quebrar essa máfia de petróleo no mu do gente.

Avatar
Zoeira sadia 26 de setembro de 2021

Se eu fosse colocar no meu carro usaria água com gás, já que hj meu carro funciona com água com gasolina…kkkkk
Desculpem, não xinguem só para descontrair..
Kkkkkkkkk

Avatar
Carlos 25 de setembro de 2021

Para se opinar sobre o assunto sugiro ler este artigo:https://www.todoestudo.com.br/fisica/transformacao-de-energia
Não esquecer que na tranformação de uma forma para outra (mecanica para eletrica por ex.: e vice-versa) sempre haverá perdas.

Avatar
Luizão 10 de setembro de 2021

Isso aqui é melhor que programa humorístico! kkkkkkkk…

Avatar
NÃO IMPORTA 29 de agosto de 2021

Materiazinha safada, explicações simples porém bem manipuladora para não fala a verdade sobre a ganância dos grandes para com o pouco dinhero do pobre, seria muito melhor para o planeta e não exite apenas esse modo explicativo, existem diversou outros modos de fazer um carro movido a água sem ter grandes prejuízos, seria o ideal para o bolso do trabalhador e para a saude do planeta, somente jesus Cristo pode salva o cidadão de bem da ganância dos homens maus

Avatar
Raizon Fernandes 21 de agosto de 2021

Olá autopapo tudo bem ? Aproveite Como usar Água como Combustível Sem danificar o motor e ter uma economia imediata! Acesse o Link e aproveite:bit.ly/ÁguacomoCombustíveleconomiaimediata

Avatar
Liovando 27 de julho de 2021

Não é inviável e o motivo de não ser liberado no Brasil é pela ganância do petróleo. Pesquisem sobre a eletrólise da água vcs vão encontrar vários experimentos simples para separar o hidrogênio e usar como combustível

Avatar
Diogo Flavio Aiquoc Falcão 16 de maio de 2021

2021 temos painéis fotovoltaicos, e grande tecnologia de autonomia energética criada pela Tesla, e o tanque de água não precisa ser tão grande quanto de gasolina. basta fazer algumas pesquisas que qualquer um pode tirar suas próprias conclusões; no meu ponto de vista não à motivos para impedir a modificação de carros para serem movidos a combustão de hidrogênio, dês de que cumpram com as normas de segurança pra rodar!

Avatar
Vítor Marum 18 de julho de 2021

De onde é que você tira a energia elétrica para fazer a eletrólise? Considerando um carro de 1L, mais ou menos 50 CV= 37 kW de potência, como é sabido a eficiência dum motor a combustão é de apenas cerca de 25%= 1/4 da energia gerada na combustão, que neste caso seria 148 kW de potência. 75% desta energia perde-se em forma de calor, atrito etc. Apenas 25% é transformada em energia mecânica. Para gerar os 148 kW na combustão, como o gerador de hidrogénio por sua vez tem uma eficiência de 50%, seria necessário fornecer-lhe uma potência de 296 kW. Como vê para obtermos 37kW de potência mecânica, teríamos que dispor de uma potência elétrica de 296 kW, oito vezes mais. Aonde é que vamos buscar essa potência? O alternador demanda cerca de 25 amperes, com uma tensão de 14 volts. A bateria demanda os mesmos 25 amperes, apenas durante 1,5 horas. Resumindo, precisamos de uma corrente com
25 000 A. Como uma bateria debita 25 A, significa que são necessárias 1000 baterias. Só assim é que teríamos a potência de 296 kW aplicada ao gerador de hidrogénio. E tudo isto para funcionar apenas hora e meia.
Como se vê não é de todo impossível, mas é completamente impraticável. Por conseguinte é inviável técnica e economicamente.

Avatar
NÃO IMPORTA 29 de agosto de 2021

Porem não existe so um jeito de fazer as coisas isso poderia ser mudado na base,não ver pessoas que ja fizeram motores a água foram mortas de forma “indireta” a maldade do homem que não tras a solução pois so pensa em si so, porém jesus esta voltando e somente ele pode salva o mundo desse caos

Avatar
Anonimo 28 de setembro de 2021

Teria que mudar apenas algumas leis da Física/Química…Muito simples……

Avatar
Alvaro Mello 13 de outubro de 2021

Dizem que esta deacoberta é antiga, porém muito vantajosa. Agora, será que o governo brasileiro vai liberar?

Avatar
paulo 13 de março de 2021

como descrito no tópico, em um ou dois dias a bateria acabaria pifando, não seria o caso de acrescentar + duas ou tres barerias e dois alternadores só para alimentar o sistema de extração do hidrogenio?

Avatar
Bartolomeu 27 de fevereiro de 2021

Se a energia da bateria acaba.nao seria posivel colocar mais um ou mais alternador para gerar mais energia.e tira o rele de sobrecarga do alternador ja q abateria ñ vai sobrecarregar por q vai esta sendo consumida mais energia.

Avatar
Vítor Marum 4 de julho de 2021

Está pensando que os alternadores fazem o trabalho de graça? Que tiram energia do nada? Os alternadores só serviriam para absorver a potência do motor.

Avatar
Bartolomeu 7 de julho de 2021

Não sei bem a função do alternador so sei q serve para recarregar abateria.so sei q somos escravos do petróleo

Avatar
Kelvin 18 de novembro de 2020

Não da nem para perder o tempo com um cara que fala que a bateria alimenta o sistema elétrico do carro, pois todo mundo sabe jornalista bem informado, que a conta não fecha não é por causa da bateria já que o que alimenta o carro é o alternador e não a bateria, a bateria é um simples instrumento para fazer com que o carro ligue, ou seja a sua explicação que uma bateria não duraria 2 ou 3 dias não faz sentido, já que ela não vai ser utilizada no processo, mas enfim vamos lá a conta que ele fala no vídeo é simples um carro a água não vai entrar em posto de gasolina, logo o comercio do petróleo terá uma queda, resultando assim uma menor arrecadação de impostos principalmente para o Brasil e não é isso que os grandes empresário dessa área querem já eles que fazem o mundo rodar, pois todo meio de transporte utiliza combustível a base de petróleo, não precisa pensar muito ou ser expert no assunto.

Avatar
Wendel Silv 23 de dezembro de 2020

Boa,gostei do seu comentário.

Avatar
Pica 19 de fevereiro de 2021

Então para que hidrogênio é so colocar um motor elétrico e ligar direto bo alternador e pronto temos energia infinita nem sei pq carro eletrico usa bateria era so ligar eles direto no alternador que resouvia esse problema

Avatar
Cassia Borges 21 de fevereiro de 2021

A bateria faz parte, sim, no processo. O projeto é INVIÁVEL pois a eletrólise demanda muita, muita energia. Mais do que o alternador pode entregar. Se o alternador não pode entregar a energia necessária para que este processo ocorra, como ele poderia, ao mesmo tempo, carregar a bateria? Por isso, ela não “duraria 2-3 dias”, pois ficará descarregada. O texto foi realmente mal escrito. O correto seria o seguinte: “A energia elétrica que o sistema tem que fornecer para se tirar o hidrogênio da água é maior do que a disponível. Não sobraria nada para carregar a bateria e não é o suficiente nem mesmo para que o veículo se movimente.”

De fato, há uma máfia por trás do uso de motores à explosão e elas prejudicaram o programa PRÓ-ALCOOL do Governo Brasileiro na década de 80 e várias outras iniciativas “verdes”. Mas, infelizmente, o motor “movido à água” é inviável. Me melhor conectar o motor direto à bateria do que a um eletrolisador. É tipo o cara que quis economizar energia elétrica no banho com um aquecedor… à gasolina!

Avatar
Hal 21 de fevereiro de 2021

Você não tá é querendo entender….a bateria ou qualquer outro sistema de energia a ser usado tem que funcionar 100% do tempo para retirar o hidrogênio da água.
Mas se você quer continuar com a sua conspiração imaginária, seja feliz.

Avatar
Tercílio Junior 18 de abril de 2021

O que acontece com a agua queimada como combustivel?!ela nao vai deixar de existir, pq se queima o hidrogenio sera apenas 2o e nao h2o

Avatar
Ricardo Guedes 11 de maio de 2021

Água queimada? É brincadeira né? Kkkkk

Avatar
Alexandro Lindomar Max 6 de junho de 2021

Como usa hidrogênio e oxigênio na queima sai ar e água

Avatar
Bugatti 12 de outubro de 2021

Desculpe Tarcilio, porém, vc parece ter sido aluno da Dilma Roussef:
*AGUA QUEIMADA*

Avatar
CATITO 20 de maio de 2020

O carro movido a água já é uma realidade na Alemanha, só que ele está em fase de análise porque ele foi fabricado como híbrido de água com eletricidade e quando está no modo “água” atinge apenas velocidade abaixo de 40 Km/h.
Por este motivo que o carro a água nunca foi produzido, agora com a possibilidade de um híbrido talvez ele venha a ser viável.

Avatar
Humberto Rios Callado 5 de setembro de 2020

manda ai o nome do fabricante pow!

Avatar
Wendel Silva 23 de dezembro de 2020

Ver só ,o hidrogênio é usado em foguetes, pós sua octanagem é maior qua a da gasolina e outros combustíveis,e porque neste lá da Alemanha ele só faz 40km/h ,estranho não….

Avatar
Francisco Luis de Sousa e Silva 25 de fevereiro de 2021

Estão confundindo com carros movidos a célula de hidrogênio. Nada a ver com a baboseira anti-fisica de carro movido a água.

Avatar
Ronaldo 13 de dezembro de 2019

Desculpa amigo jornalista, essa sua resposta foi a pior possível. A sua conta não tem lógica! Nem vou perder tempo de escrever, pois basta olhar os comentários dos leitores abaixo. O mundo é uma farsa! Uma mentira! Tudo que vc for pesquisar a fundo, vai ver que e um jogo de interesse o qual ocultam a verdade em tudo. O que importa é dinheiro e poder. O povo é visto apenas como gado de corte. Chupinhado das mais diversas maneiras. Mas o pior é ver jornalistas surfando a mentira do sistema. Ainda bem que temos a internet o qual nos auxilia na ampliação das nossas conciencias e não mais se conformando com uma justificativa cretina como foi dada pelo jornalista.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Dale, Ronaldo…..
Viva a liberdade de expressão kkkkkk

Avatar
Hal 21 de fevereiro de 2021

Isso ai, viva a ignorância.

Avatar
Cristian Gabriel 26 de fevereiro de 2021

Você parece ser aqueles caras que caí fácil em fake news conspiracionista kkkkkk

Avatar
João 12 de dezembro de 2019

Vem cá, no caso de um carro elétrico ele tb precisa recarregar a energia com eletricidade de fora do seu sistema, o carro a água é um híbrido que é muito mais econômico e talvez precise recarregar a bateria de vez em quando, certo?
Sendo que a poluição que ele solta é água e oxigênio ao contrário dos híbridos que usam etanol ou combustíveis fósseis.

Avatar
igor 1 de setembro de 2021

o carro não libera o oxigênio querido, pois o oxigênio é usado na combustão…

Avatar
E 1 de maio de 2019

Você pega 20kg de boro coloca em um cilindro com 50 litros de água , o boro quebra as partículas da água que libera o hidrogênio, o cilindro é ligado ao motor através de um rodagas de empilhadeira, o boro vira óxido de boro que é reciclável, aí você em uma autonomia de uns 700km.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Boa ,boa.
Onde tem boro?

Avatar
Marco Aurélio Lopes Moralles 18 de fevereiro de 2021

Turquia tem 64% do Boro do mundo.

Avatar
Vítor Marum 4 de julho de 2021

Prepare a carteira porque o boro não é mais barato do que a gasolina.

Avatar
Julio 26 de fevereiro de 2021

Ao separar o hidrogênio da água vc quebra a molécula q nunca mais pode ser juntada para fazer água novamente ou seja simplesmente acabando com a água do planeta, diferente de outros combustíveis que fazem evaporação esse faz a explosão da particula, o mundo ta perdido..

Avatar
E 26 de fevereiro de 2021

Faço a você apenas uma pergunta, qual o resultado da combustão do hidrogênio com oxigênio? Amigo você é mau informado não deveria postar nada aqui.

Avatar
Vinicius 26 de abril de 2019

E se o carro tiver uma bateria exclusiva para este sistema ?

Avatar
Vinicius Gomes 23 de fevereiro de 2021

Pois é. Seria viável, creio eu, colocar uma bateria de lítio exclusiva para o sistema de eletrólise, a qual seria recarregável. Ou seja, após abastecer o tanque com água e rodar de dois a três dias, bastaria recarregar a bateria (que seria bem menor que a bateria de um carro elétrico) e pronto.

Avatar
Cristian Gabriel 26 de fevereiro de 2021

Sim amigo mas as pessoas acham que a água daria tanta energia quanto a gasolina, o que não é verdade. Um carro funcionando a base de eletrólise de água não conseguiria ir a mais de uns 40km/h

Avatar
Carlos Alberto 23 de abril de 2019

Bom dia ! Caso fosse verdade,os que sobrevivem da ganância petrolífera já teriam comprado o projeto ou dadosubmisso no inventor.

Avatar
Wendel Silva do Nascimento 23 de dezembro de 2020

Sobre (dadosubmisso), da uma pesquisada que encontrarás vários assuntos relevantes …….

Avatar
Fabio 17 de abril de 2019

Que texto mais debilóide. Quando você pensa que o autor vai destrinchar o assunto, o texto acaba.

Avatar
Vinicius Gomes 23 de fevereiro de 2021

Nesse site é sempre assim… Precisa só ver a “matéria” deles sobre o futuro da Troller. Perda de tempo.

Avatar
Denis 24 de dezembro de 2018

Bom ir colocando as barbas de molho o caramba…já existe essa tecnologia e a razão porque não está nas ruas é muito clara: Petrobrás e governo juntos tentando ferrar o cidadão médio.

Avatar
CARLOS ALBERTO DO NASCIMENTO JUNIOR 5 de abril de 2019

se problema é bateria, é só modificar o sistema de bateria(mas a industria maldita do petróleo não quer isso é claro né)

Avatar
Válber Salles 21 de abril de 2019

Amiguinho …o problema é a energia necessária e não o tamanho da bateria…o ciclo é inviável pois consome mais energia do que fornece.

Avatar
Carlos 26 de maio de 2019

Eu acho q n querem usar por que imagina so de uns 4 milhoes de pessoas usando isso a agua do planeta acabaria mesmo consumindo pouca agua e alem disso iria falir varias empressas e destruir a terra

Avatar
Diogo Flavio Aiquoc Falcão 16 de maio de 2021

a galera falando de acabar á água, e eu aqui mi perguntando, o planeta é metade dele composto de água, e o combustível derivado de petróleo até hoje não acabou, como cargas d’água a água acabaria?!?!?! bom só acho uma coisa, substituir o sistema de armazenamento de água por um sistema de geração e armazenamento energia e acrescentar aluns painéis fotovoltaicos, poderia não ser uma má ideia!!!

Avatar
Daniel 19 de outubro de 2021

Estamos vendo uma briga grandiosa entre a ganância e a verdade

Avatar
Deixe um comentário