Alteração de suspensão vetada pela Câmara: ainda bem!

Indo contra a Lei de Trânsito, PL que permitia alterar componentes estruturais do automóvel é vetada na Câmara dos Deputados

Por Boris Feldman 07/05/21 às 21h30
Lei de trânsito que permitiria mudanças nos componentes estruturais do veículo é vetada.
Lei de trânsito que permitiria mudanças nos componentes estruturais do veículo é vetada. (Foto: Shutterstock)

Ainda bem que não foi aprovado pela comissão de viação e transportes da Câmara dos Deputados, um Projeto de Lei de trânsito que permitiria a alteração de componentes estruturais do automóvel, como: suspensão, rodas e pneus.

Tão estapafúrdio quanto o próprio projeto, foi a explicação do deputado que o apresentou. Ele disse que essas modificações são “extremamente populares”. Imagina se qualquer dono de automóvel pode substituir componentes vitais para a segurança veicular por outros que fogem ao projeto original, vendidos por aí sem nenhum controle de qualidade.

VEJA TAMBÉM:

Se essas modificações são como ele diz, “extremamente populares”, é pela falta de uma fiscalização para proibir que essas bombas relógio rodem por aí.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
20 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Michaela Bergotti 10 de maio de 2021

Rebaixar um veículo não implica em prejudicar a sua segurança. Aliás, é uma prática que pode até aumentar a segurança em algumas situações. O problema não é a execução, já que o veículo tem que ser inspecionado e as mudanças aprovadas pelos órgãos fiscalizadores.
Mais uma lei que se preocupa com a formiguinha enquanto o elefante passa.

Avatar
ROSNEI DUBYNA 9 de maio de 2021

O engenheiro estuda mais de 10 anos pra projetar um carro seguro confortável e que não apresente nenhum risco a sociedade,chega os engenheiros de fundo de quintal de fim de semana e acham que sabem o que estão fazendo,cortam tudo toda estrutura pra socar no chão deixam uma casca de ovo que só no andar pula até os vidros fora,tem que prender mesmo multar recolher pro pátio prensar nem deixar vender como sucata.

Avatar
Andrezinho 9 de maio de 2021

Já rebaixei até Fusca na auto center q trabalho. Fica bonito, já fiz Hilux novinha tbm, no chão. Tem gente que gosta, dizem que chama muita atenção por onde passa tem gente olhando e admirando. Eu tenho um Palio mas ao contrário botei até calço pq as ruas da minha cidade tem mto buraco, mas gosto é gosto.

Avatar
Diego 10 de maio de 2021

O objetivo da matéria é demonstrar a falta de critérios e bom senso em rebaixar os carros. Não está se discutindo gosto, em hipótese alguma. Como argumentou nosso amigo Rosnei, o engenheiro estuda pacas, demora mais de um ano para desenvolver suspensão e freios, incluindo a calibração de TC e ESP, e vem um cara com uma chave de boca e outra de fenda e destrói tudo, e acha isso maneiro. Sem contar o conforto. Em resumo, detonam o carro que a fábrica gastou mais de um bilhão para desenvolver.

Avatar
Cláudio 8 de maio de 2021

Nada contra, acho que esses políticos deveria mesmo e preocupar com os Estados das ruas e avenidas desse país doque com carros rebaixados, tanta coisa para se preocupar, o que oferece perigo são aquemes que ficam tirando raxa nas ruas e avenidas, os motoqueiros , porque motociclista respeita as leis, isso sim deveriam se preocupar.

Avatar
Jairo 8 de maio de 2021

Já não era sem tempo!!
Verdadeiras tartarugas se arrastando na sua frente em Zig – Zag, tentando não deixar o assoalho do carro em uma lombada!
Agora só falta fiscalizar e autuar aquele motorista que insistir em rebaixar o carro.
Quer emoção ? Leve essas bombas pra pista de corrida.

Avatar
Luís Carlos Andere 10 de maio de 2021

Concordo plenamente com vc. Chegam a atravessar o carro no meio da rua.

Avatar
Moacir moreira 8 de maio de 2021

O que me surpreende em tudo isso, engenheiro estuda ,estuda ,se forma continua estudando para desenvolver em veículo seguro.
Aí, aqueles que não estudaram e que entendem mais que ele, acaba com a segurança do veículo.
Ainda diz que e para exibição, porque tem tantos rodando nas ruas e avenidas?

Avatar
Fredinho 8 de maio de 2021

Mano o q vcs tem contra carro rebaxado meu dexa a gente fazer nossas brincadera na pista . Eu tenho um Chevette 92 no chao como o carro vai se perigoso se eu ando devaga ate pq arrasta e pega mto no chao botem uma coisa na cabeça de vcs carro rebaxado nao e pra corre, e pra desfila e aprecia. Espero que poste ai minha opiniao nada contra a de vcs tá ligado so falando como nós gosta de andar msm tá ligado, abraço

Avatar
Dinho 8 de maio de 2021

Primeiro você deve aprender o português, daí posta sua opinião…. fica a dica.

Avatar
Fredinho 10 de maio de 2021

Mano posso nao.sabe portugues como vc mas de carro entendo e dou aula parsa. Participo de eventos de carro todos me conhece tá ligado. Concurso de som performanse carro baixo tudo entao respeita o gosto dos outro pra q possemos respeita o teu tbm.

Avatar
Diego 10 de maio de 2021

Mano, primeiro, a grafia correta é rebaixado, tá ligado!? Quer desfilar? Coloca num caminhão plataforma e vai. Pelo o que você mesmo falou, seu carro não tem utilidade alguma. Se o carro não tem utilidade, o porquê de existir? Pra que destruir um Chevette? Uma carroça (no sentido literal da palavra) tem mais utilidade que o seu carro (consegue passar por uma lombada e é, certamente, mais confortável).

Avatar
Octávio Nepomuceno 8 de maio de 2021

Claro que pode carro rebaixado, precisa apenas ser vistoriado e liberado por uma oficina credenciada e depois pagar um Duda e mudar as características do carro , e fazer vistoria no Detran. Com segurança pode amigos.

Avatar
Pois e´. 7 de maio de 2021

Não faço uso de carro rebaixado, mas também não considero que seja essa bomba que o deputado se referiu, senão veríamos estes carros batidos em todas as esquinas. Muito estardalhaço para algo tão popular. Deixa do jeito que está, quem quer que pague as infinitas taxas do Detran para regularizar seu sonho.

Avatar
eu 7 de maio de 2021

No RJ impossivel andar com um carro assim

Avatar
Caca 7 de maio de 2021

Matéria tendenciosa…

Avatar
Luiz Gustavo 8 de maio de 2021

Sim, totalmente de um conservador

Avatar
Sigfrid 7 de maio de 2021

Que eu saiba para poder rodar com um carro rebaixado tem q passar por vistoria, ou seja aprovado em vistoria técnica e APROVADO. Nunca vi uma notícia de um acidente provocado por um carro por ele estar rebaixado!! Se for assim tem q tirar de circulação TODOS os CAMINHÕES velhos q provocam TRAGÉDIAS todos os dias, inclusive ONIBUS, como vimos vários recentemente. SEJAMOS JUSTOS, não concordo muito com as alterações nas especificações originais dos veículos, mas não precisa radicalizar, rodas esportivas mais leves com pneus mais largos aumentam em muito a segurança de um veículo, com mais atrito com o solo.

Avatar
Michaela Bergotti 10 de maio de 2021

Perfeito !!! Parabéns pelo comentário.

Avatar
Diego 10 de maio de 2021

Concordo com você. Vamos tirar das ruas todos os caminhões e ônibus velhos. Ótima observação. Mas, veja: muitos carros rebaixados sofrem acidentes porque não absorvem irregularidades corretamente, pulando (literalmente) na rodovia, e não conseguem frear direito. O problema que as reportagens não observam isso. Mas quando você olha uma foto de uma carro assim, você sabe exatamente o que aconteceu. Em tempo, os carros com ABS, TC e ESP, ficam completamente malucos quando tem a suspensão alterada, pois se perde toda a calibração do sistema.

Avatar
Deixe um comentário