Mercedes-Benz e Audi fracassam com fábricas; BWM vai bem, esperta foi a Volvo…

As alemãs Mercedes-Benz e Audi sucumbiram no mercado e fracassaram ao tentar fabricar carros no Brasil. Das premium, quem deu certo?

mercedes benz audi carros brasil sao paulo
Mercedes-Benz e Audi fracassaram com suas fábricas no Brasil (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
06 de janeiro de 2021 21:31

Sabe caveira de burro? Foi o que encontrou a Mercedes-Benz ao tentar fabricar automóveis no Brasil. A primeira estava em Juiz de Fora (MG), em 1999, com o Classe A. A segunda em Iracemápolis (SP), em 2016, que está fechando as portas.

A Audi encontrou a mesma caveira, pois também tentou produzir automóveis no Brasil, por duas vezes, numa fábrica (em sociedade com a Volkswagen) no Paraná. O A3 Hatch não deu certo e agora está encerrando a produção do A3 sedã.

Das alemãs, a única que deu certo foi a BMW com uma fábrica em operação em Araquari (SC) que vai de vento em popa. A inglesa-indiana Jaguar Land Rover montou uma operação modesta em Itatiaia, no estado do Rio de Janeiro, e vai tocando timidamente…

Das marcas premium, a mais esperta foi a sueca Volvo, que não quis saber de incentivos fiscais (devolução do “Super IPI” que o governo deve a todas), não montou fábrica nenhuma e vai muito bem, obrigado, com seus importados no nosso mercado; e está em segundo lugar no ranking da categoria, atrás somente da BMW.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Ricardo 8 de maio de 2021

Moro na Europa e acompanho de perto as mudanças na indústria automotiva aqui. A verdade é que os franceses são frágeis e dão muita manutenção. Os alemães são caros, mas confiáveis. A Opel (braço da Chevrolet aqui) não aguentou a concorrência e foi vendida ao Grupo PSA. Os japoneses reinam soberanos aqui. Para se ter idéia, não se acha Toyota de segunda mão, pois são todos comercializados para a África. E o futuro são os elétricos. E sobre o Brasil… Enquanto o governo quer cobrar alto pelos impostos sem incentivar a industrialização e modernização do país, seremos eternamente do terceiro mundo.

Avatar
Pois é. 7 de janeiro de 2021

Uma vergonha quando o próprio governo dá o cano. Segurança zero, depois reclama que no Brasil só capital especulativo. o Governo dá tiros nos próprios pés todos os dias. Não estou falando o atual Governo, digo todos, nos últimos 50 anos.

Avatar
Nelson 7 de janeiro de 2021

Falta muito para o carnaval?

Avatar
Edson Novak 7 de janeiro de 2021

Temon fábricas de carros demais, impostos demais e vergonha de menos.

Avatar
FABIO 7 de janeiro de 2021

Não tem mercado interno grande para este público. Só isso.

Avatar
Bruno 7 de janeiro de 2021

Tá aí mais uma prova que governo no Brasil é o maior dos problemas.
Claro que o que foi negociado hoje pode ser mudado amanhã, nesses casos deve-se aprender a conviver com a fama de “sem palavra”.
O Brasil é um país caloteiro, sem palavras, que descumpre seus acordos.

Avatar
Pró prosperidade 7 de janeiro de 2021

Acho que não precisamos de fabricas de carros premium , pois são carros caros e os preços não são pra todos mesmos comprarem .Basta fazer igual a Volvo importando os veículos e especializar os mecânicos para manutenção!

Avatar
Deixe um comentário