BYD Song Pro é revelado em programa de TV e terá duas versões

O novo SUV híbrido plug-in da marca chinesa tem como alvo o Toyota Corolla Cross, ficando abaixo do bem sucedido Song Plus

byd song pro danca dos famosos 2
O SUV foi o premio para os campeões da Dança dos Famosos (Foto: Rede Globo | Reprodução)
Por Eduardo Rodrigues
Publicado em 08/07/2024 às 13h02

A BYD segue em sua ofensiva para tentar desbancar a Toyota como líder dos híbridos. Duas semanas após lançar o King, para competir com o Corolla, ela apresenta o Song Pro, com a mira no Corolla Cross.

O novo SUV híbrido plug-in foi revelado pela primeira vez no país durante o programa Domingão com Huck, como premio para o vencedor na Dança dos Famosos. Foi anunciado também que o lançamento será na quarta-feira, dia 10 de julho.

VEJA TAMBÉM:

A pré-venda do BYD Song Pro já está aberta, oferecendo um preço com desconto para quem realizar a reserva antecipada. Os preços não forma divulgados, a marca apenar revelou que terá duas versões diferenciadas pela capacidade da bateria.

Os preços serão revelados no dia 10. Só podemos prever que custará abaixo dos R$ 229.800 cobrados pelo Song Plus devido a segmentação do novo SUV no mercado.

O BYD Song Pro fica posicionado abaixo do Song Plus que já temos disponível no Brasil. Ele mede 4,65 m de comprimento, 1,86 m de largura e 2,71 m de entre eixos, medidas próximas de um Volkswagen Taos. Como referência, o Song Plus tem porte mais próximo de um VW Tiguan.

BYD Song Pro terá duas versões

As duas versões do BYD Song Pro são DM-i 1.5L FWD 71 km (L7) e DM-i 1.5L FWD 110 km (L7). Não adotaram as siglas GL e GS do King, apenas a autonomia em modo elétrico.

No site oficial é dito que as baterias tem até 18,3 kWh, mesma capacidade das usadas pelo Song Plus e pelo King GS. A versão mais simples deverá usar o pacote de 8,3 kWh do King GL.

Essa autonomia usada no nome das versões do BYD Song Pro são no padrão NDEC, bastante defasado e otimista. No ciclo do Inmetro, o padrão usado no Brasil e mais próximo de nossa realidade, as autonomias serão menores.

Mesmo conjunto mecânico do Song Plus e do King

O DM-i 1.5 no nome do Song Pro confirma que o trem de força será o mesmo visto nos outros híbridos da marca: motor 1.5 aspirado de 110 cv combinado a um elétrico. A potência combinada irá depender do motor elétrico escolhido.

O carro exposto no programa de TV não trazia equipamentos como o teto solar panorâmico e a câmera do pacote ADAS, ambos disponíveis no Song Pro vendido em outros mercados. A BYD parece estar adotando a mesma estratégia feita com o King, que também omite esses itens.

No site é possível reservar as duas versões em três opções de pintura: branco Snow, cinza Time e azul Atlântida. O interior é sempre bege com detalhes em laranja nos bancos e as rodas são de 18 polegadas.

Durante a revelação do carro em rede nacional o apresentador Luciano Huck disse que o Song Pro será produzido no Brasil na planta de Camaçari (BA). Nesse primeiro momento o SUV híbrido virá como importado.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify YouTube PodCasts YouTube PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário