Carro pouco rodado também estraga, veja os danos

Baixa quilometragem nem sempre é sinal de pouco desgaste, mais importante que isso são as horas de funcionamento do motor

ford f 550 super duty crew cab preto frente
O Ford F550 do vídeo rodou apenas 45,5 mil km, mas as horas de funcionamento são de motor mais rodado (Foto: Ford | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
06 de setembro de 2021 17:33

Mais importante que a quilometragem de um carro usado é como esse carro rodou. Muitas vezes o usado pouco rodado ficou muito tempo no anda-e-para de cidades grandes, enquanto o carro com mais de 100 mil km passou sua vida em rodovias em velocidade constante.

Nessa comparação, o carro mais rodado pode estar melhor de mecânica, pois o motor trabalhou com menos esforço. O canal do YouTube Ford Boss Me mostra os perigos de um motor com muitas horas de funcionamento e pouca quilometragem.

VEJA TAMBÉM:

O veículo em questão é um caminhão Ford F550 2016 equipado com o motor V8 6.7 PowerStroke turbodiesel. O hodômetro do caminhão marca cerca de 43,5 mil km. Mas ele era usado como guincho por uma empresa de leilões, passando muito tempo parado com o motor ligado ou rodando em baixas velocidades.

Os danos nesse motor pouco rodado

O caminhão foi levado à oficina do canal por estar soltando muita fumaça branca, vazando óleo e o desempenho estava baixo. A resposta para os problemas veio assim que o cárter foi desmontado: o óleo do motor se transformou em borra e perdeu toda a capacidade de lubrificação. O turbocompressor quebrou por falta de lubrificação.

O dono desse Ford pode até ter seguido a manutenção recomendada pelo fabricante utilizando a quilometragem como referência. Porém o recomendado nesse caso seria usar as horas de funcionamento para estabelecer a manutenção periódica.

A Ford possui um programa de manutenção diferente para veículos que passam muito parados e com o motor funcionando. O cálculo do fabricante é de que uma hora de motor funcionando equivale a 40 km. E veículos que passam 6 horas por dia com o motor ligado devem trocar o óleo a cada 30 dias.

Todos os modelos da série F da Ford vem equipados com um contador de horas de funcionamento do motor por esse motivo. No Brasil esse item pode ser encontrado no computador de bordo dos carros atuais da Fiat.

Esse tipo de uso com motor funcionando por longos períodos e rodando pouco também é conhecido como uso severo. Fique atento ao manual:

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodolfo 7 de setembro de 2021

Guincho quebrar???
Negligenciaram feio na manutenção.
Em casa de ferreiro espeto de pau!
kkkkkkkkkkk

Avatar
Fernando B 7 de setembro de 2021

Ué, mas não foi esse mesmo blog que disse que era picaretagem troca de óleo a cada 5 mil km?

Avatar
Deixe um comentário