Ferrari com cambio manual pode valer o dobro das automatizadas

O fenômeno vem acontecendo com modelos mais recentes da Ferrari, onde modelos manuais são mais valorizado que os F1 mesmo com alta quilometragem

ferrari f430 spider cinza frente 3 4 estudio
A Ferrari F430 foi o último modelo da marca com motor central e cambio manual (Foto: Ferrari | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
13 de julho de 2021 18:06

O cambio manual hoje está virando raridade. Nos carros de passeio deram lugar aos automáticos devido ao aumento do trânsito nas cidades. Já nos esportivos a justificativa é dos automáticos ou automatizados de dupla embreagem realizar trocas mais rápidas, o que resulta em tempos de aceleração e de volta mais rápidas.

Porém os entusiastas nem sempre querem saber dessa briga de décimos de segundo no Super Trunfo. Eles preferem o cambio manual por tornar a tocada mais envolvente e divertida, além de permitir um maior controle sobre a máquina.

VEJA TAMBÉM:

A Ferrari foi um dos fabricantes de esportivos que deram prioridade aos carros com dois pedais ante os manuais, começando pelas transmissões automatizadas F1 nos anos 90. A promessa de desempenho fez que as Ferrari com essa transmissão vendesse bastante quando novas, porém hoje em dia são os carros manuais que são os mais procurados.

Ferrari com câmbio manual pode valer o dobro

O site Carscoops fez uma análise das vendas de Ferrari em sites de leilões e constatou que os modelos equipados com cambio manual podem valer até o dobro dos equipados com a transmissão F1. Incluindo carros muito rodados ou que saíram de fábrica com a F1 e depois foram convertidos.

ferrari 575 m maranello cambio manual grelha
A transmissão F1 realiza trocas mais rápidas, porém os entusiastas hoje preferem o manual tradicional (Foto: Mecum | Divulgação)

Foram usados de exemplos uma Ferrari F430 F1 com cerca de 12.800 km rodados que foi arrematada por US$ 135.000 (R$ 702.756), contra uma F430 manual com cerca de 59.000 km no hodômetro e vendida por US$ 186.000 (R$ 968.241). Já modelos com cambio manual e poucos rodados podem chegar a US$ 245.000 (R$ 1.275.372).

A Ferrari F430 é o modelo que carrega a maior diferença de preço entre as transmissões devido a raridade. Segundo especialistas, sua antecessora, a Ferrari 360, vendia duas unidades com a transmissão F1 para cada unidade manual. Na F430 a caixa manual representava apenas 10% das vendas.

13 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luiz AG 15 de julho de 2021

Uma coisa que deveriam olhar para o passado com uma solução simples. Os DKW tinham o sistema de roda livre que funcionava semelhante uma catraca se bicicleta, deixando o motor ir a marcha lenta quando se tirava o pé do acelerador e permitindo as trocas de marchas sem pisar no pedal da embreagem. Somado a uma embreagem centrífuga, igual as utilizadas nos Scooters, e um pouquinho de eletrônica teríamos uma solução simples e barata para evitar o cansaço no trânsito.

Avatar
Luciano Luiz Araujo de Oliveira 14 de julho de 2021

Esperava que o valor da Ferrari com câmbio manual não fosse tão salgado em relação aos com câmbio automático.
Deveriam ter um abatimento mais propício ao consumidor. Ferrari não é apenas um carro comum, é esportivo, caro, que tem nome internacionalmente. Mas aparentemente por ter encontrado uma forma de 100% de atingir velocidade acima dos outros modelos. tenham boas etapas de estabilidade e segurança.

Avatar
Rodolfo 14 de julho de 2021

Rodrigo,
Exatamente! No Youtube se vê vários casos que a conta saiu bem salgada. Veja por exemplo os casos do Fiat Compass e similares que a água do trocador de calor do câmbio entrou na caixa do câmbio automático e o dono só percebeu quando era tarde. O dono do Canal do Youtube
Garagem MV gastou com este problema na Compass dele R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

Avatar
Arckthur 13 de julho de 2021

Carro com motorforte e para quem entende tem de ser câmbio mecânico (MANUAL) TRAção traseira ou câmbio Hidramatic (automático GM da Cadillac)Tração traseira. Ninguém percebeu que o CVT e tração dianteira é só dá lucro em dobro a montadoras populares.

Avatar
Luiz AG 15 de julho de 2021

O Hidramatic morreu com os dinossauros. Câmbio automático hoje de carro grande a maioria é ZF.

Avatar
Arckthur 13 de julho de 2021

Carro com motorforte e para quem entende tem de ser câmbio mecânico (MANUAL) TRAção traseira ou câmbio Hidramatic (automático GM da Cadillac)Tração traseira. Ninguém percebeu que o CVT e tração dianteira é só dá lucro em dobro a montadoras populares.

Avatar
Alexandre 13 de julho de 2021

Todo carro da problema principalmente na mão de cupim de ferro, não importa a marca !!!!
Dei muita risada qdo este senhor diz que dava problema nessa parte operacional nos bracinhos que passavam as marchas ….kkkkkkkkk.
Brasileiro e pobre coitado, só tem dinheiro para andar de ônibus !!!

Avatar
Roni oliver 13 de julho de 2021

Quem gosta de dirigir de verdade e entendi um pouco de carro e gosta de ter total controle do carro jamais vai entrar na moda de carro automático ou suv, si fosse rico compraria uma Ferrari manual usada ou porche manual zero mas não compraria uma Ferrari automática nova, automático só quando tiver bem velhinho, e olhe lá, pois tira metade do prazer de dirigir.

Avatar
Rodolfo 13 de julho de 2021

Em 2019 comprei um carro 0-km com câmbio manual. Me lembro na época que a minha preocupação era se eu comprasse seria mais difícil vender, pois já era moda câmbio automático.

Então pesquisei no YouTube especialistas em câmbio automático e um deles deu dicas para saber se um carro usado com câmbio automático estava bom. A dica era testar o carro nas seguintes situações:
1. Com motor frio, pois o óleo do câmbio também está frio e pode nessa condição o câmbio apresentar algum defeito;
2. Na estrada (subidas e altas rotações);
3. No trânsito congestionado.

Pois em diversas situações o câmbio poderia dar problema, então pensei isso é uma faca de dois gumes, carro usado com câmbio automático também pode gerar receio na hora da compra. Resolvi pensar por mim mesmo, e vi que não preciso de câmbio automático, amo dirigir carro com câmbio manual e estou nem aí para a moda que o mercado ou sociedade impõe.

Por fim, o câmbio manual do meu Onix tem as seguintes vantagens em relação ao câmbio automático:
1. menor consumo de combustível;
2. mais rápido nos 0 a 100 km/h;
3. prazer em dirigir na estrada;
4. custou R$ 5.000,00 mais barato.

E eu só uso meu carro nos finais de semana para viajar e eu escolho os horários que tem pouco trânsito. Quer conforto, more perto do seu trabalho! Eu moro a 2 km do meu trabalho, isso sim é qualidade de vida. E a matéria devia deixar claro que em número é esmagadora a maioria de carro de câmbio manual em relação a automático. Faça as contas os carros fabricados desde de o princípio aqui no Brasil em mil e novecentos e bolinhas…

Avatar
Rodrigo 13 de julho de 2021

Carro automático da manutenção não importa a marca, principalmente os mais usados ou que o antigo dono não fazia manutenção preventiva.
Só a troca de óleo de uma transmissão automática não sai por menos de R$ 1.000,00 e se tiver que fazer alguma outra manutenção na caixa de cambio hummmmmmmm ai o camarada dançou.

Avatar
Rodolfo 14 de julho de 2021

Rodrigo,
Exatamente! No Youtube se vê vários casos que a conta saiu bem salgada. Veja por exemplo os casos do Fiat Compass e similares que a água do trocador de calor do câmbio entrou na caixa do câmbio automático e o dono só percebeu quando era tarde. O dono do Canal do YoutubeGaragem MV gastou com este problema na Compass dele R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

Avatar
Eduardo 14 de julho de 2021

Mas aí é um defeito de fabricação. Tive vários carros com transmissão automática e nunca tive problemas. Transmissão automática é sim confiável e durável, basta saber dirigir e fazer a troca do fluido periodicamente que não terá problemas.

Avatar
Rodolfo 14 de julho de 2021

Eduardo,
Conheci um cara louco que me disse que óleo de motor não se troca, apenas se completa. E que ele nunca na vida dele trocou óleo de carro nenhum dele. Se óleo de motor um cara desses não troca imagine se óleo de câmbio automático ele vai trocar.
Meu cunhado não sabia que tinha que trocar óleo de motor, fui eu que ensinei ele, pois o motor dele ascendia a luz de óleo e tinha borras de óleo o motor.
Vocês diz que já teve vários carros então será que você compra 0-km e vende quando acaba a garantia? Pois se for isso não terá problemas um carro de só 3 anos de uso.

Avatar
Deixe um comentário