Kia mantém os preços de seus híbridos, mesmo com aumento no imposto

Representante da marca coreana no Brasil se posicionou contra os aumentos na taxação de carros eletrificados importados

suvs hibridos kia niro stonic sportage brancos estacionados lado a lado
A marca oferece três modelos híbridos (Foto: Kia | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
Publicado em 04/07/2024 às 17h02

Mais um aumento no imposto de importação para carros elétricos e híbridos começou a valer a partir de 1º de julho. A Kia anunciou que não irá alterar os preços de seus carros eletrificados, mantendo os valores que são praticados desde 2023 — quando não existia essa taxação.

VEJA TAMBÉM:

Com isso, a Kia segue tendo em sua gama o carro híbrido mais barato do Brasil, o Stonic. Confira a atual tabela de preços para os carros eletrificados da marca coreana:

  • Stonic MHEV: R$ 129.990
  • Niro EX HEV: R$ 199.990
  • Niro SX Prestige HEV: R$ 234.990
  • Sportage MHEV: R$ 274.990

A gama da Kia é completada pela minivan Carnival e o utilitário Bongo, ambos movidos apenas por motor a combustão e, por isso, não seria afetados pelos aumentos de impostos. A montadora tem planos de extender a oferta de veículos eletrificados, com o EV5 e o EV9 confirmados para serem expostos no Brazil Classics Kia Show 2024.

Por ser uma das montadoras que apenas importa carros para o Brasil e não possui fábricas em nosso país, a Kia é uma das mais afetadas por essas mudanças. O presidente da marca no país, José Luiz Gandini, comentou sobre os aumentos nos impostos:

Os importadores precisam de previsibilidade. Por isso, nós manifestamos contrariedade ao pleito recente de antecipação imediata do imposto de importação de veículos eletrificados para 35%, quando já há um escalonamento de aumentos até julho de 2026 (…) ninguém aguenta mais mudanças bruscas durante o jogo. Quebras de contrato não são mais aceitáveis”

Outras montadoras e importadoras ainda não se posicionaram sobre esse aumento de impostos iniciados em julho. Em janeiro, apenas a Volvo aumentou os preços de seus carros elétricos e híbridos, enquanto as chinesas BYD e GWM aceleram na nacionalização de seus eletrificados.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify YouTube PodCasts YouTube PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Gabriel 7 de julho de 2024

O caminho para a eletrificação no brasil é a conversão; fora disso é brinquedo de rico. A Kia não aumentou o preço por dois motivos prováveis: Ou vendem tão poucos carros que podem aguentar um pequeno prejuízo nos poucos carros que vendem, ou então a margem de lucro é tão absurda que mesmo com o imposto, ainda estão lucrando uma fortuna por cada carro.

Avatar
Deixe um comentário