Casamento perfeito: Land Rover fecha parceria com assistência 24 horas

Montadora inglesa, 'lanterninha' em pesquisas de qualidade, terá assistência para os clientes de veículos novos, seminovos e extensão de garantia

suv jaguar land rover shutterstock
Jaguar e Land Rover sofrem com má-fama de seus carros (Foto: Shutterstock)
Por AutoPapo
22 de maio de 2022 16:03
Atualizada em 07/060/2022 às 12h48

A partir de maio de 2022, os clientes das marcas Jaguar e Land Rover passam a contar com os serviços de assistência 24h da Allianz Partners Brasil, empresa líder global em assistência 24 horas e seguro-viagem, para atender os clientes da montadora em todo o país.

Com a parceria, os clientes passam a ser atendidos pela Allianz Partners para os serviços de troca de pneu, chaveiro, remoção de veículo, transporte alternativo, recuperação de veículo e hospedagem. O contrato prevê atendimento a veículos novos, seminovos e extensão de garantia.

VEJA TAMBÉM:

Parceria conveniente

A parceria da Jaguar Land Rover com um serviço de assistência 24 horas pode ser visto como uma grande conveniência para os clientes da marca. Segundo pesquisas feitas pelo instituto JD Power, as duas marcas estão entre as piores avaliadas pelos consumidores.

Em algumas pesquisas, o índice de confiabilidade colocou a marca famosa pelos seus SUVs como a campeão de insatisfação nos Estados Unidos.

Lanterna em qualidade

Donos de automóveis são pesquisados anualmente nos EUA para avaliar o volume de problemas apresentados depois de três anos de uso.

A pesquisa divulgada em fevereiro deste ano engloba 184 problemas específicos de nove setores dos automóveis: climatização, assistência à direção, experiência ao volante, acabamento externo e interno, dispositivos, controles, displays, infotainement, mecânica e assentos.

Entre as “lanternas” a inglesa Land Rover conquistou o pódio das piores com 284 problemas.

Vendas perdidas

No começo de 2021, o CEO da Jaguar Land Rover, Thierry Bollore, estima que o grupo deixa de vender cerca de 100 mil carro por ano por causa da reputação ruim de seus carros. A declaração foi feita em uma reunião com investidores, segundo a publicação Automotive News.

“A insatisfação de nossos clientes foi realmente prejudicial ao nosso volume natural. As oportunidades perdidas hoje são enormes”, disse Bollore. “São mais de 100 mil vendas saudáveis ​​que poderíamos realizar.”

Boris Feldman explica melhor a pesquisa da JD Power:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário