Lembra do Lada Niva? Japoneses pagam caro por ‘nova’ geração

Modelo é exportado diretamente da Rússia com sobrepreço de mais 130% e surpreende por ser um velho conhecido dos brasileiros

lada niva travel frente
Modelo utiliza projeto Suzuki (Fotos: Lada | Divulgação)
Por AutoPapo
04 de outubro de 2021 14:06
Atualizada em 05/10/2021 às 10h27

O Lada Niva foi um dos primeiros carros a desembarcar por aqui após a liberação de importação na década de 1990. Zoado por alguns, idolatrado por outros, por aqui ele deixou de ser vendido, mas segue sendo comercializado em outros país, inclusive na Rússia, seu país de origem, onde ele ganhou uma “nova geração”, batizada de Niva Travel.

Outro país onde o jipe está fazendo sucesso é no Japão, inclusive sendo vendido com um sobrepreço de mais de 130% sobre o preço original: ele desembarca na Terra do Sol Nascente por “módicos” 31 mil dólares (R$ 168 mil em conversão direta). A versão vendida é a Niva Travel Luxe Offroad que custa, na Rússia, 13.495 dólares (R$ 73,4 mil).

VEJA TAMBÉM:

O Niva Travel Lux Offroad tem o que podemos chamar de pacote básico de conveniência: ar-condicionado, sistema multimídia, vidros elétricos, bancos aquecidos, para-brisa aquecido, rodas de liga leve de 16 polegadas com pneus para off-road​​e um snorkel. Os equipamentos de segurança são limitado a airbags e ABS.

O Lada Niva Travel é equipado com um motor de quatro cilindros de 1,7 litro, que produz 80 cv. O câmbio tem cinco marchas e a tração é 4×4 com reduzida e bloqueio mecânico do diferencial.

O Niva é exportado da Rússia para o Japão pela empresa Le Parnass. De acordo com o Daily Motor , Le Parnass está comprando novos modelos Lada do Território Khabarovsk na Rússia e os transporta por balsas para as ilhas japonesas. Vale lembrar que, apesar de no Japão o volante ficar no lado direito, os Niva vendidos lá permanecem com ele do lado esquerdo.

‘Novo’ Niva

O novo Niva é o mesmo carro que a Chevrolet ofereceu com o nome… Niva. As alterações feitas pela marca russa incluem uma nova grade do radiador com o logotipo da Lada, bem como um volante com o emblema da marca russa. Tudo o resto permanece basicamente o mesmo.

Tem antipatia por alguma marca de carro? Então cuidado! Boris Feldman explica:

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Celso 5 de outubro de 2021

Me desculpem , mas a reportagem comete um erro. Este Niva não é o Tracker/Vitara. Esse é um modelo desenvolvido pela GM nos anos 80/90 após a compra de participação da Lada na Russia.

AutoPapo
AutoPapo 5 de outubro de 2021

Olá, Celso.

Você tem razão. Obrigado pela informação!

Avatar
Polvo 4 de outubro de 2021

O visual até achei simpático, mas usar um motor 1.7 e com apenas 80cv? Parece ter um conjunto mecânico bem atrasado.

Avatar
Nanael Soubaim 5 de outubro de 2021

Sim, mas os russos gostam assim. Não é só custo, essa baixa potência específica torna o motor muito confiável e simples de consertar.

Avatar
Deixe um comentário