Motorista de Bugatti Chiron que ultrapassou 400 km/h não será punido

Milionário trecho que acelerou o superesportivo ao máximo durante gravação de vídeo não teria dirigido de maneira imprudente

bugatti chiron preto em alta velocidade visto pela lateral
Motor 8.0 de 16 cilindros do Bugatti Chiron desenvolve 1.500 cv de potência (Foto: Bugatti | Divulgação)
Por AutoPapo
27 de abril de 2022 08:41

Lembra-se do caso de um motorista que ultrapassou os 400 km/h em um Bugatti Chiron na Alemanha? Trata-se do milionário tcheco Radim Passer, que levou o superesportivo à velocidade máxima de 417 km/h em uma Autobahn. Em dezembro do ano passado, ele divulgou um vídeo desse “feito” no YouTube: porém, o registro acabou chamando a atenção das autoridades locais, que iniciaram uma investigação. Agora, contudo, os promotores da cidade de Stendal decidiram não apresentar queixa contra o condutor.

Assista ao vídeo do Bugatti Chiron a mais de 400 km/h na Autobahn:

VEJA TAMBÉM:

As Autobahnen são estradas sem limite de velocidade: desse modo, guiar um Bugatti Chiron a mais de 400 km/h não é, ao menos em tese, uma infração. A questão é que, mesmo nessas vias, a legislação local proíbe que os motoristas dirijam de maneira imprudente. E foi exatamente por isso que o caso acabou sendo investigado. Porém, no fim das contas, as autoridades concluíram que, apesar da alta velocidade, Passer não violou leis, nem causou graves riscos aos outros motoristas.

Argumentos do motorista do Bugatti Chiron

Os promotores parecem ter aceitado as alegações de Passer: na descrição do vídeo, ele afirma que realizou a gravação às 4h50 de uma manhã de domingo, quando a rodovia estava vazia. O milionário afirma ter ultrapassado apenas 10 carros – e todos eles estariam nas faixas da direita – ao longo de um trecho de 10 km, resultando em uma média de 1 veículo por 1 km. Além do mais, a visibilidade naquele momento estaria muito boa.

Outro argumento levantado pelo milionário foi a capacidade de frenagem do Bugatti Chiron: o bólido pode desacelerar dos 400 km/h à imobilidade em 9 segundos, dentro de um espaço de apenas 490 m. O motorista afirmou ainda que, antes da gravação, passou pelo sentido contrário da via para se certificar de que não havia nenhuma obstrução. Por fim, teria posicionado três pessoas em pontos estratégicos da Autobahn para sinalizar eventuais imprevistos.

Caso tivesse sido condenado, Passer poderia receber uma sentença de até dois anos de prisão. O milionário ainda poderia ser punido com uma multa pesada. Agora que está livre de acusações, será que ele voltará a acelerar seu Bugatti Chiron até o limite pelas estradas alemãs?

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
DalterLS 28 de abril de 2022

Ahh, entendi. O nome dele é Milionário! Ou será profissão? Estado civil? Avatar? Não importam as informações sobre o ocorrido, só importa esclarecer que ele é MILIONÁRIO!!!

Avatar
Jose Carlos Lobo Barbosa 28 de abril de 2022

Felizmente, a justiça foi feita ! O milionário do Bugatti é inocente !

Avatar
Deixe um comentário