SUV top de linha da Hyundai exala cheiro ‘de meia suja’ sem explicação

Marca sul-coreana reconhece o problema no Palisade, mas ainda não sabe a causa dele e nem como resolvê-lo; clientes suspeitam dos bancos

Por AutoPapo26/08/20 às 15h33

Sabe aquele cheiro de carro novo que todo mundo adora? Pois é! Um grande número de proprietários do Palisade, SUV top de linha da Hyundai que não é vendido no Brasil, tem reclamado que rapidamente, o cheirinho é substituído por outro nada agradável. Alguns relatam com exagero que o cheiro é semelhante ao de “meias usadas” ou até mesmo um “bafo de alho”.

As primeiras denúncias foram feitas pelo site cars.com em um Palisade utilizado em um teste de longa duração. Ao investigar o assunto, os jornalistas descobriram um fórum de proprietários do SUV com diversas reclamações sobre o assunto.

VEJA TAMBÉM:

Hoje a principal suspeita é de que os culpados sejam os revestimentos em couro Nappa dos bancos, um elemento comum em todos os casos. A dúvida entre os donos do Palisade afetados é se todo o banco exala o mau cheiro ou apenas o encosto de cabeça.

Consultada pelo site The Drive, a Hyundai confirmou que o problema realmente existe, mas eles não sabem como resolver e nem a causa dele. “Assim que um modo de reparo estiver efetivamente confirmado, um Boletim Técnico de Serviço será divulgado fornecendo o meio de os nossos concessionários resolverem o problema”, declarou a marca em um comunicado.

Nos Estados Unidos, o Palisade tem preço inicial de 31.975 dólares (cerca de R$ 180 mil).

Fotos: Hyundai | Divulgação

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    ALEXANDRE BROM 29 de agosto de 2020

    Eu trabalhei como engenheiro de Qualidade em Montadora, na área de montagem final. Os Chineses são grandes consumidores de alho, como aquí no Brasil também, grande possibilidade de contaminação pelas mãos dos montadores em material de revestimento dos bancos, volante, teto, plásticos etc
    Já havia me deparado com este tipo de problema.

    Alexandre Brom

  • Avatar
    lenão 26 de agosto de 2020

    Eita cheiro da pôrr@.

Avatar
Deixe um comentário