Conheça 5 motos elétricas à venda no Brasil

Com valores entre R$ 9.400 e R$ 22 mil, opções importadas e nacionais entregam até 180 km de autonomia e velocidade máxima de 120 km

Por AutoPapo 01/11/20 às 13h03
energie mobi super soco tc
Energie Mobi Super Soco TC é moto elétrica com visual inspirado nos anos 50 (Foto: Energie Mobi | Divulgação)

A oferta de veículos elétricos tem crescido consideravelmente no Brasil. Após a chegada dos carros, é a vez das motocicletas conquistarem os consumidores. Scooters e streets nacionais e importadas estão disponíveis por preços a partir de R$ 9.400. Confira ficha técnica de 5 das motos elétricas mais vendidas no país.

LEIA MAIS

1. Voltz EV1

A Voltz Motors apresentou, no começo de 2020, a scooter elétrica EV1. Com preço sugerido de R$ 9.490, a moto é equipada com motor Bosh de 1800 watts de potência.

scooter eletrica voltz ev1 preta vista de lado
Voltz EV1 é, atualmente, a scooter elétrica mais barata do Brasil (Foto: Voltz | Divulgação)

Confira a ficha técnica do modelo que é produzido em Pernambuco:

  • Velocidade máxima: 60 km/h
  • Função de marcha a ré: sim
  • Bateria: Lítio 60v 28ah
  • Ciclo de carga: 1000 ciclos (garantia até 600 ciclos)
  • Tempo de recarga: até 5 horas
  • Autonomia: 60 km
  • Capacidade de carga: 180 kg

A Voltz EV1 tem farol dianteiro, lanterna traseira e piscas LED, USB, conexão Bluetooth, chave de presença (SmartKey), duas tomadas e alto-falantes.

Dimensões da moto elétrica:

  • Peso seco: 112 kg
  • Dimensões(CxAxL): 1880 x 710 x 110 mm
  • Entre-eixos: 1350 mm

2. Aima M3ZU

A fabricante chinesa Aima chegou ao Brasil em novembro de 2019. Desde então, seu modelo M3ZU, de 800 W, conquistou o posto de mais vendido da marca no país. A scooter importada tem valor próximo a R$ 10 mil.

Veja mais detalhes da M3ZU:

  • Velocidade máxima: 45 km/h
  • Potência: 800 W
  • Bateria: Aima
  • Tempo de recarga: 6 a 8h
  • Autonomia: 60 a 80 km
  • Capacidade de carga: 150 kg
  • Peso seco: 100 kg
aima m3zu vermelha
(Foto: Aima | Divulgação)

2. Muuv Custom S

Com visual curioso, a Custom S não se configura exatamente como motocicleta ou ciclomotor. Por isso, não é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para conduzi-la. Outro benefício é que não há necessidade de emplacamento. O ponto fraco da scooter é a velocidade máxima de até 35km/h.

Preço da Custom S: R$ 11.999 à vista.

Confira a ficha técnica da scooter elétrica:

  • Velocidade máxima: 35 km/h
  • Bateria: Lítio 15ah
  • Ciclo de recarga: 2.800 ciclos completos
  • Motor: 1500 W
  • Autonomia: 50 km
  • Capacidade de carga: 150 kg
  • Peso seco: 70 kg

A Custom S oferece farol LED, conexão Bluetooth, freios a disco nas duas rodas, chave reserva e alarme.

muuv custom s branca
Muuv Custom S não exige CNH (Foto: Muuv | Divulgação)

4. Voltz EVS

A Voltz lançou, em setembro, a moto elétrica modelo street EVS, que se adapta à necessidade do seu usuário, que escolhe entre adquirir uma ou duas baterias. Com preços partindo de R$ 15.900, o modelo será entregue a partir de dezembro.

Confira a ficha técnica do modelo:

  • Velocidade máxima: entre 80 e 120 km/h
  • Potência: 3000 W
  • Bateria: Lítio 72v 33ah
  • Tempo de recarga: até 5 horas
  • Ciclo de carga: 2000 ciclos (garantia até 1500 ciclos)
  • Autonomia: até 180 km
  • Capacidade de carga: 200 kg
  • Função de marcha a ré: sim

A Voltz EVS conta com GPS integrado, conexão 4G,  farol dianteiro, lanterna traseira e piscas LED, USB, conexão Bluetooth, chave de presença (SmartKey), duas tomadas e alto-falantes.

moto elétrica voltz evs em apresentação
EVS será entregue a partir de dezembro (Foto: Voltz | Divulgação)

Dimensões da moto elétrica:

  • Peso seco: 130 kg
  • Dimensões (CxAxL):  1,98 m x 1,34 m x 0,76 m
  • Entre-eixos: 1,46 m
  • Rodas: aro 17″

5. Energie Mobi Super Soco TC

Vendida por R$ 21.900, a Energie Mobi Super Soco TC faz uma releitura das motocicletas dos anos 50. A moto elétrica tem sistema de freio CBS combinado, disco de freio dianteiro de 240 mm, disco de freio traseiro de 180 mm e frente de pinça do pistão duplo.

Confira a ficha técnica do modelo:

  • Velocidade máxima: 75 km/h
  • Bateria: Lítio (18650) 60V / 30Ah
  • Motor: Bosch 1500 W
  • Autonomia: até 120 km

Dimensões da moto elétrica:

  • Peso seco: 70 kg
  • Dimensões(CxAxL): 192,4 cm x 71 cm x 109,8 cm
  • Entre-eixos: 132 cm
energie mobi super soco tc verde vista de lado
Mostrador de velocidade da Mobi Super Soco TC une o ponteiro analógico ao computador de bordo digital (Foto: Energie Mobi | Divulgação)

Atenção! As motos elétricas devem ser emplacadas. Para dar início ao processo é necessário ter em mãos a nota fiscal do veículo e o termo de constatação com o chassi decalcado.

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Cadore 18 de novembro de 2020

    Onde compeo

  • Avatar
    Alessandro 10 de novembro de 2020

    Calma, gente. Tudo evolui. A velocidade vai aumentar e o preço vai diminiur. Quem se lembra de quando surgiram os celulares? Eram enormes, pareciam pesos de papel, e somente grandes empresários e grandes empresas possuíam, a conta de uma ligação era super alta. E todos se perguntavam, pra que isso? Levar o telefone pra cima e pra baixo….e olha como está o mercado de celulares hoje….tudo é questão de tempo e evolução. O Futuro está sempre chegando….e cada vez mais rápido. Provavelmente meus netos me perguntarão no futuro….Vô, o que quer dizer “abastecer o carro com gasolina? Vô, o que é gasolina?”

  • Avatar
    Nanael 3 de novembro de 2020

    Me desculpem, mas nada com menos de 5KW de potência nominal pode ser considerado realmente uma motocicleta, a exemplo dos Tesla, as pessoas vão preferir pagar o dobro ou mais por algo que resolva seus problemas a comprar um brinquedo que não polui e custa o mesmo que uma boa 125.

  • Avatar
    Flavilane 2 de novembro de 2020

    Essas motos elétricas era pra ser mais em conta, já q elas tem menos velocidade

  • Avatar
    Bruno Vasconcelos 2 de novembro de 2020

    Só vi uma moto, o resto é “bicicleta elétrica” não tem velocidade final pra andar em cidades grandes nem rodovias

  • Avatar
    Valdir 1 de novembro de 2020

    Moto top, linda

Avatar
Deixe um comentário