Moto elétrica com aerodinâmica nova quer bater recorde de velocidade

A empresa britânica White Motorcycle Concepts está usando o recorde para promover um novo conceito aerodinâmico para motos elétricas

white motorcycle concepts wmc250ev em teste pista frente
O objetivo da moto é passar dos 400 km/h em um deserto de sal na Bolívia (Foto: White Motorcycle Concepts | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
20 de setembro de 2021 14:47

Quando uma empresa nova chega ao mercado ela precisa ter argumentos favoráveis para se tornar uma opção a ser considerada. A empresa britânica White Motorcycle Concepts quer bater o recorde de velocidade de motos elétricas para mostrar a sua tecnologia.

A moto WMC250EV é a vitrine tecnológica da companhia e foi construída para buscar esse recorde. O objetivo dessa moto é passar de 400 km/h, a tentativa do recorde será no verão de 2022 no deserto de sal Salar de Uyuni, na Bolívia. O recorde atual é de 366,9 km/h.

VEJA TAMBÉM:

A moto saiu para testes em pista no campo de provas de Bruntingthorpe, na Inglaterra. Os testes serviram para validar todos os sistemas da moto, para poder seguir para os testes de velocidade com segurança.

A tecnologia dessa moto elétrica

Antes de falar da mecânica, vamos explicar essa aparência exótica da WMC250EV. Para atingir altas velocidades é preciso ter um baixo arrasto aerodinâmico. A White Motorcycle Concepts foi além do conceito de carenar toda a moto.

Graças ao powertrain elétrico mais compacto que um motor à combustão, os projetistas puderam criar um “túnel” no meio da moto. Isso permitiu que a seção superior, onde vai o pilot, tenha o formato de gota — a forma mais aerodinâmica para velocidades abaixo da velocidade do som. Segundo simulações, essa moto produz 70% menos arrasto que as melhores motos esportivas tradicionais.

Responsável por levar essa moto trabalhada em túnel de vento para velocidades acima de 400 km/h estão dois motores elétricos, um para cada roda. A potência combinada é de mais de 340 cv. No teste realizado em Bruntingthorpe foram usados apenas 135 cv.

Tração total

Em acelerações fortes, a roda dianteira de uma moto pode perder contato com o solo. A White Motorcycle garante que graças à aerodinâmica da moto e ao sistema F-Drive, esse efeito de sustentação da roda dianteira será eliminado. Isso é essencial para a tração integral ser efetiva.

Devido ao formato exótico da moto, a suspensão dianteira não utiliza o tradicional esquema telescópico. A solução foi inspirada nas motos Tesi da italiana Bimota: a dianteira usa uma balança assim como a traseira e a direção é atuada por cabos.

Fotos: White Motorcycle Concepts | Divulgação

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Cristiane Nunes Fontoura Salazar 21 de setembro de 2021

Bonita a moto boas vendas.

Avatar
Deixe um comentário