10 sinais de que as velas do carro vão dar problema

Conheça problemas comuns que indicam que as peças - essenciais para o consumo e o desempenho do motor - já estão no fim de sua vida útil

Por Fernando Miragaya 04/06/21 às 12h43
Especial para o AutoPapo
troca de vela do motor
Velas têm plano de manutenção preventiva (Foto: Shutterstock)

A vela de ignição é um negócio tão simples e discreto que muitas vezes passa despercebido para muitos motoristas. Mas deve ter atenção especial. Ela é a peça que se encaixa na cabeça do cilindro e que será a responsável por gerar a centelha que provoca a explosão da mistura ar/combustível, a consequente movimentação do pistão e o funcionamento do motor.

Nesta cadeia, então, a vela é fundamental para o perfeito funcionamento do propulsor, seja ele com injeção eletrônica ou com o velho carburador. Por esta razão, o componente deve estar em perfeitas condições de uso, caso contrário, o carro dará seus sinais.

VEJA TAMBÉM:

E são muitos os sinais de que as velas vão dar problema, desde o motor que “fraqueja” até aumento do consumo de combustível. Confira mais uma reportagem da série sobre os sintomas que o carro revela quando a mecânica não está 100%, que já contou com capítulos sobre amortecedores e freios.

1. Dificuldade ao dar a partida

Motor demorando a pegar e dando aquela rateada ao virar a chave talvez seja o mais evidente entre os sinais de que as velas vão dar problema. A principal causa é o desgaste dos eletrodos dos componentes, provocado pelas faíscas geradas entre si.

Desta forma, os cantos vivos dos eletrodos sofrem desgaste e ficam “arredondados”, o que ocasiona um aumento da folga entre eles. Então, começa a haver um aumento da tensão para a geração da centelha. Isso afeta a capacidade da bobina e o veículo passa a ter dificuldades na hora da partida. Porém, vale verificar também cabos e bobina da ignição.

2. Carro engasgando

Você acelera gradativamente e o carro parece que está com soluço, dando solavancos. Isso significa que a força do motor não está sendo passada de forma estável. Provavelmente as velas estão ruins ou com sujeiras acumuladas, e não queimam o combustível corretamente, provocando tais falhas.

3. Perda de desempenho

Outro dos sinais de que as velas vão dar problema por causa do desgaste. Com o passar do tempo, aquela folga maior entre os eletrodos fará o motor render menos. As respostas ao acelerador ficam mais lentas e o carro demora a arrancar e a embalar – em alguns momentos, parece se arrastar.

Isso porque as velas são responsáveis por emitir a faísca que faz a combustão. Se elas não estiverem em perfeitas condições, não vão conseguir queimar o combustível na frequência correta. Por isso, a perda de desempenho.

4. Aumento do consumo de combustível

Vários fatores contribuem para o aumento do consumo de etanol ou gasolina do veículo, entre eles as velas de ignição. Caso as peças estejam desgastadas, a mistura ar/combustível não será queimada de forma adequada. Consequentemente, o carro vai beber mais.

5. Desgaste do eletrodo

Como já observado, a vela sofre um desgaste natural conforme o tempo de uso. A alta temperatura e a tensão às quais a peça é submetida provocam a chamada “erosão” dos eletrodos central e lateral. Isso gera uma folga entre esses eletrodos, o que dificulta a formação da faísca.

6. Manchas no isolamento do eletrodo

Um dos visíveis sinais de que as velas vão dar problema é quando surgem manchas no isolamento do eletrodo central, de tom amarelado. Esses resíduos são consequência geralmente de combustíveis de má qualidade e quando submetidos a altas temperaturas tendem a se tornar condutores, prejudicando o funcionamento da vela.

7. Marcha lenta irregular

Carro que morre à toa não é normal. E pode ter como causa a carbonização (ou efeito fuligem) das velas de ignição, geralmente ocasionadas por uma mistura ar-combustível muito rica. Porém, filtro de ar sujo, ponto de ignição atrasado, vela não compatível e até mesmo excesso de combustível podem provocar o acúmulo desse material, que afeta o funcionamento dos eletrodos e a intensidade da centelha.

8. Base do isolamento quebrada

ajuste de vela de ignicao
Vela sendo regulada: serviço deve ser feito com ferramentas apropriadas (Foto: Shutterstock)

Uma regulagem errada daquela folga entre os eletrodos central e lateral da vela pode danificar a base do isolamento da peça. Por isso, é preciso que o mecânico use ferramentas adequadas para fazer esse ajuste. Essa quebra vai interromper a centelha entre os eletrodos e a peça vai passar a gerar faíscas entre o eletrodo e… a capa da vela.

9. Manutenção das velas

As velas geralmente são trocadas a cada 50 mil ou 60 km, mas devem ser checadas a cada 10 mil km. Consulte o manual do seu veículo para saber sobre os intervalos de substituição e – igualmente importante – sobre as especificações da peça.

Isso porque a peça fora das recomendações de fábrica pode danificar outros componentes do motor, o que fará você gastar uma boa grana. Uma vela com rosca maior, por exemplo, pode encostar no pistão. Ao mesmo tempo, um aperto excessivo ou encaixe incorreto do equipamento pode quebrar a vela e danificar a rosca do cabeçote.

Lembre-se que um kit de velas original nem é tão caro: custa de R$ 50 a R$ 150, de acordo com a marca e o modelo. Na troca, peça também uma inspeção dos cabos e bobinas de ignição, pois o mau funcionamento destes também podem interferir na geração correta das centelhas.

10. As velas estão boas, mas o motor segue falhando?

E aí, não se esqueça que a corrente elétrica, que chega na vela de altíssima tensão, vem por um cabo. E o que  mandou a corrente pra esse cabo foi uma bobina.

Então, muitas vezes, a vela está legal ainda, mas a faísca não está boa porque o cabo está com um problema e ninguém também se lembra de trocar  o cabo. E ninguém lembra também de verificar se  a bobina está com algum problema.

Entendido? A faísca pode não está legal por causa da vela, do  cabo e da bobina.

32 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Gilberto Vaz da Silva 12 de junho de 2021

Gostei da matéria, pra quem não conhece foi exelente estão de parabéns UM ABRAÇO.

Avatar
Roberto 11 de junho de 2021

Fiz uma compra e não recebi

Avatar
Antônio 11 de junho de 2021

Excelente matéria

Avatar
Jorge Ricardo 11 de junho de 2021

Brasileiro como sempre, mexer só quando para …e a cultura meu fio.. abraço muito boa a matéria ( reportagem ).

Avatar
Adalberto santos Amazonas 11 de junho de 2021

Muito boa as informações,achei legal

Avatar
Gil CP 10 de junho de 2021

Tive esse problema no meu fiesta 2014 .resumo era a 3terceira vela com folga gracas a meus. Conhecimentos eu mesmo fiz vendo Visio no YouTube mas é bom esta atento sempre !

Avatar
Ortis 10 de junho de 2021

Boa matéria

Avatar
Antonio Cleber da silva Lopes e 9 de junho de 2021

Meu carro e um pálio 2007 muito bom mais tem hora quando eu paro ele quente aí com várias tentativas ele não pegar já troquei barteria. não resolvi o problema.. ele frio ta também

Avatar
Antonio Cleber da silva 9 de junho de 2021

Meu carro e um pálio 2007 tá perfeito ando a SEMANA todas tudo blz aí tem hora quando eu paro no lugar desligo o carro.depois vou saí ele não pegar mais aí depois de muito tentativa ele pegar qui será alguém mim ajuda com isso

Avatar
Roberto 10 de junho de 2021

Oi Antônio ! Boa noite .
Tive um Palio com esse mesmo ano há um tempo atrás e sempre apresentava isso…
O problema era num “cabo sensor de ignição” . Trocou , parou o problema.
Valew

Avatar
Sheila Oliveira 9 de junho de 2021

Ótimo,assim quem não entende do assunto passa entender prq sempre será bem vindo as dicas,eu gostei e vou começar a me policiar sobre isso meu carro tá tendo falha quando acelera um pouco e justamente sobre as velas que eu queria saber,mande mas dicas

Avatar
Jurandir Mello 9 de junho de 2021

Ótima matéria…vale a pena ler.. conhecimento é sempre bem vindo…

Avatar
Marcelo Majulis Alves 8 de junho de 2021

Boa noite muito útil esse relatório de como ver as condições de uso das velas e como se prevenir, obrigado .

Avatar
Reinaldo 8 de junho de 2021

Boa tarde irmão de profissão sou mecânico de carros a mais de 40 anos um detalhe que tenho notado , com muita frequência é a rosca da vela quando fica escura perde o tratamento ,trava no cabeçote ou quando corrói a ponta devido a uso de, etanol merece atenção

Avatar
Ede Pereira 8 de junho de 2021

Veio a tona as dicas! Estou com jogo de velas para serem trocadas e o carro está exatamente com esses probleminhas! Gostei

Avatar
Heroli 8 de junho de 2021

Amei essa dica ..

Avatar
katiane Mariluce do Nascimento 8 de junho de 2021

Achei,bem interessante estes comentários.

Avatar
Paulo 8 de junho de 2021

Sabe TD vcs valeu

Avatar
Jader 8 de junho de 2021

Muito boa a dica

Avatar
João Artur Graf...inventor da vela rastreante com ignição por plasma reduz 99s emissões e50% do consumo atual dos motores ciclo Otto e diesel, Patente indeferida no Brasil e deferida na China. 5 de junho de 2021

Eu inventei uma vela rastreante,que da mais potência e menos consumo,ver no Google vela rastreante Patente indeferida no inpi de 1996 a 2004, e deferida na China em 2015.

Avatar
Sir.Alves 5 de junho de 2021

Amigo, que eu saiba motores diesel nao usam velas de ignicao, o centelhamento vem atraves do tempo do compressao no terceiro ciclo do tempo do motor… Outra coisa, na China nao registram patentes para mercado interno, ja que eles nao reconhecem direito autoral, e disso vem a avacalhacao das copias descaradas e muambas exportadas ao mundo todo…

Avatar
CARLOS 7 de junho de 2021

Um verdadeiro golpe de mestre oriental.no ocidente?
O mundo inteiro, transferiu as empresas de alta tecnologia para China, no intuito de mão de obra barata.Ai eles aprenderam toda a evolução tecnológica do ocidente
Melhoraram os produtos ,agora o mundo está nas mãos dos chineses.
Ex vacinas,medicamentos,carros,etc ficamos dependentes dos chineses,amarrados no golpe de mestre.chines kkkkkkk

Avatar
Felipe 12 de junho de 2021

Com certeza vc não sabe como funciona um motor a diesel, picareta fazendo picaretagem kkkkkkkk

Avatar
Comentarista 4 de junho de 2021

Carro tem que ser elétrico.
Motor a combustão já deveria ser peça de museu há dezenas de ano por vários motivos:

1. O carro elétrico é mais “limpo” e Eficiente.
Nem se compara a eficiência do elétrico (95%) com o motor a combustão (35%), que já deveria ter virado peça de museu há tempos.

2. Prático
Não tem o enorme espaço roubado por motor e transmissão, sobrando muito mais para passageiros e bagagem.

3. Manutenção
Motor elétrico não tem centenas de peças móveis nem troca de óleo, água, velas ou correias. Nem caixa de marchas, diferencial ou cardã. Tem uma única peça móvel. E não ferve…

4. Custo por km
Cerca de três vezes mais eficiente, reduz o custo do km rodado.

5. Desempenho
Torque total desde que se encosta o pé no acelerador. Pode ter tração integral sem o peso nem o espaço ocupados pelo eixo cardã dentro de um túnel: um motor no eixo dianteiro, outro no traseiro. E centro de gravidade lá em baixo pois as baterias ficam sob o assoalho.

6. A corrente elétrica não necessita de pesadas baterias, pois a energia pode ser gerada no próprio carro etc…
São inúmeras as vantagens…
Aí sim hein! Carro elétrico é o futuro.

Avatar
FELIPE PACHECO DE LIRA 4 de junho de 2021

Gostaria de saber qual modelo do seu carro elétrico ?

Avatar
Sandro silva 4 de junho de 2021

Gostei dessa nem carro ele tem

Avatar
João Batista 8 de junho de 2021

O carro elétrico dele é aquele do autorama série fittipaldi, kkkk

Avatar
Lucio alves 6 de junho de 2021

Parceiro, esquece não, moramos no Brasil, nem todos tem ou terão condições de ter um bólido elétrico,visto o valor exorbitante destes.

Avatar
Antônio polato 9 de junho de 2021

Sim exatamente o futuro. Hj o carro elétrico no Brasil tem custo proibitivo.

Avatar
Mario 9 de junho de 2021

Em compensação as baterias são altamente tóxicas ao ambiente.

Avatar
Anderson 9 de junho de 2021

Tá, agora volta pra realidade, pegue seu carro flex e abasteça a 6 reais o litro

Avatar
Jose Luis 10 de junho de 2021

Até concordo com tudo que falou, mas infelizmente o preço também é o do futuro, futuro neto, futuro bisneto, etc….

Avatar
Deixe um comentário