BYD King: sedã PHEV líder no mundo chega para derrubar Corolla

Sedã chinês aposta em motorização híbrida como o seu concorrente japonês, mas se destaca por ser do tipo plug-in

byd king gl branco diagonal
O King recebe duas versões no Brasil, a GL e a GS (Fotos: Lucas Silvério | AutoPapo )
Por Lucas Silvério
Publicado em 18/06/2024 às 11h15
Atualizado em 21/06/2024 às 13h37

A BYD chegou no mercado de carros brasileiro com modelos mais sofisticados como o SUV elétrico Tan, mas depois de atingir um público de entrada para a categoria dos descarbonizados com os compactos Dolphin e Dolphin Mini, a BYD torna a olhar para modelos maiores. E é nesta linha que vem o BYD King, novo sedã médio híbrido plug-in da marca que chega para competir em uma categoria que já vendeu muito no Brasil, mas vem sendo amassada pelos SUVs.

VEJA TAMBÉM:

É inegável que a moda dos SUVs levou consigo alguns dos fãs dos sedans, tanto que gigantes como a Honda e a Toyota criaram versões utilitárias dos seus campeões, o Corolla Cross, para o Corolla sedã, e o ZR-V, versão do Civic.

  • A BYD aponta que trazer o King para o Brasil é uma aposta no gosto do brasileiro. Segundo a assessoria da marca ainda existe mercado para o sedã, porém a moda dos SUVs fez com que outras montadoras diminuíssem o número de sedans. O novo chinês seria uma forma de tirar a prova se a categoria de bagageiro mais espaçoso ainda tem comoção ou se os utilitários realmente venceram.
byd king gl branco l esquera
O novo BYD King é um sedã médio

Preços do BYD King

  • King GL: R$ 175.800
  • King GS: R$ 187.800

Quem realizou a reserva antes do lançamento terá um desconto de R$ 6 mil, que é o valor do sinal para garantir a vaga na fila. Assim, a versão GL sairá por R$ 169.800 e a GS por R$ 181.800. Esses preços menores estão válidos até o dia 19 de junho.

Como referência, o Toyota Corolla híbrido é oferecido na versão Altis por R$ 190.120 e chega a R$ 200.910 na Altis Premium.

BYD King: Versões e motorização

O novo sedan da chinesa chega com destaques para suas motorizações, que embora seja de 1.5 L aspirado em ambas versões que chegam ao Brasil – a GL de entrada e a GS top de linha – apresentam baterias que prometem muita autonomia.

  • O BYD King GS faz de 0 km/h a 100 km/h em 7,3 segundos e o GL em 7,9 segundos.

O sistema híbrido do BYD King GL vêm com uma bateria de 8,3 kWh de capacidade, que somado ao motor a gasolina garante uma autonomia de até 1.000 km. Já o King GS tem uma “pilha” bem maior e seus 18,3 kWh levam o conjunto a um máximo de 1.200 km de autonomia.

byd king gl branco traseira
A trasteia tem uma mala de 450 litros

Fazendo uma conta de calculadora, a média de consumo do BYD King GL é de 20,8 km/l e o GS faz até 25 km/l – considerando sua autonomia máxima e a capacidade do tanque de combustível que é de 48 L.

  • É importante falar que essas médias e autonomias consideram o uso do modelo com os dois motores trabalhando simultaneamente. Se o condutor optar por levar o King apenas no modo elétrico a autonomia cai drasticamente. Sendo tracionado apenas pelo propulsor elétrico a versão GS faz até 120 km de autonomia segundo o ciclo NEDC, ou 80 km pelo Inmetro, e o GL singelos 100 km (NEDC) ou 36 km (Inmetro).

Além da motorização, os King GL e GS se diferenciam em algumas outras minúcias como: as zonas de ar-condicionado, que o top de linha tem duas e o de entrada apenas uma; a quantidade de alto-falantes que são de 8 (GS) e 6 (GL); potência do carregamento, que no GS é duas vezes maior; e na luz central dianteira continua, ajuste elétrico do banco do passageiro em 4 direções e iluminação ambiente interna multicolor, que só o GS tem.

King GS

Falando um pouco mais especificamente dos motores dos novos sedãs, a bateria do King GS é capaz de atingir 197 cv e um torque de 33,1 kgfm. Já o motor a combustão atinge 110 cv a  6.000 rpm e 13 kgfm a 4.500 rpm. A potência combinada destes propulsores é de 235 cv.

BYD King GL

Na versão de entrada os números também não decepcionam e embora sejam mais singelos o GL até um teto de 179 cv e 32 kgfm apenas com o elétrico e somando ao mesmo propulsor a combustão seus resultados chegam a 209 cv.

  • Para ambas as versões do BYD King a velocidade máxima é de 185 km/h.
byd king gl preto roda
Ambas as 4 rodas tem freios a disco e ABS

Exterior

Por fora o sedã médio que tem comprimento de 4780 mm, largura de 1837 mm, altura de 1495 mm e 2718 mm de entre-eixos, apresenta um visual que seus concorrentes vêm deixando de lado nos últimos tempos e apostando mais na esportividade, a elegância.

No para-choque dianteiro a grade tem vários detalhes em marcas que se assemelham a riscos e se estendem até a geometria dos faróis. As luzes em LED somadas à mesma pegada na parte traseira e com o risco que se estende de um lado a outro ainda mais evidente, garantem este ar mais executivo a ele. Sua antena é embutida no vidro traseiro.

Interior

Já por dentro o painel e as telas de instrumentos seguem o design que a marca já costuma apresentar em seus modelos, como a tela giratória e as linhas de design. Porém dois pontos que valem muito serem destacados são: o acabamento soft touch, com borrachas macias em todas as portas e parte do painel, e também o “câmbio”, que diferente dos pequenos Dolphin, está onde o brasileiro está acostumado (embora seja um botão giratório).

Além de tudo o painel de instrumentos LCD tem 8,8 polegadas, o volante conta com vários botões de acesso, há carregamento por indução para aparelhos e smartphones, tomada 12 V, ajustes elétricos dos bancos dianteiros e na parte traseira isofix, saída de ar-condicionado central e duas portas USB.

  • A parte de multimídia ainda se destaca pela câmera 360º, compatibilidade NFC, comando de voz, GPS integrado e Apple CarPlay e Android Auto.

Segurança do BYD King

O BYD King ainda conta, para ambas as versões, com:

  • Sistema de direção assistida elétrica (C-EPS)
  • Freios ABS
  • Controle de tração
  • Sistema de distribuição eletrônica da força de frenagem
  • Assistência de partida em rampas
  • Função de frenagem confortável
  • Controle de cruzeiro
  • Freio de estacionamento eletrônico
  • Sensor de estacionamento dianteiro com 2 radares
  • Sensor de estacionamento traseiro com 4 radares
  • Sistema direto de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS)
  • Chave presencial
  • Ajuste da coluna de direção manual em 4 direções
  • Airbag frontal do motorista
  • Airbag frontal do passageiro
  • Airbags laterais dianteiras
  • Airbags de cortina lateral (dianteira e traseira)
  • Cintos de segurança dianteiros com pré-tensionamento e limitação de força
  • Aviso sonoro de cinto de segurança do motorista não afivelado
  • Aviso sonoro de cinto de segurança do passageiro não afivelado
  • Aviso  de cinto de segurança traseiro não afivelado
  • Desbloqueio elétrico da tampa do tanque de combustível
  • Desbloqueio elétrico do porta-malas
  • Limpador de para-brisa intermitente
  • Desembaçador elétrico do vidro traseiro
  • Ajuste elétrico dos espelhos retrovisores
  • Espelho retrovisor com aquecimento
  • Rebatimento elétrico dos retrovisores
byd king gl branco cupe
A queda cupê na traseira é um diferencial

Opções de cores ficam na escala de cinza

O novo King que tem opções em branco, cinza e preto para ambas as versões. O interior é sempre cinza com preto.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify YouTube PodCasts YouTube PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcelo 21 de junho de 2024

Carro mal equipado, caro e desconhecido. Não vai fazer nem cócegas no Corolla. Esses títulos sensacionalistas para as matérias são para gerar clicks ou os jornalistas realmente acreditam que esses abacaxis chineses, que estão desovando pra cá, vão vingar e vender mais que as marcas tradicionais?

Avatar
Polvo 21 de junho de 2024

A propaganda é boa, tem bastante tecnologia que tornaria o modelo da BYD bastante convidativo, porém cativar um consumidor conservador, que é o caso dos clientes da Toyota que buscam principalmente, confiabilidade, conforto e valor de revenda acho difícil. Pagar 170 num BYD no lançamento ou 190 num Corolla? Não sei, mas acho bastante difícil “destronar” o Corolla.

Avatar
Diamond 20 de junho de 2024

É muita propaganda para pouca confiança…. Acredito que depois de vender muito, o produto cai de qualidade e também não terá assistência técnica…. Vão perder incentivos do governo originário….

Avatar
Nelson 20 de junho de 2024

Líder do mercado? Tenho lá minhas duvidas!!! Acredito que o modelo energético para o Brasil seria o híbrido plug in / Etanol. No meu caso iria de Corolla.

Avatar
HAF 18 de junho de 2024

Por este preço… nem que fosse Honda ou Toyota iria se tornar lider de segmento… Inviável.

Avatar
Deixe um comentário