Carros híbridos mais baratos do Brasil

Selecionamos sete modelos que combinam combustão e eletricidade... Mas nenhum deles custa menos do que R$ 120 mil

Por Fernando Miragaya 28/01/19 às 11h34
Especial para o AutoPapo

Os híbridos ganham força no Brasil, diferentes marcas preparam lançamentos de versões que combinam motores a combustão e elétricos e até o Rota 2030, o programa de incentivos do Governo Federal para o setor apresentado em 2018, acena com impostos mais leves para carros mais eficientes. Contudo, isso ainda não representou a democratização, de fato, da tecnologia no país.

Selecionamos os sete híbridos mais baratos do mercado. Baratos, como força de expressão, já que nenhum deles figura abaixo dos R$ 120 mil. Em compensação, tem-se economia de combustível, nível de equipamentos e conforto condizentes e desempenho que não deixa a desejar a muito carro puramente a combustão por aí.

7º Lexus ES 300h

Lexus ES 300h está entre os híbridos do Brasil
Lexus ES 300h (Foto Felipe Boutros | AutoPapo)
Preço R$ 239.990
Motor a combustão 2.5 16V de 178 cv e torque de 22,5 kgfm
Motor elétrico 118 cv e 20,2 kgfm
Potência combinada 218 cv
Câmbio CVT
Consumo PBEV N/D
Garantia da bateria 8 anos

A Lexus domina e fecha a lista de híbridos do Brasil com este sedã que oferece um dos desempenhos mais interessantes desta relação. Conforto ao rodar, espaço interno e isolamento acústico são os destaques do modelo, que oferece quatro modos de condução. Entre os equipamentos, chamam a atenção os airbags laterais traseiros e o carregador sem fio de celular.

Confira o sexto lugar! Você pode se surpreender.

6º Mercedes-Benz C200 EQ Boost

Híbridos do Brasil: C200 EQ Boost
Mercedes-Benz C200 EQ Boost (Foto Mercedes-Benz | Divulgação)
Preço R$ 228.900
Motor a combustão 1.5 16V, turbo de 183 cv e torque de 28,5 kgfm;
Motor elétrico 13,3 cv e 16,3 kgfm
Potência combinada 197 cv
Câmbio automático de nove marchas
Consumo PBEV N/D
Garantia da bateria 10 anos

É a chance de conciliar a sofisticação da Mercedes com a tecnologia de carros híbridos. Mas aqui trata-se de um sistema conhecido como híbrido parcial. O motorzinho elétrico ajuda o propulsor turbo a gasolina transferindo até 14 cv de energia proveniente das frenagens em situações específicas, principalmente de aceleração e arrancada.

O Mercedes-Benz C200 EQ Boost tem tração traseira, bateria suplementar e cinco modos de condução que atuam no motor, câmbio, direção, suspensão e controle de estabilidade.

Veja o 5º colocado no ranking dos híbridos mais baratos.

5º Lexus NX 300h Dynamic

Híbridos no Brasil: Lexus NX 300h Dynamic
Lexus NX 300h Dynamic (Foto Lexus | Divulgação)
Preço R$ 219.990
Motor a combustão 2.5 16V de 155 cv e torque de 21,4 kgfm
Motores elétricos dianteiro de 143 cv e 27,5 kgfm e traseiro de 67 cv e 27,5 kgfm;
Potência combinada 194 cv
Câmbio CVT
Consumo PBEV 12,6 (U) e 11,1 km/l (R)
Garantia da bateria 8 anos

O SUV de tração integral traz dois motores elétricos, um em cada eixo. Mesmo assim, a potência combinada de 194 cv não dá conta do jipão de mais de 1,8 tonelada – o que se reflete no consumo apenas normal e nas saídas de semáforo. Compensa com boa dose de conforto, equipamentos e espaço.

O 4º lugar também vai ser um japonês? Confira!

4º Mini Cooper S E Countryman ALL4

Preço R$ 199.990
Motor a combustão 1.5 12V turbo de 136 cv e torque de 22,4 kgfm
Motor elétrico 88 cv e 16,4 kgfm
Potência combinada 224 cv
Câmbio automático de seis marchas
Consumo PBEV 12,6 (U) e 12,5 km/l (R)
Garantia da bateria 8 anos ou 100.000 km

Turbo, tração integral e motor elétrico traseiro prometem deixar o primeiro híbrido plug-in da marca bem mais divertido. Promete autonomia de até 40 km e velocidade de até 125 km/h só no modo elétrico, que pode ser acionado por meio de botão. O tempo de recarga das baterias é de três horas, em média. Mesmo custando quase R$ 200 mil, está na lista dos híbridos mais baratos do Brasil.

Não deixe de conferir o “top 3” dos híbridos mais baratos do Brasil.

3º Ford Fusion Titanium Hybrid

Ford Fusion híbrido no Brasil
Ford Fusion híbrido (Foto Boris Feldman | AutoPapo)
Preço R$ 164.900
Motor a combustão 2.0 16V de 143 cv e torque de 17,8 kgfm
Motor elétrico 120 cv e 18 kgfm
Potência combinada 190 cv
Câmbio CVT
Consumo PBEV 16,8 (U) e 15,1 km/l (R)
Garantia da bateria 8 anos ou 160.000 km

O Fusion híbrido é um sedã médio-grande, tem espaço de sobra, boa lista de equipamentos e pode rodar até os 100 km/h só no modo elétrico, obviamente ao usar o pedal do acelerador com parcimônia.

A central multimídia adequa o uso dos motores e os regimes de giros do conjunto de acordo com os trajetos diários registrados no GPS para uma melhor eficiência no dia dia. O grande porém do Ford Fusion híbrido é o seu peso, que faz o carro parecer se “arrastar” em determinadas situações.

Veja o vice-canpeão entre os híbridos mais baratos do Brasil.

2º Lexus CT 200h Eco

Híbridos do mercado brasileiro: Lexus CT 200h
Lexus CT 200h (Foto Lexus | Divulgação)
Preços R$ 135.750
Motor a combustão 1.8 16V de 99 cv e torque de 14,5 kgfm
Motor elétrico 82 cv e 21 kgfm
Potência combinada 136 cv
Câmbio CVT
Consumo PBEV 15,7 (U) e 14,2 km/l (R)
Garantia da bateria 8 anos

O modelo da marca de luxo da Toyota tem comportamento bem parecido com o Prius, com desempenho que sempre vai privilegiar o modo elétrico e as mesmas opções de condução. Se vale, porém, de um acabamento interno mais requintado que o do “primo pobre”, que lidera o ranking de híbridos mais baratos do Brasil. O espaço traseiro, contudo, é apertado.

Qual é o híbrido mais barato do Brasil? Nós te contamos!

1º Toyota Prius

Híbridos do mercado brasileiro: Toyota Prius
Toyota Prius (Foto Toyota | Divulgação)
Preço R$ 125.450
Motor a combustão 1.8 16V de 98 cv e torque de 14,2 kgfm
Motor elétrico 72 cv e 16,6 kgfm
Potência combinada 123 cv
Câmbio CVT
Consumo PBEV 18,9 (urbano) e 17,0 km/l (rodoviário)
Garantia da bateria 8 anos

O Prius, híbrido mais popular do mundo, está na quarta geração e tem no desempenho gradual e suave sua principal característica. Até os 50 km/h é capaz de rodar apenas na eletricidade. Tem  quatro modos de condução – Normal, Eco (que prioriza a eletricidade), Power (prioriza o desempenho, mesmo a combustão) e EV (para estacionar) – e opção no câmbio CVT que aumenta a atuação do freio motor para carregar as baterias.

*Publicada originalmente em 14 de janeiro de 2019 às 19:33

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Paulo Cesar 8 de setembro de 2019

    99+82=136?

    • AutoPapo
      AutoPapo 9 de setembro de 2019

      Olá, Paulo Cesar.

      A potência total (combinada dos motores) em carros híbridos não é a soma delas.

      Obrigado e abraço

Avatar
Deixe um comentário