Cinto no banco traseiro: o que o acidente do ex-BBB Rodrigo Mussi nos ensina

O ex-BBB Rodrigo Mussi estava no banco traseiro de um carro de aplicativo sem o cinto de segurança, ele ficou em estado grave após uma batida

colocar cinto seguranca banco atras shutterstock
Um passageiro sem cinto é projetado para a frente com seu peso multiplicado (Foto: Shutterstock)
Por Eduardo Rodrigues
01 de abril de 2022 12:02
Matéria atualizada em 04 de Abril de 2022

Na noite dessa quinta (31) um motorista de aplicativo bateu na traseira de um caminhão na Marginal Pinheiros em São Paulo (SP). O motorista estava com o cinto de segurança e saiu ileso. Porém o passageiro, o ex-BBB Rodrigo Mussi, 36 anos, estava sem o cinto e sofreu múltiplas fraturas pelo corpo e traumatismo craniano.

Segundo o G1, ele foi levado para o Hospital das Clínicas onde passou por uma cirurgia na perna e na cabeça. Ele ficará em estado de observação por 48 horas.

VEJA TAMBÉM:

A importância do cinto de segurança no banco traseiro

No Código de Trânsito Brasileiro diz que é obrigatório o uso do cinto de segurança por todos os passageiros de um veículo. O motorista do veículo recebe uma multa grave com penalização no valor de R$ 195,23. Mas a importância do cinto vai além da multa.

O Renault Logan do motorista de aplicativo acertou a traseira de um caminhão e ficou bastante danificado. Porém graças ao cinto de segurança o motorista saiu ileso. Já o passageiro, foi arremessado para a frente e sofreu as lesões que falamos anteriormente.

Conversamos com José Aurélio Ramalho, diretor-presidente Observatório Nacional de Segurança Viária, para explicar a importância do passageiro usar o cinto. Ele explica que o ocorrido é fruto da lei da inércia: um objeto que esteja em movimento tende a continuar em movimento a menos que uma força atue sobre ele.

O passageiro, assim como o carro, está em movimento. Com a batida o carro parou, mas o corpo solto do passageiro continuou em movimento. Ramalho usou como exemplo que em uma colisão a 50 km/h o passageiro é lançado a 15 vezes de seu próprio peso. Ou seja, uma pessoa de 100 kg passa a “pesar” 1,5 tonelada.

No caso desse acidente, o passageiro estava no assento direito sem ninguém a frente. Mas se estivesse atrás do motorista, essa projeção poderia ser fatal para o condutor.

A palavra do aplicativo

Procuramos a 99, aplicativo pelo qual a viagem de Mussi estava sendo feita, para saber qual é a sua instrução aos motoristas e passageiros sobre o uso do cinto.

A 99 informa que o uso de cinto é obrigatório para todos os usuários, conforme previsto pelo Código de Trânsito Brasileiro. Para reforçar essa regra, a plataforma conta com políticas no app por meio de seu Guia da Comunidade, que oferece orientações para os usuários sobre a importância do uso de cinto de segurança, mesmo no banco traseiro.”

Atualização: A 99 emitiu outro comunicado após a publicação da matéria. Nele reforça que a empresa já informava da importância de todos os ocupantes usarem o cinto. O comunicado também traz novas políticas do aplicativo para garantir mais segurança.

Dentre as medidas, iniciamos ações massivas de educação e iremos aprimorar as nossas políticas para manter o ambiente mais seguro para todos os usuários. Já está ativa a possibilidade de o motorista cancelar a viagem caso o passageiro se recuse a usar a proteção, sem sanção ao condutor. Também já implementamos banners de avisos adicionais pedindo o uso do cinto de segurança antes e no início das corridas. Em breve, mensagens de voz também serão adicionadas para esse reforço.

Nas próximas semanas, haverá um espaço dedicado para motoristas e passageiros reportarem viagens sem o uso do cinto de segurança – ou seja, com mais facilidade no app. Usuários que desrespeitarem as regras receberão alertas educativos e até bloqueios, em casos de reincidência.

Trabalhamos todos os dias pela nossa comunidade, reforçando direitos e deveres, respeito e cuidado, para um ambiente seguro para todas e todos.”

O Boris já alertou sobre a importância de usar o cinto no banco traseiro:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Maria Dulce 1 de abril de 2022

Meu filho sempre me alertou para isso; de hoje em diante sempre usarei o cinto de segurança, já que sou usuária de táxi. Glória a Deus. Obrigada.

Avatar
Deixe um comentário