[Recall] Fiat Ducato pode apresentar falha no motor

Tubo de alimentação de ar do propulsor dos furgões ano/modelo 2018 e 2019 podem se soltar, gerando desaceleração

fiat ducato 2018 50
Por AutoPapo
13 de maio de 2019 10:31

A Fiat Chrysler Automóveis (FCA) convocou, nesta segunda-feira (13), os proprietários dos veículos Fiat Ducato ano/modelo 2018 e 2019 para verificação e ou substituição da abraçadeira metálica responsável pela fixação do tubo de alimentação de ar do motor.

De acordo com a fabricante, foi detectado, nos Fiat Ducato envolvidos, a possibilidade da soltura do tubo de alimentação de ar do motor, provocando, consequentemente, a perda da força motriz do componente, o que compromete as condições de dirigibilidade dos veículos.

Nesses casos, há aumento do risco de colisão e da ocorrência de danos físicos e materiais ao condutor, aos passageiros e a terceiros.

Os agendamentos para o reparo já podem ser realizados pelo telefone 0800 707 1000. O serviço dura aproximadamente uma hora. Para saber mais detalhes sobre o chamamento dos Ducato, acesse a página de recall da marca.

Abaixo, os chassis dos Fiat Ducato envolvidos

  • Ano/modelo: 2018 e 2019
  • Chassis: 150109 a 505287
fiat ducato 2018 50

A reestilização do Fiat Ducato chegou ao mercado brasileiro em 2018. O utilitário vem importado do México em 13 versões: três furgões de carga (mais duas ambulâncias), quatro configurações de passageiros (uma com acesso para cadeirantes), duas multiuso, para transformações, e a Chassi. Essa última é nova e coloca o modelo no segmento de transportes de cargas e implementações diversas.

O AutoPapo testou o concorrente Citroën Jumpy; confira o vídeo

Foto do Fiat Ducato FCA | Divulgação

SOBRE
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Adriano 14 de maio de 2019

Além de ter um aspecto horrível, ainda vem com defeito, credo.

Avatar
Deixe um comentário