Homem realiza sonho e recompra antiga caminhonete que foi do avô

Picape passou 44 anos nas mão de um único proprietário, que reconheceu o valor sentimental e a revendeu pelo valor simbólico de US$ 75

Por AutoPapo 11/08/20 às 09h04

Uma antiga caminhonete Chevrolet 3.100 ano 1957, toda enferrujada é um sonho realizado para o norte-americano Tom Leenstra, de Prinsburg, Minnesota. O veículo foi vendido há exatos 44 anos pelo avô dele e, desde então, permaneceu nas mãos de um único dono, residente na mesma cidade.

Confira mais detalhes no vídeo:

Durante esse período, o veículo trabalhou muito: o último proprietário a utilizava em uma fazenda. Assim, a antiga caminhonete está longe de ostentar um estado de conservação digno de item de coleção. Na verdade, a picape está bastante enferrujada, a ponto de alguns pontos da carroceria terem simplesmente dado lugar a buracos.

VEJA TAMBÉM:

Porém, a velha picape aparenta estar em boas condições mecânicas: o motor funciona e ela se movimenta sem qualquer problema. Além disso, alguns detalhes demonstram grande nível de originalidade: o painel, por exemplo, nunca foi cortado para a instalação de um sistema de som.

caminhonete antiga chevrolet 3100
Antiga caminhonete Chevrolet 3.100 está enferrujada, mas funciona bem

Desse modo, o preço de compra, fechado por apenas US$ 75 (cerca de R$ 410), foi uma verdadeira pechincha pela Chevrolet 3.100 1957. Trata-se do mesmo valor pelo qual o avô do novo proprietário a negociou mais de quatro décadas atrás. O então dono, Bob Sportal, concordou em vender a antiga caminhonete por esse valor devido à importância que ela tem para a família de Leenstra.

Caminhonete antiga carrega inúmeras memórias

No momento, o veículo está servindo como uma espécie de máquina do tempo. É que Tom Leenstra tem resgatado memórias da família sempre que embarca na picape. Ele pretende fazer consertos e melhorias nela nos próximos anos. Porém, os planos a curto prazo são apenas de dirigi-la o máximo possível.

Foto: Reprodução

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Claudio Lourenço 11 de agosto de 2020

    Meu pai teve um Corcel I 1977 durante toda a sua vida até morrer em 2011. Era o seu xodó ! O carro ficou comigo mas tive que vende-lo em 2016. Espero, um dia, ter condições financeiras de poder procurar o comprador e propor comprar o carro de volta.

Avatar
Deixe um comentário