Sistema ADAS: Sabia que o alerta de saída de faixa e assistente de permanência não são a mesma coisa?

Dois recursos de segurança basicamente têm a mesma finalidade, mas que atuam de maneiras diferentes e podem gerar confusão

adas assistente permanencia saida de faixa
Ícone do carro carro entre duas faixas indica que o automóvel conta com alerta de saída de faixa ou assistente de permanência (Foto: Marcelo Jabulas | AutoPapo)
Por Marcelo Jabulas
Publicado em 09/07/2024 às 15h13
Atualizado em 16/07/2024 às 14h30

Assistentes de condução, também conhecidos como ADAS, estão cada vez mais presentes nos automóveis. Desde o corriqueiro sensor de manobra aos pacotes de condução autônoma, cada vez mais a eletrônica ajuda o motorista. Mas há equipamentos com funções parecidas, mas que podem gerar confusão e no lugar de ajudar acabam atrapalhando.

VEJA TAMBÉM:

É o caso dos assistentes que indicam se o motorista está invadindo a faixa vizinha. Há dois tipos de equipamentos comuns para essa finalidade. Basicamente eles avisam que o motorista está “comendo faixa”, o que pode provocar uma colisão com o automóvel que trafega ao lado ou no sentido contrário.

Cada fabricante dá seu próprio nome para esses instrumentos. Monitor de permanência em faixa, alerta de saída de faixa, alerta de evasão de pista, assistente de permanência em faixa. E tem até mesmo o chamado assistente de permanência e centralização.

No entanto, cada um atua de uma forma específica. E é nessa hora que o motorista pode se confundir com o funcionamento do sistema e não conseguir evitar o pior. Mas vamos te ajudar a entender o que cada um faz.

Alerta de saída de faixa ou evasão de pista

citroen suv c4 cactus alerta saida faixa
C4 Cactus conta com alerta de saída de faixa que emite sinais quando motorista invde a faixa ao lado (Foto: Citroën | Divulgação)

Este sistema conta com sensores capazes de visualizar as marcações da pista e emite sinais quando o motorista trafega sobre a faixa ao lado ou inicie a saída da pista sem sinalizar. Geralmente há ícones amarelos no painel, assim como sinais sonoros.

A Nissan adicionou no Sentra um mecanismo de vibração no volante. Já a General Motors utiliza um alerta luminoso que era projetado no para-brisas, assim como um sistema vibratório no banco do motorista.

No entanto, nestes casos ele apenas avisa o motorista da invasão da faixa e o motorista precisa retomar a trajetória correta dentro de sua faixa na pista. Ou seja, não há atuação do sistema na correção direção.

Assistente de permanência em faixa do ADAS

Já o assistente de permanência em faixa conta com os mesmos recursos que o alerta de saída de faixa. A principal diferença é que este sistema é mais sofisticado e permite que o próprio carro corrija a trajetória mantendo o veículo em sua faixa quando percebe a saída sem sinalização.

audiq32
Audi Q3 foi pioneiro no sistema de permanência em faixa no Brasil (Foto: Audi | Divulgação)

Neste caso, o assistente atua junto com a direção elétrica do veículo. Um dos primeiros modelos a utilizar a tecnologia no Brasil foi o Audi Q3, em 2012. Basicamente, ele corrigia a direção automaticamente e em seguida emite alertas para que o motorista ficasse atento à direção.

De lá para cá a tecnologia se sofisticou bastante e o funcionamento mais preciso. A Hyundai por exemplo utiliza um sistema que não apenas corrige a trajetória mas atua para manter o carro centralizado na sua faixa. Ou seja, ele evita a saída e não deixa que o automóvel fique próximo da demarcação, sem colar demais nos veículos ao lado.

O problema é que muitas vezes o consumidor é mal orientado no momento da compra. Assim, um carro com apenas o alerta não vai deixar de invadir a pista lateral e evitar uma colisão.

Da mesma forma que o assistente de permanência quando ativado irá fazer a correção da trajetória mesmo que, por exemplo, um outro veículo esteja invadindo sua faixa e instintivamente o motorista direcione para o lado e comece uma briga com o assistente, ou apenas queira mudar de faixa, mas esqueceu de dar a seta.

Ou seja, leia sempre o manual de instruções para saber qual recurso vem equipado no seu carro. E vale lembrar que estes assistentes podem ser desabilitados facilmente. Há sempre uma tecla no painel que mostra um carrinho entre duas faixas. Mas o mais importante é que o motorista deve manter sempre a concentração enquanto dirige. Estes recursos são apenas auxiliares para aumentar a segurança e nunca deve substituir a atenção do motorista.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify YouTube PodCasts YouTube PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário