Conheça os novos atributos do Honda Civic, o sedã médio que menos desvaloriza no Brasil

Mais completo desde a versão de entrada LX, sedã agrega tecnologia, design arrojado e segurança já reconhecidos

Por AutoPapo 12/11/20 às 14h00
CONTEÚDO PATROCINADO
honda civic 2021 versao lx azul visto de frente
Honda Civic LX recebe faróis com regulagem elétrica de altura e central multimídia de 7" (Foto: Honda | Divulgação)

A Honda acaba de lançar a linha 2021 do sedã médio Civic. Mais evoluído, o modelo recebe sensor crepuscular, novas centrais multimídias em algumas versões e outros equipamentos de série. Confira detalhes de design, dirigibilidade e conforto.

LEIA MAIS

Itens de série do Honda Civic 2021

Desde a versão LX, o Honda Civic oferece um pacote completo de equipamentos, dos quais se destacam:

  • ar-condicionado digital;
  • freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold;
  • controle de cruzeiro;
  • botão ECON de modo de condução econômico;
  • vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições;
  • câmera para manobras em ré;
  • rodas de liga leve de 17 polegadas com alerta de pressão dos pneus; e
  • transmissão CVT.

Na linha 2021, todas as configurações passam a oferecer faróis com regulagem elétrica de altura e sensor crepuscular. A opção LX ganha o sistema multimídia de 7 polegadas, com conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, além de iluminação no porta-luvas e nos espelhos dos para-sóis.

As versões Sport e EX passam a contar com o sistema Smart Key, que elimina a necessidade da chave para destravamento das portas e partida do veículo. A EX ganha ainda saídas de ar condicionado traseiras e sensor de estacionamento traseiro.

O modelo EXL, por sua vez, traz como principais novidades a adoção dos faróis Full LED, bem como o farol de neblina em LED – os mesmos adotados no Touring -, além de uma nova central multimídia de 7 polegadas com botão físico giratório para controle do volume, o que torna mais cômoda a operação do sistema de áudio.

A versão Touring também ganha essa novidade na central multimídia e mantém os seus equipamentos exclusivos, como o teto solar elétrico, o sistema de áudio com 10 alto-falantes e 452 watts, o carregamento de celular por indução e o sistema LaneWatch de monitoramento de ponto cego por meio de câmera, dentre outros itens.

Todas as versões do Honda Civic 2021 trazem ainda:

  • airbags frontais (com costura em espiral para melhor desempenho no momento do disparo), laterais e de cortina;
  • controle de tração e estabilidade VSA (Vehicle Stability Assist);
  • sistema de partida em aclive (HSA);
  • sistema de vetorização de torque baseado em frenagem Agile Handling Assist (AHA);
  • luz de frenagem de emergência;
  • freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD);
  • luzes de rodagem diurna (DRL);
  • lanternas traseiras em LED; e
  • sistema de indicação de perda de pressão dos pneus (TPMS).

Design arrojado

Em meados de 2019 o Civic já havia passado por uma atualização no visual. As versões LX, EX, EXL e Touring trazem grade frontal e molduras laterais do para-choque com acabamento cromado, bem como rodas de liga leve de dez raios de 17 polegadas em grafite brilhante.

Na traseira, todas as versões possuem acabamento cromado na parte inferior do para-choque. Os modelos EXL e Touring têm ainda as colunas de portas em preto brilhante.

A versão Sport, por sua vez, reforça seu caráter mais esportivo com acabamentos frontais e retrovisores em preto brilhante e aerofólio na tampa traseira. As rodas de liga leve de cinco raios, com acabamento diamantado escurecido, finalizam o estilo externo do modelo.

Os modelos LX e Sport trazem bancos em tecido premium na cor preta, enquanto as demais versões trazem duas opções de revestimento interno dos bancos em couro: preto ou cinza, dependendo da cor externa.

Para todas as versões do Civic 2021 são disponibilizadas as cores Branco Tafetá (sólida), Prata Platinum (metálica), Preto Cristal (perolizada) e Branco Estelar (perolizada especial). As versões LX, EX, EXL e Touring também estão disponíveis nas cores Cinza Barium e Azul Cósmico (metálicas).

Valor de revenda do Civic

Em 2020 o Honda Civic foi eleito o sedã médio que menos desvaloriza no mercado brasileiro, ou seja, aquele que mais preserva o valor investido pelo proprietário, segundo estudo da Kelley Blue Book Brasil, em parceria com a revista Quatro Rodas.

Estrutura e conjuntos mecânico eficientes

O Civic oferece dois conjuntos motrizes, desenvolvidos para proporcionar um desempenho ágil, com alta eficiência energética e adequado a cada versão. A motorização 2.0 i-VTEC FlexOne, com até 155 cv a 6.300 rpm e 19.5 kgfm a 4.800 rpm no etanol – disponível nas versões LX, Sport, EX e EXL – é acoplada à transmissão continuamente variável (CVT), permitindo um rodar mais confortável e uma melhor eficiência energética.

A transmissão traz a opção de sete marchas simuladas que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante nas versões Sport, EX e EXL.

O motor 1.5 de quatro cilindros, que equipa a versão Touring, traz turbo de baixa inércia, injeção direta, variação de tempo de abertura de válvulas (VTC) e válvula wastegate eletrônica, gerando 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm.

Este propulsor é acoplado a uma transmissão continuamente variável que entrega ampla potência ao longo de toda a faixa de trabalho do motor e também possibilita as trocas por borboletas atrás do volante.

O Civic foi, segundo a Honda, pensado para competir com sedãs sofisticados em aspectos-chave, como sensação ao volante, precisão de direção, qualidade de rodagem e nível de ruído e vibração. Também se destacam o desempenho em aceleração e frenagem e a entrega de potência de forma linear.

Construído sob a base de uma carroceria ultra rígida e leve, o sistema de suspensão da décima geração adota um conjunto totalmente independente, com multibraços montados no subchassi traseiro. Diferencial do modelo, a suspensão oferece um alto nível de estabilidade lateral.

Buchas hidráulicas melhoram o conforto de rodagem e reduzem as vibrações, sem comprometimento da dirigibilidade esportiva. A caixa de direção elétrica com duplo pinhão e relação variável, exclusividade do Civic, permite maior precisão de direção e senso de controle – com apenas 2,2 voltas de batente a batente.

Internamente, são usados acabamentos de alta qualidade, agradáveis ao toque – no painel de instrumentos, laterais de porta, forro de teto e no largo console central. Além disso, o encaixe das peças recebe atenção especial para reforçar o aspecto superior desta 10ª geração.

O porta-malas traz capacidade de até 525 litros (LX e Sport, 519 litros nas versões EX e EXL e 517 litros na Touring), o maior dentre da história do modelo, com posição de carregamento baixa, ampla abertura e área de carga. O console central possui 7,2 litros de capacidade.

Desenvolvido para proporcionar alta segurança em diferentes cenários, o Honda Civic 2021 traz visibilidade frontal ampla e direção precisa e estável.

A versão Touring possui ainda para-brisa com tratamento acústico que reduz o ruído externo e melhora o conforto sonoro aos ocupantes.

honda civic exl 2021 visto de cima mostrando espaco interno
Honda Civic 2021 transporta cinco passageiros adultos com conforto
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Antonio Carlos 12 de novembro de 2020

Não pretendo tão cedo me desfazer do meu Fusion mas o Civic é um carro que gostaria ter, principalmente o Touring. Só estranhei que ele não tinha sensor crepuscular.

Avatar
Deixe um comentário