Calibrar com nitrogênio é jogar dinheiro no lixo!

Você faz ideia do por quê calibrar o pneu com nitrogênio não acarreta benefício algum ao rodar com seu carro no dia a dia?

Por Boris Feldman 19/10/20 às 21h31
dono proprietario homem calubrando pneu dianteiro esquerdo carro automovel
Dono do carro calibrando o pneu dianteiro esquerdo (Foto: Shutterstock)

A Continental, uma das maiores fábricas de pneus do mundo, acaba de avalizar o que eu digo há tempos. Que calibrar pneu com nitrogênio é jogar dinheiro no lixo!

O nitrogênio é muito bom e importante para os pneus da Fórmula 1, pois evita a variação da pressão quando sobe a temperatura. Não contém umidade e impede o vazamento de ar através das paredes de borracha.

Mas para os pneus do seu carro não faz quase diferença nenhuma. E, além do mais, ele custa muito caro e é encontrado em poucos postos.

O problema é que, quem vai calibrar o pneu com nitrogênio, não pode quebrar o galho e usar o ar comprimido normal dos postos. E o resultado é que o carro acaba rodando com pneus murchos (o que prejudica sua durabilidade) até encontrar um posto que tenha o equipamento com nitrogênio.

Dono do carro calibrando o pneu dianteiro esquerdo
Calibrar pneu com nitrogênio não acarreta benefício algum ao andar com o carro (Foto: Shutterstock)
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
5 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luis Fernando Borba 20 de outubro de 2020

Basta lembrar que 78% do ar que respiramos é composto por hidrogênio.

Avatar
Marcello 20 de outubro de 2020

Pequena correção, meu amigo. São 78% de Nitrogênio, não hidrogênio.

Avatar
Carlos 20 de outubro de 2020

Tive exatamente as mesmas dúvidas e fiz a mesma leitura que o colega VF acima. Fala das vantagens e depois diz que não funciona e não mostra nenhum fundamento de não funcionar

Avatar
Vf 20 de outubro de 2020

Não entendi nada, estou com dúvidas em absolutamente tudo que foi escrito na matéria:

1- Disse que não tem umidade e não vaza pela parede do pneu e disse que fizeram um estudo dizendo que não serve para carros comuns. Porque não serve? Como foi feito esse estudo? Não explicaram nada sobre o estudo, só afirmaram que não serve.

2- Porque se furar o pneu não posso colocar ar comum uma vez que o pneu foi calibrado anteriormente com Nitrogênio? Também não explicou….

Avatar
Regis 20 de outubro de 2020

Olá, a relação de pneus da F1 com o nitrogênio é que, pneus de F1 são do tipo slick, que mudam a aderência conforme muda a pressão, quanto mais pressão mais quente fica o pneu fica, isso faz com que ele derreta mais e crie mais aderência. O nitrogênio não expande com o calor, logo tudo fica sob controle. Já o pneus de carro comum, esse não é slick, basta encher na pressão recomendada e pronto. Simples.

Avatar
Deixe um comentário