O melhor e o pior carro de 2023

Participei da eleição do carro do ano e também da seleção da maior enganação da indústria do automóvel em 2023

byd dolphin premio trofeu portal
O Dolphin abalou o mercado em vários sentidos, inclusive financeiro (Imagem: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Boris Feldman
Publicado em 11/12/2023 às 07h02

Final do ano tem prêmio para todo lado, o melhor disso, o melhor daquilo. E eu participo de apenas dois deles.

VEJA TAMBÉM:

O primeiro é meu mesmo, que eu atribuo a maior mentira do ano. E o Pinóquio de Ouro de 2023 foi para a picape Volkswagen “nova” Saveiro. Por que é a maior mentira? Por causa das aspas. Nova onde?

E eu sou jurado também no mais antigo e respeitado prêmio, o carro do ano da revista Auto Esporte. Este, quem levou foi um chinês – pela primeira vez, hein – o BYD Dolphin.

Um compacto elétrico que, além de suas qualidades indiscutíveis, ainda teve o mérito de, ao chegar por apenas R$ 150 mil, bagunçar todo o mercado de automóveis e, ainda, obrigar outras marcas a reduzir os preços de seus modelos.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário