Carro elétrico: a volta do que não foi?

O carro elétrico foi fabricado pela primeira vez no final do século XIX e deus espaço para o motor a combustão nos anos seguintes

carro antigo eletrico portal
O motivo do carro elétrico ser deixado de lado era a baixa autonomia (Fotomontagem: AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
04 de julho de 2022 07:32

Eu comentei recentemente num audio sobre a volta do carro elétrico. E fui questionado por ouvintes: “Como assim a volta do elétrico? Ele surgiu há cerca de dez anos e hoje tomou conta do mercado. Voltou de onde?”

VEJA TAMBÉM:

Voltou do passado!

Lamento comunicar a falta de conhecimento histórico, pois mesmo antes do automóvel a gasolina, no final do século XIX, já existia o carro elétrico. E ele foi fabricado em razoáveis volumes no início século XX, até surgir o motor a combustão que suplantou o elétrico.

E sabe porque o elétrico foi abandonado? Por falta de autonomia.

Por incrível que pareça, o mesmo problema que aflige hoje, 150 anos depois, sua volta ao mercado..

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Valmor Alves Pereira 5 de julho de 2022

Sou Eletrotécnico, a autonomia pode facilmente ser solucionado com a instalação de Eletrovias com Eletropostos e troca Express de Células de combustível, ou baterias de lítio nem.

Avatar
HAF 5 de julho de 2022

Não sou conspiracionista… nem outras baboseiras youtuberianas… mas quem sabe se a alguém não voltou no tempo… de um futuro não muito distante do nosso… ao passado em meados de ~1840~1850 e entregou rudimentos das tecnologias de eletricidade e rolamentos a por exemplo: …Nicola T! Um dos visitados!… afinal já naquela época… ‘ele tinha estudos e experimentos’, até de transmissão elétrica sem fio por indução eletromagnética, um fenômeno físico que até hoje não bem é compreendido pelo físicos teóricos… em fim… uma boa tentativa que quase vingou… afinal… como seria se tivesse dado certo?… hoje estaríamos numa era de carros elétricos bem mais desenvolvidos…. detalhe: não fumo nem bebo, antes que venham com algum adjetivom desmeceredor. Abraço.

Avatar
Airplane 4 de julho de 2022

Além da autonomia das baterias há outros problemas sérios: preço, peso, segurança, e meio-ambiente.
Preço: existem baterias com boa autonomia mas que tem preços altos e só são vendidas em veículos igualmente caríssimos;
Peso: baterias são muito pesadas e exigem suspensões e pneus especiais e diminuem a eficiência do veículo que as carrega;
Segurança: alto risco de incêndios e explosões;
Meio ambiente: poluição e/ou destruição do meio-ambiente tanto na mineração, linha de produção, instalação, manutenção e descarte.

Avatar
Carlos França 4 de julho de 2022

Falta de autonomia??? Que mundo você está vivendo? Tem carros elétricos lançados atualmente superando os 1000 km em autonomia e as baterias ainda estão evoluindo mais!

Avatar
Deixe um comentário