Elétrico no Brasil ainda é sonho de verão

O carro elétrico tem ficado popular mundo inteiro; mas, no Brasil, a situação é diferente. Quais são os impasses dessa tecnologia por aqui?

Jac iEV20 e Caoa Chery Arrizo 5e
Jac iEV20 e Caoa Chery Arrizo 5e (Foto: Montagem AutoPapo | Ernani Abrahão)
Por Boris Feldman
11 de maio de 2021 21:30

O carro elétrico vai se tornando uma realidade no mundo inteiro. O preço e o peso das baterias já estão diminuindo, mas restam vários obstáculos a serem transpostos.

A começar do tempo para recarregar essas baterias, dos reduzidos pontos de recarga e principalmente o preço destes carros, que, se já são muito caros lá fora, aqui no Brasil eles são quase inacessíveis para grande maioria dos motoristas. Em parte pela falta de sensibilidade do Governo para subsidiá-los, para incentivar a sua importação ou produção.

VEJA TAMBÉM:

Os de menor custo aqui partem dos R$200 mil, como o Nissan Leaf, Chevrolet Bolts, o MINI Cooper e o Renault Zoe. Exceção é a Jac, fábrica chinesa associada a Volkswagen, com seu iEV20 na faixa de R$160 mil.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
ANTONIO BATISTA DOS SANTOS 12 de maio de 2021

O problema vai ficar pior, pois a discussão da atualidade não é mais o título dessa matéria e sim que os motores a explosão já não vão existir mais e mais de 6 empresas automobilística já anunciaram que já pararam de investir nestes motores, se o Brasil continuar com esse pensamento retrógrado terá que arrumar um casal de jumentos pra puxar os seus possantes. Kkkkkkkkkk

Avatar
Jose Luiz esposito 12 de maio de 2021

Carro Eletrico carregado em Tomadas da Rede de transmissao de Energia , é um TIRO NO PÉ, saiamos Fora dessa Burrice !

Avatar
Paul Muadib 7 de agosto de 2021

Imaginem 10 milhões de carros (25% da frota brasileira) ligados na tomada ao mesmo no final do dia.

Avatar
Thiago Castro 12 de maio de 2021

A Bosh está desenvolvendo uma célula elétrica de combustível que usará etanol para gerar eletricidade. Se vingar, Dig adeus as baterias.

Avatar
vera brasil 12 de maio de 2021

que droga de artigo.
Aqui no canada tem incentivo de $5.000 dolares para quem trocar o carro por um eletrico.As concessionarias dao desconto tambam de $5.000.
Ontem peguei 2 uber eletricos da Tesla. o motorista me falou que a recarga e de 30 minutos e custa $8.00 , e ele pode rodar 350 kilometros.
E aqui no Brasil e este atrazo

Avatar
Denis Rodrigo de Carvalho Maciel 12 de maio de 2021

Bom dia, tudo bem?
Tudo bem, questionar que a condição para ter carros elétricos no Brasil, não é a ideal… Também vejo isso.
Mas o que o artigo tem com isso, pra você chamar de droga!!!???

Avatar
Anakin Sem Fio 12 de maio de 2021

Eu achei o texto pouco profundo.. esperava uma análise com mais subsídios de argumentos mas chamar de droga é pesado da mesma forma que chamar de artigo também o é ofensivo… Um artigo trabalha não como um texto de início de discussão que ao ler fica a impressão que a discussão termina antes do final e sim um artigo trabalha com fontes e com uma análise crítica.. O texto não é uma droga mas não é sequer uma dissertação.

Avatar
Deixe um comentário