Lei para abolir o estepe “fininho”

Uma coisa é fato: o deputado que propôs esse Projeto de Lei para abolir o estepe 'fininho' do carro está enganado! Explico aqui o por que

Por Boris Feldman 26/11/20 às 21h31
macado levantando carro trocando roda estepe emergencia sobressalente fininho
Estepe de emergência (Foto: Shutterstock)

O deputado federal Gervásio Maia apresentou um Projeto de Lei para que o pneu sobressalente seja igual aos outros quatro, para evitar o estepe do carro tipo emergencial mais fininho.

Esse deputado demonstra duplamente, portanto, não entender bulhufas de automóvel!

Primeiro, porque esse sobressalente mais fininho é utilizado no mundo inteiro. Inclusive por esportivos, como Ferrari, Porsche, Mustang, sem nenhum problema de segurança.

Em segundo lugar, é impossível obrigar o fabricante a colocar no porta-malas um pneu idêntico aos que rodam; até porque, muitas vezes, são tão largos que ou vai o estepe, ou vai a bagagem.

Esse deputado ouviu o galo cantar sem saber aonde.

Pois o problema que aflige o motorista brasileiro é o pneu run flat, pois os carros equipados com ele não têm o estepe no porta-malas. Isso sim deveria ser obrigatório enquanto o Brasil tiver essas crateras asfálticas!

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
110 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Robson 7 de março de 2021

As montadoras que colocam esse estepe não merecem nenhum respeito, pois querem economizar e com isso ridicularizam colocando esse estepe que não agrada a ninguém, um aro é um pneu comum cabem perfeitamente no local onde fica o estepe, tem vários vídeos no YouTube,esse estepe fininho já mais deveria ser colocado nos veículos .

Avatar
Alex 24 de janeiro de 2021

Esse estepe é porcaria. É um tapa na cara do consumidor. É economia p montadora e mais gasto p consumidores pois esses estepes acaba saindo mais caro caso precise comprar esse tipo de estepe

Avatar
Cleber Souza 26 de dezembro de 2020

Afinal de contas, a pergunta que não quer calar, a pessoa que tiver a infelicidade de ter um pneu furado em uma rodovia e depois de substituir o pneu avariado pelo estepe compacto, aonde vai carregar o pneu furado? Sendo que o mesmo não cabe no espaço do estepe. É pra levar no colo? Abandonar? Descartar a bagagem ou um dos passageiros? Respondam, gênios!

Avatar
Andrade 9 de dezembro de 2020

Esse Sr. Boris precisa se atualizar ou se aposentar.
Já não basta a vergonha que passou dizendo que a suspensão multi-link da nova Frontier não era multi-link, concedendo até um prêmio depreciativo para a caminhonete. O pior é que a explicação que ele deu era contraditória até com a sua afirmação.
Até hoje nenhuma retratação ou pedido de desculpas. Ficou por isso mesmo.

Avatar
Jose 4 de dezembro de 2020

Ainda não necessitei usar o do meu carro. Fica um pouco estranho na verdade, pois ja vi carros sedans com esse step e fica um pouco desproporcional. Mas o que está em questão é a segurança. E no proprio pneu orienta a fazer o reparo o mais rapido possivel, pois o step não é pra uso contínuo e nem pra longas distâncias.

Avatar
Sacramento 6 de janeiro de 2021

O meu carro um versa veio com peneu menor comprei uma jante ou aro 15, comprei um peneu novo e resolvi o problemo e vendi o peneu completo com aro ou jantes 14.

Avatar
Genuino Perondi 4 de dezembro de 2020

Eu tenho um suv grande, ssangyong rexton, com pneu estepe fininho, já usei 3 vezes, duas delas concluí viajem que somaram mais de mil km, não percebi nenhuma diferença na rodagem usando esse pneu, inclusive ela tem controle de tração e esd, nada de anormal aconteceu, acho desnecessário carregar um pneu gigante ocupando espaço se podemos carregar um menor sem prejuízo!

Avatar
Jhony 4 de dezembro de 2020

Eu acho a matéria tendenciosa como se quisesse beneficiar as montadoras.

Avatar
Andrade 9 de dezembro de 2020

Exato. Tem sido assim nos últimos anos.

Avatar
Fabiano 3 de dezembro de 2020

Sabe o porque do step fininho? Para as montadoras economizarem na construção do veículo. Economizam lata tinta fundo calafetagem pneu roda tinta de roda. Economiza isso tudo. Daí faz um montante geral de milhares de carros produzidos com essa economia. Me desculpe os experts que estão falando que o mundo todo utiliza esse que o mas o Brasil não pode aceitar isso mesmo. Esse pneu bate direção, é um risco pros ocupantes do veículo. Nos não temos estradas boas no.nosso país. Tem local que a cidade mais próxima fica a 200 ou 300 km de distância e chegando lá muita das vezes não acha o mesmo pneu que está no carro. Tem que acabar com isso mesmo. Não somos a Europa nem Estados Unidos pra poder usar uma merda dessas. Dou razão ao deputado.

Avatar
Andrade 9 de dezembro de 2020

Perfeito o seu comentário. Faz tempo que esse jornalista anda gagá. Ele acha que Europa é brasil.

Avatar
Roberto 2 de dezembro de 2020

Tenho um prisma 2016, e nunca usei o step até o dia 01/12/2020..
E usei esse step fino que falam de roda de bicleta. A frente do carro bate toda a suspensão…carro pesado..sem contar que vou ter que levar para ver o alinhamento, aparentemente danificou, pois tive que rodar nas ruas de São Paulo…com buracos.
Esses pneus só servem para carro sport que não tem porta malas amigos …
Um lixo de step…apoio o deputado sim…nessa lei…arrisca ainda as pessoas que estão no veículo…a um acidente…pq andar até 80km numa rodovia…difícil…enfim….então tirem os steps e coloquem pneus que não forem.. Obrigado

Avatar
Marcos 2 de dezembro de 2020

Meu caro amigo, tanto quanto o deputado você deva ser mal informado… Seu estepe é para que de maneira segura circular até uma borracharia mais próxima e não passar seu fim de semana em viajem com o mesmo, sua velocidade é limitada portanto recomendo entender um pouco mais sob seus itens e suas reais utilidades….

Avatar
Andrade 9 de dezembro de 2020

Engano seu, assim como do jornalista. Mania de brasileiro ignorante de querer copiar o que fazem lá fora.
Já foi comprovado que esse tipo de roda representa risco de segurança. Não é a toa que pedem para o motorista rodar pouco e mais devagar. Adivinhe porque.
O pior é que estabeleceram os mesmos limites de estradas bem cuidadas na Europa. Por aqui, temos registro de vários problemas causados por essas rodas vagabundas. Porque caminhonetes não vem com rodas assim?

Avatar
Cleyton Rogério 30 de novembro de 2020

Sou contra esses estepes finos porque são difíceis de achar e ainda são mais caros que os pneus normais, acho melhor o estepe iguais ao outros até porque pra mim que trabalho como representante e ando com o carro cheio de mostruário se acontecer de tirar o pneu furado ele não caberá no espaço destinado ao pneu fininho, e tb não gosto de carro com perfil baixo por causa dos buracos que tem todos os dias em todo o estado de PE

Avatar
Euler Junqueira Pereira 21 de dezembro de 2020

Concordo com você, o Jornalista diz que é para não ocupar espaço no porta mala, mas imagina em uma viagem com toda família e porta mala cheio de bagagem, o pneu fura coloco o pneu fino para rodar e o que está furado ponho onde????? Deixo meu filho ou esposa no meio da estrada para depois voltar e pegá-lo, pois não tenho onde acondicionar o pneu furado!!!!!

Avatar
Joel Ize Junior 29 de novembro de 2020

Eu acho que esse deputado nao sabe nada e de veículo , estepe foi criado pra diminuir o espaço perdido que os carros tinham por ter um lugar pra estepe tao grande , para trazer bagageiro com mais espaço e facilidade , imagina a esposa do deputado andando com uma carro com rodas 15 , é ela tiver que pegar uma roda enorme pra trocar, imagina o peso , o criador do estepe fininho e mais inteligente que esse deputado .

Avatar
sacramento 5 de janeiro de 2021

A mulher do deputado consegue tirar as porcas do aro 15 colocar o estep mais fino o que ela retirou vai ficar na estrada ou ela vai colocar onde o mais fino estava.

Avatar
Sacrsmento 14 de janeiro de 2021

Quando fura o peneu você coloca o estepe e o furado vai no banco do carona

Avatar
Alexandre Cominato 28 de novembro de 2020

Boa tarde, discordo totalmente de vc, pois antes os carros vinham com pneus iguais, inclusive no estepe, e, por uma questão meramente econômica, economia porca, os fabricantes resolveram mudar.

Avatar
Ramon Alves Pinto 28 de novembro de 2020

Com todo respeito ao Sr Boris…
Esse estepe fininho é uma porcaria , no meu caso em especial a primeira vez que precisei , tive um susto tremendo , pois tinha acabado de cair numa cratera asfáltica e tive meu pneu direito dianteiro rasgado , até aí tudo normal pra quem mora aqui no RJ .
Montei o estepe e botei o carro pra andar ( VIBRAÇÃO NO VOLANTE , VIBRAÇÃO NOS PEDAIS DE FREIO , EMBREAGEM E ACELERADOR , RONCO DE ROLAMENTO E DESALINHADO DA CARROCERIA DO CARRO )
No 3º dia fiz a troca do pneu e os problemas sanaram , sem ter que fazer qualquer tipo de serviço na suspensão do carro
Carro esse meu um prisma LT 2019 com 18 mil km ….

Avatar
Lorival 28 de novembro de 2020

Vc é que está desinformado, se o mundo todo faz o Brasil não precisa copiar. São estradas diferentes vc mesmo disse isso. Até bem pouco tempo os pneus eram maiores e isso não foi impeditivo para as malas imensas como as do Siena etc.

Avatar
Cleyton Rogério 30 de novembro de 2020

Monza, Santana, Versailles, e nos populares gol uno, qualquer carro tinha estepe normais e tinha mala e quanto a Questão de força uma pessoa que não possa pegar um pneu na mala tá com deficiência ou é muito sedentária porque não é o fato de ser idoso pra não puder pegar um estepe

Avatar
Valter Barbosa stalmann 28 de novembro de 2020

Em relação a esse pneu fininho é um [lixo] é esse deputado tá correto esse cidadão que tá defendendo o uso desse pneu não conhece as condições das estradas no Brasil

Avatar
Luiz Antonio 28 de novembro de 2020

O Deputado esta certo ao defender o consumidor.
Esta materia é tendenciosa, o autor defende seus patrocinadores.
É mais um querendo que o povo se dane.

Avatar
Meysson 4 de dezembro de 2020

È vero, caro amigo autopapista

Avatar
Ronaldo Sereno 28 de novembro de 2020

Interessante, antes os fabricantes entregavam os carros com step igual aos pneus que rodavam e ninguém reclamava aí agora vem esse artigo patrocinado pela indústria automobilística querendo enfiar na cabeça dos incautos que o deputado está errado em propor essa lei em defesa da população. Ora vai aprender a escrever.

Avatar
DAVI PALADINI DA SILVA 28 de novembro de 2020

Quanto comentário sem o mínimo de conhecimento.
O pneu fino é “”EMERGENCIAL””, querem andar um trecho curto ou longo até o socorro mais próximo como se estivesse pilotando na F1!?
Esse deputado não tem o que fazer.

Avatar
Lorival 28 de novembro de 2020

Na lama, nas crateras etc. Emergência? Ou risco de acidente?

Avatar
Fernando B. 1 de dezembro de 2020

Aí vc está no meio de uma vicinal, a 20 ou 30 km de alguma cidade e precisa andar a 40 por hora para não capotar ou lascar sua suspensão.

Avatar
sacramento 5 de janeiro de 2021

fure um peneu a noite ai eu quero ver voce rodar ate o dia amanhecer para encontrar uma borracharia aberta.

Avatar
Nestor 28 de novembro de 2020

Resumindo, essa reportagem foi a mais idiota que vi até agora, em outros países, existe pois, não rodam mais que 10 km já tem recursos disponíveis, as ruas, bem como, as estradas são iguais tapetes, aqui no Brasil, além, de buracos, valetas, lombadas 100% fora de padrão, sem contar com a má conservação das mesmas esses pneus slim não aguentam, mesmo em baixa velocidade.

Avatar
Anderson 28 de novembro de 2020

Porra, parece quer todos gostam de ser orientados por políticos. Se você não gosta de tal pneu não use. Quem quiser que use, está cara que é só mais uma lei inútil para os motoristas. Isso vai favorecer a indústria da multa.

Avatar
Wanderlei 28 de novembro de 2020

Respeito as opiniões contrárias, mas este estepe diferente só serve para as montadoras reduzirem os custos. Quem paga o prejuízo somos nós consumidores. Pois qualquer dano nos pneus que estão rodando nós obrigam a comprar um novo invés de utilizar o sobressalente. Pneu rum flat no nosso país ssem.estradas só funciona nas.granses cidades. Tente adquirir um.novo numa viagem no interior. Vai ficar na mão.

Avatar
Brow 30 de novembro de 2020

Verdade

Avatar
Romildo Leal Rodrigues 28 de novembro de 2020

Resposta o grande jornalista que subscreve;
1- não conheço o deputado que propôs e referida lei, estou dizendo isso para não ficar parecendo que sou correligionário do mesmo.
2- A lei a que e referida, e pensando no bem estar e segurança dos usuários.
3- Temos que para de achar que tudo que as grandes fabricantes do mundo faz está correto.
4- São obrigada sim, elas não mandan no país, elas que se adeque às leis brasileiras, tenho certeza que não irão querer perder está fatia do mercado.

Avatar
Salvador m 28 de novembro de 2020

Pneu rum flat ou estepe de uso emergencial é lixo!! Lixo!! O que tem que ser feito é ninguém comprarem esses carros , e dane se as montadoras e concessionária

Avatar
Rui Ferreira Dos Reis 28 de novembro de 2020

Companheiro tenta andar com este pneu fininho em uma estrada de terra na época de chuva ou melhor em uma estrada de areia. Você vai xingar os engenheiros as montadoras a mãe a mulher enfim a família toda de quem teve está idéia absurda. A realidade do Brasil é bem diferente aqui. Muitas as vezes rodamos centenas de quilômetros pra achar uma borracharia sem falar nos finais de semana e feriados. Só totalmente contra o uso deste pneus. E quanto ao que tem Ferrari, Lamborghini você fala de um jeito que até perece que a maioria dos brasileiros tem um caro deste. Você está de gozação com o povo Brasileiro.

Avatar
Elmo Amaral do Sacramento 28 de novembro de 2020

E a mesma coisa os carros de antigamente tinha uma cachaçaria reforçada os crítico de Plantão dixia6 que está chamaria em caso de acidente dificultava o resgate do acidentado pois era muito dura hoje a Cahaparia e um papel e o socorrista não tem muito trabalho para resgatar o corpo sem vida.

Avatar
Elmo 28 de novembro de 2020

Não me interessa outro país se este fininho estoura tenho que ficar parado até eu encontrar outro fininho tenho setenta anos sempre o socorro como aqui e chamado veio no mesmo tamanho e largura dos quatro não entendo que economia besta.

Avatar
Guilherme 28 de novembro de 2020

No Brasil,temos péssimas estradas,tem lugares que se quer tem uma borracharia,quem dirá 24 horas. E não estou falando de interior,exemplo se o pneu furar de noite indo para a praia no RS você terá que usar um estepe que admite rodar no máximo a distância de 80 km, e muitas vezes a distância a percorrer é maior. Devido a um pneu furado vou ter que chamar um guincho de madrugada e esperar? Ridículo,esse estepe foi desenvolvido para reduzir custos e nada além disso.

Avatar
ELIAS VINOSKI 28 de novembro de 2020

Srs.

É triste quando um pneu estoura
em lugar onde o recurso é escasso
não tendo como adquirir um novo pneu pois a vida do fininho é limitadissima e telefone não funciona para buscar socorro, isso aconteceu comigo.
Não é puxa saco mas o deputado esta agindo corretamente.

Avatar
Sandro 28 de novembro de 2020

Os carros não são projetados para o Brasil, eles são tropicalizados para suportar as ruas e estradas péssimas, a gasolina de baixa qualidade e com quase 30% de álcool, agora pretender que as montadoras alterem seus projetos para atender o Brasil, aí já é demais, o que vai acabar acontecendo é começarmos a ter carros projetados apenas para o Brasil, ou seja lixos.

Avatar
Vitor 28 de novembro de 2020

Já seria a hora de deascutir a obrigatoriedade do estepe , tem carro que roda 100mil km e não tem um pneu furado , e muita gente nem sabe colocar o estepe no veículo para usar , seria uma economia no automóvel pois a montadora não ia cobrar pelo estepe , o carro ia ficar mais leve e mais espaço pra bagagem .

Avatar
Marcelo 28 de novembro de 2020

Step deve ser idêntico ao de rodagem!! Se fossem tão bons assim equipariam todo o carro!! Quem defende essa porcaria ou é burro ou baba ovo de montadora, vou colocar uma porcaria dessas pra rodar a 80? Ou seja abaixo do permitido em rodovias que existe até 120km/h? Pra quem? Pra ser engolido? Pra dar lucro a montadora? Parabéns deputado!! E pra quem não gostou, que troquem depois por pneu de bicicleta!!

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Com o pneu fininho você pode rodar muito até encontrar um local onde consertar o original do carro, ele não vai causar acidentes, pois foi feito pra isso, o problema são os motoristas ( não todos claro ) brasileiros que não gostam de respeitar leis nem limites, eles tem uma velocidade de cruzeiro diferente dos demais ( menor ), e é essa diferença que causa os acidentes, vai depender de quem está na direção do veículo.

Avatar
Elmo Amaral do Sacramento 28 de novembro de 2020

Se deixar daqui a ia anos o carro vem co quatro fininho e um de carro de mão.

Avatar
Gilmar Alves Santana Santana 28 de novembro de 2020

Boa observação, Elmo! Kkkkkkk

Avatar
Claudemir 28 de novembro de 2020

Simples, faz igual eu, coloca um estepe igual os quatro pneus originais.

Avatar
José Ataide de Andrade 28 de novembro de 2020

Sou a favor da atualidade, meu pikap já veio com pneu fino, vamos colaborar com economia do planeta.

Avatar
Nivaldo Franco Garcia 28 de novembro de 2020

Está claro que o comentarista não fala por ele e sim pelos fabricantes de veículos. Provavelmente, a serviço desses. Quem acha que o tipo de roda e pneu não trouxe economia àqueles, se engana. Economia que eles querem manter, enquanto nos entregam cada vez mais caros os veículos. Tem razão o comentarista quando disse que nossas estradas são esburacadas. É é exatamente por isso; para evitar acidentes com o uso desse pneu fino, que é muito mais passível de ser danificado em caso de “patrolar” buracos, é que se deve ser usados os pneus mais largos; também se considerando, que não se sabe, a hora, quando, local e quanto tempo esse estepe rodará até se encontrar local seguro para substitui-lo

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Respeito sua opinião, mas se você sabe das condições das estradas, e se não tiver cuidado com a velocidade em que trafega, não é o pneu fininho, que vai causar acidentes, é quem conduz o veículo, e se as estradas estão esburacadas, a culpa não é dos fabricantes de automóveis, e sim d9 desleixo dos governantes com o estado das estradas, deveríamos cobrar deles e não exigir que fabricantes, façam carros ou pneus que aguentem essa buraqueira, que não estão só nas estradas, mas também nas ruas de todas as cidades.

Avatar
Wellington Silva 28 de novembro de 2020

Lobby a favor das montadoras…só faltava essa! E pior ainda é sua falta de argumentação (“Ninguém pode obrigar…”: Pode sim, amigo, por isso existe algo chamado LEI; “Problema de espaço”…já ouviu falar em REVISÃO DE PROJETO? Fora que isso só deve se aplicar AOS NOVOS MODELOS que serão fabricados ainda)…VERGONHA VOCÊ! POUPE-NOS!!! PARABÉNS, DEPUTADO! Estás sendo a VOZ DE 99%9 % DOS BRASILEIROS contra esse ABUSO que dura DÉCADAS!!!

Avatar
David Severino Henrique de Lima 28 de novembro de 2020

Pois é, parabéns ao deputado,isso não pode existir, agente paga caro no carro pelado, e ainda tem que ir comprando os acessórios, quando vamos vê já gastamos um absurdo e ainda e ainda temos que andar com uma roda que parece de moto, tirando toda estabilidade do carro, tem que acabar com isso, parabéns Deputado.

Avatar
Marcelo Daniel Gomes 28 de novembro de 2020

Bom dia. Sou a favor de retornar o tamanho do estepe. Temos uma área rerritorial continental, diferente dos países europeus, a exemplo. O fato é que em uma emergência, onde o pneu for substituído pelo estepe, o pneu original não cabe no lugar do estepe. Outra observação aqui são as vias de trânsito rápido onde a máxima pode chegar a 120km/h, incompatível com o estepe. Quanto a legalidade, o fabricante obedece a legislação vigente no país.

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Bom dia Marcelo, é verdade o pneu original não cabe no lugar do fininho, mas cá pra nós quem colocar o pensei no lugar do estepe quando ele fura, a trabalheira que dá, normalmente se coloca ele na mala e se leva ele pro conserto, quanto a velocidade, não sei se você já viu esse pneu de perto, nele tem estado a velocidade máxima, em que se pode rodar com segurança, aí vai dá consciência do motorista, abusar ou não dá velocidade, aí a culpa não é do pneu, nem de quem o coloca no carro pra ser usado, é de quem conduz o carro, se você está numa pista onde a velocidade é de 120 km por hora, vá pela pista da direita e dentro da velocidade pedida pelo fabricante do pneu, um abraço

Avatar
Mauro Maggioni 28 de novembro de 2020

Como a própria descrição diz, estepe é um pneu reserva para ser utilizado em caso de emergência.
Na realidade os que defendem que o estepe seja igual aos demais, é para não precisar repor no lugar que foi substituído.
Isso é um erro, por que os pneus devem ter o desgaste igual.

Avatar
Elmo Amaral do Sacramento 28 de novembro de 2020

Negativo peneu se roda ao par geralmente tendo os mesmo tempo e quilômetro rodado. Nunca um novo com um velho lembre que cada troca de penedo o veículo precisa passar por balanceamento da roda.

Avatar
José mario 28 de novembro de 2020

Realmente vivemos num país onde sempre tem alguém querendo enganar a gente. Até agora houve espaço para o pneu step, então já existe um especialista fazendo lobi em favor de montadoras que cobram fortunas por um automóvel. Parem de inventar leis. Vamos simplesmente respeitar os consumidores. Na minha opinião todos os pneus tem que ser iguais.

Avatar
Carlos Henrique 27 de novembro de 2020

Prego o seguinte,todas pessoas que acidentaram com step finos que entrem com uma ação de indenização contra as montadoras pois banda de rodagem tem tudo a ver com segurança a vida de quem está em seu interior.

Avatar
Zé Mário Dias 28 de novembro de 2020

Já apareceu um especialista que sabe tudo de pneus. Por que será.
É melhor andar de muletas do que sem elas.
Vamos trocar um de nossos pés por uma prótese então? Só acho que não precisamos de uma lei para sermos respeitados como consumidores.

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Concordo, mas essas pessoal vão ter que provar que estavam guiando, dentro da velocidade permitida pelo fabricante.

Avatar
Luiz Silva 27 de novembro de 2020

Eu fiz um esteep com o pneu original do onix 2020, quando viajo pra longe eu levo ele no lugar do fininho, outra modalidade nova é o retrovisor interno eu vejo os veículos bem perto e no retrovisor externo parece estar longe.

Avatar
Edmilson Dias Lopes 27 de novembro de 2020

Pelo preço que pagamos em um carro,tem quer vir com o pneu igual os quatro sim, alem de tudo pagamos muito impostos.

Avatar
frank 27 de novembro de 2020

Tirar o pneu fino

Avatar
Jario Alencar 27 de novembro de 2020

Vem andar nas estradas do norte,onde a maioria não tem pavimento e as que tem são precárias com vários buracos , esses pneus são para carriolas não automóveis. Quem fez este post vivem onde mesmo? Em que Brasil ?

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Não cobre do pneu ou do fabricante, cobre do seu governante, a melhoria das estradas, para que você possa andar com segurança, pois com estradas ruins, nem pneus largos você tem segurança.

Avatar
Marcelo Aragão 27 de novembro de 2020

Pela primeira vez, tenho que discordar do Boris, pois em se tratando de segurança e autonomia, o pneu tradicional oferece maior qualidade, melhor custo benefício,prova disso é que a grande maioria dos comentários aqui são a favor do estepe tradicional…
Quem é a favor do pneu fino que me desculpe, más está saindo no prejuízo, pois não está comprando um carro caro para rodar na Europa, onde existe pavimentação de excelente qualidade…

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Nem tudo o que os comentaristas dizem se assina em baixo, no caso do pneu estepe, é que se está acostumado a por o estepe e ficar rodando com ele, o que está errado, o estepe é pra emergência, e se as estradas estão ruins cobrem dos governantes, vamos aprender a votar, para termos carros melhores e mais baratos, estradas melhores, e um nível de vida melhor.

Avatar
Marcio roberto 27 de novembro de 2020

Que perda de tempo.tanta gente precisando de ajuda e me manda um projeto inútiu desses.não tem oq fazer mesmo..

Avatar
Oliveira 27 de novembro de 2020

Esse senhor deve ser dono de montadora, não é possível com 50 anos de experiência defender o estepe fininho no carro.
Em alguns modelos nem luz no porta malas as montadoras colocam.
Infelizmente só querem ganhar dinheiro em cima do consumidor.

Avatar
Gilson 27 de novembro de 2020

O autor desse post acho que colocou cachaça no lugar do vinagre pra comer sua salada!

Avatar
Tanir Lopes 27 de novembro de 2020

Tem que voltar o estepe normal, igual as demais rodas do carro!

Avatar
Rousalvo leme 27 de novembro de 2020

Eu sou a favor do pneu normal cada vez mais as montadoras vão tirando nossos direitos o ônix não vem com extintor não vem com filtro de ar é não vem protetor de carte é pneu fino daqui.a pouco não vem com bancos traseiro é o preco aumenta a cada ano e uma sacanagem parabéns até que fim vi alguém brigar com essas montadoras paguei com tudo e recebi metade

Avatar
Edmilson Dias Lopes 27 de novembro de 2020

Vc está correto

Avatar
ADMARDO DIAS DE LIMA 27 de novembro de 2020

No meu carro o estepe é igual aos outros quatro. Aliás, ainda nem vi desse estepe mais fino. Os carros novos que conheço têm estepe normal. Não entendi essa matéria. Os fabricantes podem fazer com estepe normal, igual sempre fizeram.

Avatar
Jane 27 de novembro de 2020

O nissan vem com pneu mais fino.

Avatar
Erni Durski 27 de novembro de 2020

Para seguir as recomendações dos fabricantes, com estepe menor que os demais, não é possível fazer o rodízio. o Deputado está certo.

Avatar
Luciano Benitez Pereira 27 de novembro de 2020

Concordo que o pneu poderia ser da mesma medida mas, se eu colocar um pneu mais largo no carro, tenho que comprar 5 pneus?
E se quiser comprar uma Ferrari, desisto da compra porque não cabe um pneu maior no estepe?

Avatar
Aldelino Corrêa De Brito 27 de novembro de 2020

Em tese o deputado tem razão, pois no próprio pneu estabele como ele deve ser usado: imagine vcs em uma longa estrada sem moradia nenhuma o seu pneu fura, como vc percorrerá a estrada com um pneu recomenda para não ser usado em longa distância.

Avatar
Luiz 27 de novembro de 2020

O estepe do mesmo tamanho que o dos 4 pneus de rodagem normal deveria ser opcional.
Eu trafego pelos estados de Sáo Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.
Nos últimos 300.00Km rodados tive somente um episódio de pneu furado e o estepe “finihno” atendeu a contento até o retorno a casa e até o borracheiro no dia seguinte. Cruise control regulado para 80 por hora. O porta malas estava cheio, não lotado e deu para acomodar a roda grande.
O espaço a mais no porta malas é mais útil para mim do que um estepe de dimensões normais.
Concordo que a opção do estepe normal deveria ser disponibilizada, pois estamos no Brasil e há regiões com menos recursos e serviços.

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Concordo

Avatar
Olyveira 27 de novembro de 2020

Esse deputado de ter furado o pneu do carro dele e na hora da troca os parafusos eram diferentes dos que são usados para roda original (pneu fino) , é so ele usar nosso dinheiro de impostos e comprar 4 ou 5 parafusos iguais ao da roda do step, né isso que eles fazem com o dinheiro público ????

Avatar
Mateus 27 de novembro de 2020

Bom dia! Se o seu pensamento é de que esses pneus finos são os corretos, pq antigamente não era assim? Vc já pensou na situação de um pai de família ter que viajar à noite com sua família e tiver problemas com um dos pneus e ter que usar um desses fininhos que tem limitação de velocidade e distância a ser rodada?
Num caso específico de um carro com pneu muito largo que não haja espaço no porta malas, o correto é se criar algo específico na lei que permita essa diferenciação e não obrigar a todos, inclusive carros que não se encaixam nessa situação, a terem esses pneus que são extremamente perigosos até mesmo analisando a péssima qualidade de asfalto Brasil a dentro.
Com certeza, a venda com esse tipo de estepe que deve baratear o custo do fabricante é mais um lobby do nosso país. Alguém deve estar ganhando dinheiro com isso, além das montadoras. Não venha dizer que no restante do mundo é assim, pois boa parte do planeta não tem a bosta de asfalto e as crateras que temos aqui. No Brasil o buraco é sempre mais embaixo. Pense na segurança! Prefiro ter um estepe normal no bagageiro do carro pra ser usado caso necessário e levar parte da minha bagagem acondicionada com segurança no interior do veículo parte da minha bagagem, ao invés de ter que usar um pneu ridículo que não traz segurança nem durabilidade na minha viagem.
Façam uma enquete com o público alvo e verá o que preferimos.

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Eu preferia um país com um governo que baixe os preço dos produtos, pois o Brasil tem uma das maiores cargas tributárias do mundo, o atual presidente está tentando melhorar as estradas, espero que melhore também os preços, assim ninguém vai precisar reclamar do pneu fininho.

Avatar
Carlos Henrique 27 de novembro de 2020

Aparentemente o Boris já tá perdendo um pouco de sua lucidez, dizer que esse pneu é seguro é o fim.

Avatar
Carlos Alberto Mendes Copio 27 de novembro de 2020

Este “especialista”no assunto fala de estepe como seguro e o mesmo não deve saber ler ,pois no próprio estepe já vem o aviso para não passar de determinada velocidade,e quando o pneu for maior acha-se um jeito como uma Ecosport por exemplo,pois tive um cerato em que todas as rodas são iguais e não causava problema algum que atrapalhasse e nem por isso perdi espaço interno.

Avatar
Pimentel 27 de novembro de 2020

Se o pneu eh fino por não caber o normal no porta-malas, então quando furar, substitui pelo fino, o furado, põe onde? Que desculpa sem fundamento tu

Avatar
Carlos Alberto 27 de novembro de 2020

Meu amigo quando for dar a resposta ao que a pessoa postou leia e se não tiver capacidade para entender,procure outra pessoa que possa lhe esclarecer o que foi escrito e aprenda a escrever quando for colocar algo publicações.

Avatar
Edson Frick Lau 27 de novembro de 2020

Eu não entendi! O que tem a ver, uma coisa com a outra? Quando o pneu estepe é fino, o local no bagageiro também é estreito! Onde colocar o pneu mais largo, que está furado e foi substituído?

Avatar
carlos 28 de novembro de 2020

Edson Frick Lau o que falo que o fabricante tem que fazer o espaço suficiente para o estepe original e em alguns casos específicos o estepe é grande demais devido ao espaço e a montadora tem como achar opções,como prender o estepe externamente ou até em baixo do veículo se for o caso,mas o estepe tem que ser do mesmo padrão dos da rodagem por que essas montadoras ganham muito neste país em que tudo podem fazer.

Avatar
Paulo Roberto Moreira correa 28 de novembro de 2020

Eu nunca vi uma montadora, colocar um estepe de aro menor do que os que estão rodando, se você teve um cerato, com estepe qual aos outros, ele não deve ter sido fabricado atualmente, pois os fabricantes estão usando o fininho atualmente, e acho difícil um fabricante colocar aros 18 na rodagem, e um espere aro 13 por exemplo, pois em caso de acidente ele seria culpado por esse erro

Avatar
Francisco 27 de novembro de 2020

E Se o carro estiver cheio de bagagem, e o carro furar o pneu usando este tipo de pneu fino, é complicado, sem falar se pegar uma pista molhada a meu Deus.

Avatar
Olyveira 27 de novembro de 2020

O estepe é pra uma emergência até chegar ao próximo borracheiro, não é pra usar até ficar liso

Avatar
Luiz g. Valeriano 27 de novembro de 2020

O pneu igual ao rodado dever do mesmo tamanho, pois é pra o rodízio, pneu pequeno e para Europa, usa, etc que tem estradas como tem invencionice, credo. Eu 1993, comprei um corola e véi com pneu fino, fui uma vaquejada e levei umas wuengas, furou o pneu, estrada de terra, coloquei o fino não aguentou o tranco, arrebentou_se. Burracheiro? 30 km de distância. Lasca o-nos, fome, sede e só 8 horas depois apareceu quem socorresse

Avatar
Carlos Alberto 27 de novembro de 2020

Pois bem meu amigo ,rode nas estradas de mato grosso do Sul e ache um borracheiro a pelo menos 150 km aí vc vai saber o que é um pneu desses.

Avatar
Fabio 27 de novembro de 2020

Esse pneu fininho é só para as montadoras ganharem mais! Entregam menos e ganham mais, assim como os carros que só tem uma luz de ré, e agora também vem sem extintor de incêndio, sem falar em outros itens que vão retirando sem nunca consultarem a opinião do consumidor final! É a mendigaria das montadoras! E o pior é t as autoridades aprovam, ou se fazem de desentendidas, para não falar outra coisa!

Avatar
Glauco 26 de novembro de 2020

Sou contra o pneu fininho, pois acho que deveria vir junto com o carro o spray pra tapar o furo e uma bomba manual pra encher, pois imagina a situação, você está numa viagem com a mala bem cheia, situação normal pra mim que tenho filho pequeno, daí um dos pneus fura e você só tem um fininho, o que fazer com o pneu furado que não cabe no espaço do pneu fininho? Joga as malas fora ou a roda do carro? Pois terá que botar o pneu na mala né. Difícil essa situação, porém muito real.

Avatar
Marco 27 de novembro de 2020

Falou tudo. Onde colocar o pneu original????

Avatar
Gibran 27 de novembro de 2020

Verdade, muito bem pensado, concordo em tudo

Avatar
José Astolfo 27 de novembro de 2020

Pneu especial para estepe é para pais de primeiro mundo… Não é para o BRASIL…

Avatar
Francisco Alex de Souza Barros 26 de novembro de 2020

Pneu que só roda 80 km se minha viagem for 200 km vou ficar no prego de novo

Avatar
Edson Lau 27 de novembro de 2020

Acho que é para a velocidade máxima, ser 80Km/h e não em relação a distância!

Avatar
Elson de Lima Menezes Filho 26 de novembro de 2020

Sou favorável ao estepe fino. Com o estepe normal vc pode trafegar em ritmo normal e acabar esquecendo de corrigir e ficar na mão. Com o fino, deve limitar aa carga sobre ele e reduzir a velocidade. Desta forma exige que o motorista pare em uma borracharia tão logo a encontre e corrija o pneu furado/vazio. Recoloca no lugar e volta ao normal. Ocorre

Avatar
ELSI Costa Júnior 26 de novembro de 2020

Este cara falou a coisa mais certa sem perceber, ou vai o estepe ou vai a bagagem, tive um enorme problema em uma viagem de família, quando o pneu furou estávamos com o carro cheio de malas e também 5 pessoas, simplismente não tinha onde colocar o pneu furado, velo que quem não entende nada de carro e ele para completar a história tive que esconder o pneu furado na beira da estrada e rodar uns 300km no outro dia para buscar.

Avatar
TONY 26 de novembro de 2020

Não sei a intenção desse cidadão em criticar a obrigatoriedade de pneus normais, desde que me conheço por gente os steps sempre vieram normais, no tamanho dos outros… comentários de tais jornalistas só prejudicam o consumidor que já paga alto pelo preço de automóveis…

Avatar
Manoel Dias 27 de novembro de 2020

Eu só vi este peneu de moto no meu Ônix guado estava na garagem liguei para revendora pra devolver o carro más não consegui graças o Deus que em 5 anos nunca furei nem um peneu

Avatar
Ruth Milka da Silva Carvalho 27 de novembro de 2020

Na minha opinião o deputado está certo. Eles criaram esse pneu mais fino para baratear custo. Não para nós beneficiar. Eu tive problemas na estrada. Meu pneu estourou e a próxima cidade estava distante. Quase infartei, pois o carro perde totalmente a instabilidade. Nos no Brasil não temos estradas para esse pneu. Ele atende bem as estradas da Europa. Que são bem cuidadas. Não as do Brasil que é só crateras.

Avatar
Elydio 27 de novembro de 2020

Parabéns ao Deputado . Projeto correto . As montadoras querem baratear os custos finais. Se estivessem preocupados com a segurança na estabilidade todos os outros pneus viriam finos , pois pela visão deles são a mesma coisa , mas na verdade não é!
Esse projeto é justo !

Avatar
Wilson 27 de novembro de 2020

Este deputado não tem o que fazer tanta gente morrendo fone no país é que não tem emprego nem aonde morra ele tem cria e emprego e jeito pro nós da classe ter aonde morra

Avatar
Deixe um comentário