Luz DRL: alguns policiais desconhecem função equipamento

Alguns policiais de trânsito não conhecem uma lei sobre o uso da luz DRL, e isso acaba gerando discussões com os motoristas

luz drl acesa dia
Por Boris Feldman
19 de junho de 2019 06:15

Além de se discutir se vale mesmo a pena essa lei que obriga os automóveis a rodarem com farol baixo mesmo durante o dia, surgiu agora uma outra polêmica entre os motoristas e os policiais de trânsito.

Porque os carros mais modernos já são equipados com o que se chama DRL, iniciais em inglês para Daytime Running Light. Ou seja, a luz DRL  fica ligada direto, dia e noite, e acionada quando se liga o carro. E que, portanto, dispensa o motorista de ligar o farol baixo na estrada.

Como em alguns automóveis ela não está junto dos faróis, alguns policiais não reconhecem a luz DRL. Pois eles desconhecem a lei que estabelece que elas devem estar de 25 a 150 centímetros acima do piso. E não precisam estar necessariamente anexadas aos faróis principais do automóvel.

farol drl ford mustang

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Rodrigo 19 de junho de 2019

Provavelmente exista uma grande parcela de profissionais que só reconhecem a DRL quando esta for com Led’s, por isso sempre recomendo a amigos que possuem automóveis com DRL de lâmpadas halógenas que liguem os faróis… Seu caso acaba por embasar minha teoria e servir de exemplo da extrema deficiência em nossos órgãos fiscalizadores (ou seriam autuadores???)

Avatar
Cézar Augusto Marinho Duarte 19 de junho de 2019

Além de desconhecerem, a JARI DRF-PB, também não reconhece a legislação pois, minha esposa foi autuada e notificada pelo não acendimento dos faróis do seu JEEP COMPASS 2017 e, mesmo recorrendo junto à JARI DRF-PB, foi considerada a infração, cobrada a multa e atribuído 4 pontos na CNH. Se o recurso não é julgado dentro da legislação vigente, a quem vamos recorrer????

Avatar
Deixe um comentário