Perder a garantia do carro é conversa para boi dormir

Se o carro for levado à concessionária para revisão dentro do prazo ou da quilometragem recomendada pelo fabricante, não há como perder a garantia

Por Boris Feldman05/05/18 às 11h45

A maioria das concessionária segue rigorosamente o prescrito pela fábrica ao fazer a revisão periódica. Executa e cobra exatamente os itens a serem verificados e revisados aos 10 mil km, 20 mil, 30 mil, etc. E o preço predeterminado pelo fabricante é respeitado, sem pedir um centavo mais ao dono do carro. Mas há aquelas que dizem que o carro pode perder a garantia.

Há casos, entretanto, em que a oficina percebe uma anomalia. As vezes, o próprio motorista pede que seja executado um item adicional. Algum reparo em função de um problema específico. O carro pode ter passado por um buraco e distorcido a suspensão, prejudicado um amortecedor ou afetado algum componente da direção.

Mas, tem também a “criatividade”. A concessionária que aproveita a presença do automóvel na oficina para enfiar a mão no bolso do dono empurrando o serviço desnecessário, o produto imprestável. A famosa empurroterapia: limpeza de bico injetor, descarbonização do motor, lubrificação de maçaneta, vitrificação da pintura e outras inutilidades do gênero.

Já criaram até categoria extra de revisão. Você chega com o carro na recepção da oficina e está lá o quadro explicativo: Tem a “Revisão Normal” pela qual se cobra o previsto e outras, do tipo “Revisão VIP”, Revisão “Premium” e outras modalidades diversas de se cobrar mais que o devido.

Se o carro for levado à concessionária para revisão dentro do prazo ou da quilometragem recomendada pelo fabricante, não há como perder a garantia.

Algumas concessionárias apenas sugerem os itens extras, na base do “sicola”: se colar, faz, caso contrário, executa apenas o previsto. Mas, outras, mais agressivas, chantageiam o dono do carro e até o ameaçam com perda de garantia caso ele não concorde com sua execução.

Mas, basta levar o manual dentro do porta-luvas e exibi-lo caso no caso de apelação da concessionária. Lá está uma lista com todos os itens a serem executados. Os demais ficam por conta da “empurroterapia”.

Se o carro for levado à concessionária para revisão dentro do prazo ou da quilometragem recomendada pelo fabricante, não há como perder a garantia. O dono do carro tem todo o direito de negar qualquer serviço extra, verdadeira conversa para boi dormir.

Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
49 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Dionatan 20 de outubro de 2020

    Comprei um carro zero km em um estado, porém por conta de serviço terei de mudar de estado, as revisões podem ser feita em qualquer autorizada?; Ou só pode ser feita na concessionária em que foi feita a compra?

  • Avatar
    Alan 15 de setembro de 2020

    Olá,
    Se eu for na concessionária e já tiver passado a kilometragem da revisão, por exemplo a de 30.000 ter sido feita com 32.000, perco a garantia?, mesmo a concessionária ter aceitado fazer, batido o carimbo e cobrado pela revisão programada?
    Aguardo
    Obrigado!

    • Avatar
      Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

      Pode ficar tranquilo! Se a concessionária aceitou efetuar a revisão dentro do prazo da garantia temporal (1 ano, 2, anos,…, 5 anos) e carimbou o manual normalmente (sem ressalvas) a garantia total continua valendo. É importante esclarecer que esses pequenos desvios de prazo e quilometragem nas revisões periódicas só implicam na perda da garantia se a concessionária, que legalmente é o representante do fabricante, informar ao consumidor sobre a exigência contratual não cumprida e comunicar FORMALMENTE (por escrito) ao consumidor a renuncia do exercício da por parte do fabricante no ato da respectiva revisão, ANTES DE EFETIVAMENTE EXECUTAR OS SERVIÇOS. Uma vez que a concessionaria aceita fazer a revisão fora do prazo contratual (temporal ou quilometragem) e recebe o valor cobrado, nesse ato ela na condição de representante legal da montadora renuncia o direito de interrupção do exercício do prazo da garantia. Se esse for o seu caso pode dormir sossegado.

  • Avatar
    Simoni camargo 22 de julho de 2020

    Então tenho kwid 2018/2019, com 35.000, e fiz todas as revisões na concessionária formula fiz a revisão dos 10.000, bom marquei com 10.000 mas me marcaram 15 dias depois e acabou sendo feita com 12.000, fiz a revisão dos 20.000 também foi a mesma coisa acabou sendo feita com 22000. Eu marquei a revisão dos 30.000, mas não me senti legal e acabei não indo fiquei em casa e também a concessionaria estava fechada no dia que resolvi levar para fazer a revisão, do nada começou a fazer um barulho no motor então levei na concessionária, e como já estava com 35.000 pedi para fazer a revisão e relatei que tinha começado um barulho, a atendente preencheu a ficha e o carro ficou lá, dia 29/06/2020, no dia 01/07/2020 me ligaram para comparecer la, fui e me informaram 8que o motor tinha batido, e que devido as quilometragem das revisões, talvez eu tivesse perdido a garantia do motor , mas no dia 03/07/2020 me ligaram e disseram que a fabrica aceitou a garantia, até ai tudo bem no dia 06/07/2020 me liberaram o carro reserva para 3 dias, no dia 08/07/2020 me ligaram novamente mandaram comparecer na concessionaria, então la fui eu novamente lá, chegando me mostraram o motor todo desmontado, e me disseram que o motor tava todo carbonizado, peças danificadas,me disseram que podia ser combustível, ou óleo, bem óleo é eles que trocam então se deu problema,o óleo é deles mesmo, se foi combustível eu abasteço em postos de bandeiras confiáveis, eu não entendo de motor, e me disseram que a fabrica não quer dar a garantia, sei lá quando comprei o carro me disseram 3 anos de garantia, fiz todas a revisões certas, então gostaria de saber que culpa tenho eu se o motor quebrou, fica minha indignação e revolta com a Renault.
    E o olha o que a fábrica simplesmente me responde:
    #renaultbrasil Foi efetuada análise pela concessionária fórmula Curitiba Bacacheri na qual foi identificada agente externo, o que impediu que a garantia fosse aplicada em seu veículo.
    “AGENTE EXTERNO” BRINCADEIRA
    #RenaultKwid NUNCA MAIS

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Perdeu a garantia mas primeira revisão. A revisão é com 10 mil km (com tolerância até 11 mil km) e vc fez com 12 mil, já perdeu a garantia aí.. Depois com 20 mil a mesma situação.. Aí com 30 mil vc deixa passar 5 mil?? Usando o mesmo óleo velho no motor?? O carro já não é aquela maravilha, com esse relaxo vai pra vala mesmo..

    • Avatar
      Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

      A resposta ao comentário anterior se enquadra no seu caso. Contrate um advogado que na justiça você tira essa de letra!

  • Avatar
    William Freitas 8 de julho de 2020

    Fiz a revisão do meu carro com 10.000km em 11 meses de uso. Moto em Fortaleza e fui algumas vezes Em Recife, devido a isso o KM aumentou. Após 6 meses da revisão de 10.000 completou 20.000, mais uma vez foi devido a viagens. Não teve desgaste do carro pra necessitar uma revisão de 20.000km pela concessionária. É necessário trocar o óleo? Seria necessário já fazer a segunda manutenção de 20.000?

    Pergunto isso pq se eu em 2 meses for 8 vezes em PE, já completo 10.000. então teria de fazer as revisões de manual em pouco tempo. Sendo que as viagens são na pista.

    Prisma Joy 2018/2019.

    Tô pra fazer a revisão, de 20.000. Eles roubam muito, mecânico nem viu e disse que deverá trocar a pastilha de freio. Kkk eu só andei muito em pista.

    Se eu trocar o óleo apenas e fazer a revisão da concessionária a cada ano com base na última revisão, seria ruim?

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Ruim?? Seria péssimo!! Independente de atingir a quilometragem em 1 semana ou 1 ano, a cada 10 mil km tem que fazer as revisão na concessionária pra manter a garantia do veículo.

  • Avatar
    Leonardo Lopes 7 de julho de 2020

    Aqui meu carro teu uma pane elétrica e quase bati, o carro travou todo e não desligava e depois apagou, liguei de novo e fui para o trabalho, chegando lá na toca o carro teu outra pane elétrica e não desligava mais, minha esposa ligou para recall da Fiat e o carro ainda com garantia e um argo 1.0 drive 2018 e comprei ele zero e sempre fiz todas revisões aí na Roma, mas a última de 30 mil não quiseram fazer com minha esposa porque no dia aconteceu alguma coisa aí e orientaram ela a fazer de 40 que não tinha problema nenhum, ok o carro teu a pane agora com 38 mil e levaram o carro para a Roma aí desde segunda e ninguém entra em contato falam nada não tão posição, na terça consegui falar me dizeram porque eu não fiz a de 30 mil perdi a garantia ? Sendo que no contrato a garantia elétrica do carro e de 3 anos e vc não a perde se não a mexeu nela, e liguei passei para a recall da Fiat que estão estudando e resolvendo mas até hoje ninguém entra em contato ninguém fala nada.

  • Avatar
    Enio de Souza 7 de julho de 2020

    Olá , meu veículo termina a garantia agora em agosto 2020 , porém ando muito pouco e não atingiu a quilometragem da revisão , devo fazer em agosto ou quando atingir a quilometragem ?

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Independente de quando a garantia vai terminar as revisões são feitas a cada 10 mil km ou 1 ano (sempre o que acontecer primeiro). Não atingiu a quilometragem da revisão mas já atingiu 1 ano desde que fez a última?? Se sim, faça a revisão, se não, não vão fazer.

  • Avatar
    Rodolfo 10 de junho de 2020

    Boa noite, tenho um renegade 2018 e sempre fiz as revisões na concessionária porém a de 25.000,00 passou só 200 km, agora meu carro deu problema no teto solar e está na garantia, e está na concessionária a quase 1 mês e a fábrica está alegando que eu perdi a garantia devido os 200 km que passou, sendo que todas as revisões foram feitas na concessionária Jeep! E o problema que apresentou nem foi no motor foi no teto solar.

    Fico no aguardo de uma resposta.

    Att, Rodolfo.

    • AutoPapo
      AutoPapo 11 de junho de 2020

      Olá, Rodolfo. Por favor, envie mais informações pelo email borisresponde@autopapo.com.br.

      Obrigado

    • Avatar
      Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

      Minha resposta ao Alan (no primeiro comentário) esclarece a sua dúvida. É o mesmo caso.

    • Avatar
      Andre Becegato 21 de outubro de 2020

      Na minha opinião o Teto solar deveria ter garantia única e exclusiva de tempo , independente de km , afinal o desgaste por rodagem é muito maior no motor e não nesse tipo de acessório.

  • Avatar
    Luiz 13 de março de 2020

    Tenho uma C250 sport turbo 211cv 2015 saiu da garantia. Liguei pra a conssecionaria para fazer troca de oleo e filtro zme pediram R$970
    00. Fiz uma pesquisa em uma auto center de renome vai me custar R$ 420.00.Qual melhor procedimento. A diferença e muito grande.

    • Avatar
      Márcia Muchaqui 23 de junho de 2020

      Bom dia,eu fiz a primeira revisão do meu carro na concessionária,agora tenho que fazer a segunda,mas achei um absurdo eles cobrarem 600 reais,caso eu não fizer a revisão na concessionária eu perco a garantia do meu carro, é um Onix da Chevrolet muito obrigada aguardo uma resposta

  • Avatar
    Luiz do vale 26 de fevereiro de 2020

    O limpador de para brisa deu problema e foi constatado que o motor de limpador de para brisa traseiro esta queimado tenho 5 meses que peguei o carro na concessionária, disseram que se eu não fizer a revisão com eles perco a garantia e não trocarão o motor do limpador de para brisa traseiro, e ai tenho direito ou não ?

  • Avatar
    Alexandre Antonio ramos 20 de dezembro de 2019

    A Fiat da 3 anos de garantia de motor e câmbio ė fiz até os 30 mil km de revisão nela. E tô com 88mil km ė meu câmbio deu problema .Gostaria de saber se eu não tenho mais a garantia. Do motor e câmbio. E onde diz que eu tenho io que sempre fazer as revisões nas concessionarias

    • Avatar
      Kelly Palhano siqueira 27 de janeiro de 2020

      Boa noite gostaria de falar com vc sobre esse problema
      Tem um contato?

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Tem 3 anos de garantia, mas com um limite de quilometragem. Qual o limite de quilometragem da garantia??

  • Avatar
    João 15 de novembro de 2019

    Eu fui a autorizada da agência da Fiat fazer a revisão de um Mobi like 2018 com 20.000km,uma revisão simples que custa $1.470,00 eu posso fazer a revisão em uma oficina,uma vez que ocarro não apresenta defeitos? O valor é muito alto, fiz o orçamento da troca de óleo e filtros balanceamento e alinhamento e ficou em $380,00 e posso colocar os itens revisados no Manual do proprietário com a nota fiscal do serviço realizado para continuar na garantia de fábrica?

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Como a fábrica vai dar garantia de um serviço feito por um terceiro?? Ela só pode dar garantia em serviços feitos por um de seus concessionários. Sem falar que no manual eles carimbam a concessionária que fez o serviço.

  • Avatar
    NORBERTO NUNES DE ANDRADE 4 de novembro de 2019

    Na primeira revisão dos 10.000km, eu sou obrigado a comprar óleo de motor e filtro de óleo na concessionária, ou posso comprar fora desde que dentro das especificações do manual?

  • Avatar
    Ester Mendes 11 de outubro de 2019

    Ola! Se estou fora do meu domicílio e chegar a hora da revisão, posso fazer em outra concessionária? Toyota.
    Estou no Rio e comprei em SP. Disseram que se eu fazer em outra perderei a garantia.
    Agradeço

    • Avatar
      Maurício 17 de agosto de 2020

      Negativo! Pode fazer a revisão em qualquer concessionária da marca. Eu já comprei um carro em uma concessionária e meses depois ela fechou. E ai? Ficaria sem fazer revisão!

  • Avatar
    Ernesto 10 de outubro de 2019

    Não aparece nenhuma resposta aqui…

  • Avatar
    Edson Machado Vaz Junior 2 de outubro de 2019

    Levei meu veículo na concessionária para verificar um barulho na suspensão. Disseram que tinha que efetuar a troca dos amortecedores. Assim foi feito. 2 meses depois voltei porque o tal barulho ainda estava no veículo. Na terceira ida a concessionária fui informado que era um barulho crônico. Resolvi depois de 15 dias trocar os pneus. Disseram que fariam um teste nos amortecesores para verificar. Apareceu um barulho e voltei para verificar. Disseram ser as molas e pra minha surpresa alegaram que os amortecedores estavam empenados devido alguma queda em buraco. 1 ano levando o veículo para achar o tal barulho pra tentarem empurrar um par de amortecedor novo e ainda disseram que a garantia não cobre. Concordaria se realme te eu tivesse caído em algum referido buraco.

  • Avatar
    Bruno Abolis 14 de setembro de 2019

    Boa noite.

    Não fiz a revisão de 20.000 em meu onix, fiz com 9.000 e depois com 29.000, sabe me dizer se perco minha garantia de fábrica? Todas foram feitas em autorizar as Chevrolet.

    Agradeço de antemão.

  • Avatar
    BRUNO ABOLIS 14 de setembro de 2019

    Boa noite.

    Não fiz a revisão de 20.000 em meu onix, fiz com 9.000 e depois com 29.000, sabe me dizer se perco minha garantia de fábrica? Todas foram feitas em autorizar as Chevrolet.

    Agradeço de antemão.

    • Avatar
      Mauricio 17 de agosto de 2020

      Já perdeu a garantia da fábrica. Revisões são a cada 10 mil km (com tolerância máxima de 1.000 km) ou 1 ano, sempre o que chegar primeiro. Deu 1 ano e rodou menos de 10 mil? Tem que fazer a revisão!

  • Avatar
    João Carlos Mendes Cavalcanti Filho 20 de agosto de 2019

    Parabéns pelos seus esclarecimentos, inclusive no rádio. Aproveito e peço outro que tire outra dúvida, estou com o carro no ultimo mes da garantia dada pela montadora, a quinta, devo fazer na concessionária ou não faz diferença,ja que a garantia acabou?

  • Avatar
    VANDERLEI RODRIGUES DE SOUZA 27 de junho de 2019

    Minha moto travou o motor, a garantia dela vence em Outubro de 2019 e está na garantia dos 10mil km, porem o prazo de 12 meses para revisão venceu em Março e eu não fiz.
    Eu perco o direito nesse caso?

    • Avatar
      Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

      A garantia está condicionada ao cumprimento dos chamados das revisões periódicas estipuladas pelo fabricante por parte do consumidor dentro do prazo de garantia. Se a moto está dentro do prazo de garantia, porém você não cumpriu os chamados de revisão, você unilateralmente renunciou a garantia do fabricante. Nesse caso não há o que fazer a não ser amargar o prejuízo.

  • Avatar
    Marilene seixas Augusto 19 de junho de 2019

    Levei o carro pra fazer revisão com 11mil km, e eles querem cobrar multa é correto?

  • Avatar
    Evaldo de Sousa Damas 18 de junho de 2019

    Oi boa noite! Comprei um fiet Cronos a 1 ano e o carro apresentou um defeito,no amortecedor traseiro vazando, levei na concessionária, e eles me falaram que nao podia substitui a peças por falta de revisão,por ter deixado de fazer uma das revisões,isso faz eu perde a garantia?

    • Avatar
      Mauricio 17 de agosto de 2020

      Se ficou alguma revisão sem fazer, perdeu sim a garantia. Talvez esse problema poderia ter sido evitado em alguma dessas revisões sem fazer.

      • Avatar
        Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

        ERRATA (em inúmeras situações similares a essa entende que ENQUADRAM-SE no conceito da “garantia solidária”).

    • Avatar
      Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

      Há uma possível solução para esses casos. A justiça em inúmeras situações similares a essa entende que enquadradão-se no conceito da “garantia solidária”. Em síntese, tanto a Montadora e como o Fabricante dos componentes respondem solidariamente por vícios e defeitos que o carro venha apresentar. No seu caso o defeito houve um defeito no amortecedor. Você deve informar-se qual o fabricante da peça e investigar no mercado de reposição qual a garantia que o mesmo oferece. Muitos fabricantes de amortecedores oferecem 2 anos de garantia ou 60.000 km. Se, eventualmente, o fornecedor do amortecedor do seu carro para a Montadora oferece essa garantia no mercado de reposição, admitindo por hipótese que seu carro, consequentemente o amortecedor defeituoso, tenha menos de 2 anos de uso e menos de 60.000 km, você pode exigir o cumprimento da garantia da peça pelo fornecedor do amortecedor em vez da montadora. Hipoteticamente, se for esse o caso, você primeiro deve comunicar o fabricante do amortecedor e “convidá-lo” ao cumprimento da garantia da peça com base na garantia oferecida pelo mesmo no mercado de reposição. Caso haja a recusa do fornecedor em cumprir a garantia, você deverá ingressar com uma ação na justiça pedindo a “repetição dos termos de garantia” aplicados no mercado de reposição, uma vez que trata-se do mesmo componente. Espero ter ajudado.

      • Avatar
        Carlos Alberto 28 de setembro de 2020

        ERRATA (em inúmeras situações similares a essa entende que ENQUADRAM-SE no conceito da “garantia solidária”).

  • Avatar
    Ederson Souza 16 de maio de 2019

    Eu estou com um grande problema.
    Meu carro é um cobalt Elite 2017 e está com 30.000km rodados.
    Sou segundo dono e comprei a menos de 03 meses e foi realizada apenas 01 revisão na Concessionária.
    Infelizmente tem um barulho muito estranho dentro do motor, a Chevrolet não quer desmontar o motor porque alega ter perdido a garantia.
    A loja de semi novos entrou com uma solicitação para a Chevrolet realizar o serviço, o advogado dele está a frente.
    O carro está dentro da Oficina da Chevrolet e já faz 04 dias e ainda não tem autorização com a ordem de serviço para execução do serviço.
    Estou sem o meu carro.
    O que eu faço?
    Não deram nem previsão.
    Eu sou o dono e não posso arcar com esse prejuízo.Eles alegam ter perdido a garantia devido não ter realizado a revisão na Concessionária.

  • Avatar
    Ricardo Alves 15 de abril de 2019

    É verdade que se eu trocar o óleo do carro em qualquer outra oficina mecânica e der problema no carro que não esteja relacionado a isso, e se caso a montadora se recusar a atender a garantia eu posso processar eles? Porque na real eles tem que me dar a garantia do veículo e não do serviço prestado por outra empresa. Isso é coação, eles não podem me obrigar a fazer a revisão com eles, me ameaçando de perder minha garantia.

  • Avatar
    COMPREI TBÉM UM ÔNIX O KM NÃAOTEM NEM 3000 KM E ME OBRIGAM A FAZER REVISÓES ! 2 de janeiro de 2019

    TENHO MESMO QUE LEVAR O CARRO PARA ELES LIMPAREM TUDO TROCAR TUDO !?????

  • Avatar
    Marcos 7 de maio de 2018

    É verdade que se o carro é blindado a revisao deve ser feita de 6 em 6 meses!….senao perderia a garantia!!??….ou seria tambem uma sacanagem por parte da concessionária querendo que o carro troque oleo de motor …por exemplo em espaco tao curto de tempo…..meu carro tem 14.000 km…..e já foi na concessionária 4 xs.para a concessionária para que não perdesse a garantia!!….procede?….pode?…..em qual documento que diz que um carro por ser blindado teria que fazer mais revisões que outro carro que não é blindado?!

  • Avatar
    Ademir Santana 5 de maio de 2018

    Comprei um carro zero ônix Chevrolet.
    É verdade que tenho que trocar o óleo do motor com 5000 km para não perder a garantia da fábrica sobre o veículo?

    • AutoPapo
      Felipe Boutros 5 de maio de 2018

      Olá, Ademir. Por favor, envie a sua pergunta no Boris responde.

    • Avatar
      João Paulo Silva 8 de novembro de 2018

      Obrigadatorio 10.000km

    • Avatar
      Carlos 23 de maio de 2020

      Em caso de uso severo, sim, a casa 5 mil km.

Avatar
Deixe um comentário