SUV: se não vai pela lógica, vai pelo bolso

Os utilitários esportivos não são uma escolha racional por diversos motivos, mas um deles pode te incomodar, pois mexe no seu dinheiro

suv frente dinheiro caindo portal
SUV não tem a menor lógica financeira (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
Publicado em 05/05/2023 às 18h02

Quase todas as justificativas de quem compra um utilitário esportivo, o SUV, são irracionais. E não adianta querer argumentar racionalmente, pois o SUV virou moda e ponto final.

VEJA TAMBÉM:

Sabe quanto custa um jogo de pneus de SUV?

  • E os argumentos lógicos vão só se acumulando, como uma recente pesquisa nos Estados Unidos que provou o perigo muito maior de um SUV envolvido num acidente, pois a possibilidade de ferimentos muito mais graves ou fatais é muito maior.
  • Mas quem sabe apelando para o bolso. Quem compra um SUV não imagina quanto vai custar a troca dos pneus.
  • Sempre mais caros do que os dos outros automóveis, principalmente se for um utilitário esportivo com rodas aro 18 ou 19. E se for o run flat, a troca do jogo fica em cerca de R$ 10 mil.
Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Mauro César Vieira dos Santos 13 de janeiro de 2024

SUV de entrada é pra quem recebe R$20.000,00 e pode pagar o IPVA e as manutenções, viva conforme seu padrão financeiro. Pra depois, passar vergonha nas revisões da autorizada! Fica a pergunta, quem não quer possuir um carro seguro e de encher os olhos?

Avatar
Geraldo 11 de maio de 2023

SUV e sedãs q se danem…eu quero as Station Wagon de volta…tenho uma weekend e não troco por estas porcarias…o pneu? 450 reais cada um…consumo 10 km/l gasolina…manutenção acessível…o q mais vejo é dono de carrão sem grana para fazer manutenção….

Avatar
Santiago 10 de maio de 2023

No caso especifico do mercado brasileiro, cabe uma pergunta que não quer calar:
– O que é, de fato, um SUV???
Hoje em dia o nosso mercado está quase que monopolizado por crossovers compactos, desenvolvidos sobre plataformas de hatches compactos, e descaradamente vendido$ como “SUV” (coisa que não o são). Mas como o rótulo colou, e a moda pegou, agora qualquer coisa ligeiramente quadrada e sobre pneus virou “SUV” aqui no Brasil.

Avatar
Julio 9 de maio de 2023

Virou moda falar mal dos SUVs, geralmente quem não tem um. Vida longa aos SUVs!

Avatar
Marcio 7 de maio de 2023

Vim curioso, mas a matéria só fala do custo do pneu Run Flat, objetivando desmerecer os SUVs.
Parece mais uma opinião parcial sobre o veículo

Avatar
Fernando 6 de maio de 2023

É verdade que o argumento de quem compra um SUV é irracional, se fôssemos raciocinais andaríamos de metrô, ônibus ou bicicleta. Pouquíssimas pessoas precisam de um carro, é um conforto e status desejado e as pessoas devem ter o direito de comprar e usar seus veículos se estiverem dispostas a pagar.
Acho bem engraçado alguém criticar a compra de SUV e defender sedãs. Qual o argumento “racional” para ter um sedã no Brasil? São completamente anacrônicos num país cheio de lombadas, valetas e buracos nas ruas. O sedã arrasta, arranha e as vezes entala. Em alguns casos até em rampas de garagem/estacionamento sofrem. Muitos sedãs são tão grandes quanto SUVs e andam por aí tão vazios quanto, geralmente só com o motorista. Não são necessariamente mais econômicos e um estorvo para estacionar.
Caso quiséssemos ser menos irracionais, a maioria dos carros no Brasil seriam altos como SUVs e pequenos como os mini-carrinhos europeus e japoneses, para duas pessoas, e com um pequeno espaço para as compras.

Avatar
Deixe um comentário