Veja os 5 carros mais roubados no Brasil em 2021, segundo plataforma

Levantamento feito pela Carsystem aponta que a maior parte das ocorrências de roubo ou furto ocorrem geralmente das 19h às 22h

ladrao roubando carro
Em São Paulo, Zona Leste é a região mais perigosa (Foto: Shutterstock)
Por AutoPapo
19 de outubro de 2021 17:46

A Carsystem, empresa líder em rastreamento veicular, divulga o ranking dos carros mais roubados no primeiro semestre de 2021. Com o aumento da circulação de pessoas após a fase mais aguda da pandemia, as ocorrências de roubos e furtos cresceram 15% no período em relação ao ano passado, com 1.600 chamados.

Mas, quais foram os carros que lideraram o índice de roubo da Carsystem? O Ford Ka foi o líder entre os chamados de roubo. Mesmo fora de linha desde janeiro com o fechamento da fábrica da Ford, o Ka foi um dos carros mais vendidos do país durante os últimos anos. O segundo carro da lista foi o Chevrolet Onix.

VEJA TAMBÉM:

O terceiro colocado foi o Renault Sandero, seguido pelo Volkswagen Gol e o Hyundai HB20. No índice de furtos do primeiro semestre, o ranking foi bem parecido tendo o Chevrolet Onix na liderança, seguido pelo Ford Ka, Volkswagen Gol e depois o Voyage, Renault Sandero e Hyundai HB20.

Carros mais roubados do Brasil

  1. Ford Ka
  2. Chevrolet Onix
  3. Renault Sandero
  4. VW Gol
  5. Hyundai HB20

Horários de maior ocorrência

Os acionamentos da Carsystem por ocorrência de roubo ou furto ocorrem geralmente das 19h às 22h. Além do aumento de roubos em 5%, as ações de ladrões de cargas cresceram 10% no semestre. Com o aumento do número de entregas por empresas de logística e e-commerce, os roubos de utilitários como VUCs, vans e minivans subiram de forma desproporcional no período.

Em São Paulo, zona leste é a mais perigosa

Segundo o ranking da Carsystem, a região com maior ocorrência de roubos e furtos vem da zona leste da cidade com 37% dos chamados e 339 solicitações debloqueio. A zona sul foi responsável por 26% com 242 chamadas. Da zona oeste vieram 179 chamadas que correspondem a 20% do total, a zona norte teve 97chamados com 11% do total e a região central da cidade, registrou 60 chamados, sendo 7% do total.

Entenda os motivos que levaram a Ford a fechar suas fábricas no Brasil:

Fotos: Divulgação

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 20 de outubro de 2021

Fala isso para o pessoal que está com o mico parado em uma oficina eu conheço vários. Antes da fábrica sair do Brasil já era difícil agora podemos dizer que é um EFFA na vida

Avatar
Fernando Tadeu Monteiro 20 de outubro de 2021

O veículo parou de fabricar e não se encontra peças no mercado, fórmula perfeita para ser alvo da robauto.

Avatar
Paulo 20 de outubro de 2021

Falou besteira amigo.
Excluindo o cabeçote e bloco do motor, todas os outros componentes do automóvel, são fornecedores terceirizados nacionais que fornecem (em mais de 90% em média).
Esses mesmos fornecedores irão continuar fabricar e abastecer normalmente o mercado.

Avatar
Deixe um comentário