Brasileiro para o trânsito de Londres com Lamborghini de R$ 20 milhões

O hiperesportivo Sián é o primeiro híbrido da marca italiana, mas ainda assim conta com um sonoro motor V12 aspirado

Por Eduardo Rodrigues 02/06/21 às 14h14
lamborghini sian londres
Unidade comprada por empresário brasileiro conta com pintura cinza fosco e detalhes vermelhos (Lamborghini London | Divulgação)

O empresário brasileiro Henrique Grossi foi a primeira pessoa na Inglaterra a comprar o Lamborghini Sián, primeiro híbrido da marca. O que não estava planejado era a comoção gerada na rua quando o brasileiro foi na concessionária buscar o carro, fotógrafos e populares aglomeraram em volta do carro atrás de cliques.

VEJA TAMBÉM:

O canal do YouTube TheTFJJ registrou o acontecimento e como podemos ver no vídeo: o empresário ajudou os spotters deixando o carro aberto para fotografarem o interior. A unidade de Grossi possui pintura Grigio Nimbus, mais discreta que o verde usado no lançamento do carro.

O Lamborghini Sián pode até ser o primeiro híbrido da marca, mas ainda conta com o tradicional V12 aspirado que podemos ouvir em alto e bom som no vídeo. O motor de 6,5 litros produz 785 cv que é auxiliado por um sistema elétrico de 48 volts acoplado a transmissão. A potência combinada é de 819 cv.

Apenas 63 unidades do Sián serão produzidas, com preço partindo de $3,7 milhões de dólares, ou cerca de R$ 18,95 milhões em conversão direta.

6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Leandro Ricardo de Almeida 3 de junho de 2021

Muito obrigado o negócio está sendo bom

Avatar
bilontra 3 de junho de 2021

“Arque rival” pode ser lido como “dobre o adversário”. Ou “curve o oponente”. Se o desejo é exibir um mínimo de alfabetismo que deveria trazer do ensino fundamental, escreva “arquirrival”, para expressar o “adversário e rival mais antigo”, o que, obviamente, não cabe no contexto da matéria, já que o modelo exibido é novo em folha.
Ou seja: volte para a pré-escola.

Avatar
Sir.Alves 2 de junho de 2021

Parabéns, se trabalhou e ganhou honestamente, parabéns. A propósito,… esse não seria o bólido arque rival do Bugatti Chirón?

Avatar
Bijuja 2 de junho de 2021

“Para” não leva mais acento.
Pesquise.

Avatar
Vinicius Moriconi Pacheco 5 de junho de 2021

Desde 1974…

Avatar
Marcelo 2 de junho de 2021

Pára*

Avatar
Deixe um comentário