Carlos Ghosn diz que a Nissan se tornou uma empresa ‘chata e medíocre’

O então presidente da Nissan, Carlos Ghosn, está lançando um novo livro onde revela o que estava sendo feito na Nissan antes de sua prisão

carlos ghosn nissan stock photo
Em entrevista, Ghosn faz críticas pesadas ao sistema judiciário japonês (Foto: Nissan | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
23 de setembro de 2021 17:05

O executivo brasileiro Carlos Ghosn, ex CEO da Nissan, deu uma entrevista ao Fox Business onde revelou mais detalhes do seu lado da polêmica na aliança Renault-Nissan-Mitsubishi. Na entrevista ele também promove o seu livro Broken Alliances, sem versão em português por enquanto.

Antes de sua prisão, Ghosn planejava junto da Renault uma colaboração mais próxima com a Renault. Segundo o executivo essa atitude não deixou os executivos japoneses da Nissan felizes. O novo livro aborda os planos de unir os três fabricantes contado pelo idealizador do plano; e também como isso levou à sua prisão.

VEJA TAMBÉM:

Novas revelações de Carlos Ghosn sobre o que acontecia na Nissan

Na entrevista, Carlos Ghosn reforça que os planos de aproximar a Nissan da Renault feriu o ego dos executivos japoneses. Com medo de perder o controle da empresa para os franceses, arquitetaram a prisão do executivo brasileiro sob alegações de falsificação de relatórios de segurança e subnotificação de sua compensação.

Na entrevista ele também criticou o sistema judiciário japonês. Ghosn diz que Greg Kelly, ex vice-presidente da Nissan, ainda está no Japão como refém do sistema e também é inocente. Ele diz que o julgamento de Kelly será apenas em março de 2022, um exemplo de como os japoneses adiam o processo artificialmente para atrasar a fusão na aliança.

Antes de sua fuga para o Líbano, Carlos Ghosn foi mantido em uma cela solitária por meses sem poder falar com sua esposa e família. Ele diz que só fugiu do país após ter certeza que não teria um julgamento justo no Japão.

Como fica a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi

Carlos Ghosn entrou na liderança da Nissan em 1999, em uma época onde o fabricante estava desorganizado e com poucos modelos gerando lucro. Só no Japão a Nissan vendia 46 modelos diferentes e fazia motores diferentes para a mesma proposta.

Ghosn criou um plano de renascimento da Nissan que tornou as ofertas de carros e motores mais enxuta e lucrativa. Nessa última entrevista o executivo disso que nos 19 anos seguintes o fabricante acabou se tornando chato e medíocre, sem encontrar o seu espaço no mercado.

Antes de sua prisão, Ghosn estava criando um sistema onde a Nissan seria parte de algo completamente novo e com muita inovação tecnologia. Agora, depois de sua prisão, o executivo diz que o Japão, a Nissan, a Renault, a Mitsubishi, a França e os acionistas perderam a reputação.

A Daimler havia uma parceria com a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, mas está recuando. O Boris explica:

15 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Lady 26 de setembro de 2021

Ele não é brasileiro!!!!

Avatar
De lucca 24 de setembro de 2021

Ele disse que os executivos da Nissan não concordavam com o trabalho que ele fazia. Mas a Nissan em vez de orientá-lo ou demití-lo, de forma simples e rápida, preferiu criar um grande complô, expor seus desvios, pagar polícia para forjar uma investigação, envolver promotores, convencer juízes, criar uma conspiração cinematográfica e prendê-lo. Mais simples assim. 🙂

Avatar
Edemilson Arcel 24 de setembro de 2021

A última previsão dele era de que Nissan, Renault etc iam fechar, que só as grandes montadoras iam sobreviver no Brasil. Fechou a Ford, e a Nissan e Renault cresceram mais que as grandes. Sabe tudo esse “visionário” kkk

Avatar
Mauro Martins 24 de setembro de 2021

Um pilantra sem moral tentando agora desmoralizar a empresa que lhe deu a maior oportunidade da sua vida e tudo que ele tem hoje, e ganhou traição em troca. Devia estar preso.

Avatar
Christian 24 de setembro de 2021

Esse cara é louco. Depois que descobriram as suas falcatruas, vive fugindo da polícia e atacando a Nissan, a Renault, a Justiça japonesa, o governo do Japão. O que ele diz deveria ir direto para o esgoto.

Avatar
Denilson Braga 24 de setembro de 2021

Declarações mentirosas e sem nenhuma coerência. Vive atacando a Nissan para tentar pressioná-la a fazer um acordo para evitar a sua prisão pelos atos ilícitos cometidos. Está foragido hoje da justiça.

Avatar
Otto 24 de setembro de 2021

Tão esperto que disse que a Nissan e os pequenos fechariam aqui e a Nissan só cresceu com recorde histórico. Disse que só as grandes sobreviveriam e a Ford fechou. Calado ela acerta mais… kkkkk…..

Avatar
Danilo Tarkus 24 de setembro de 2021

Essa argumentação dele já foi derrubada pelas autoridades japonesas, com muitas provas de atitudes ilícitas da parte dele. Tenta reverter a situação inventando uma teoria da conspiração sem qualquer nexo, pois todos os seus argumentos estão se mostrando o contrário do que ele diz, e as provas são muitas.
Sabe que se for julgado não terá nenhuma chance, então usa essa narrativa para tentar salvar a sua imagem.

Avatar
Renato Bustamante 24 de setembro de 2021

Eu já comentei aqui uma vez que dão muita moral para esse sujeito.
Ele aprontou e agora quer desmoralizar a Nissan e Renault a qualquer custo, mas as provas e os fatos só mostram que de inocente ele não tem nada. Pura vingança pessoal.
Desde que foi pego diz que o grupo vai afundar, mas o que acontece é o contrário.

Avatar
Roberto Schmidt 24 de setembro de 2021

Ultimamente só tem atacado a Nissan para tentar justificar seus próprios erros, mas enquanto ele deve para a justiça pelos danos e sonegação que causou, o grupo só cresce e ganha respeito. Então, Carlos Gosma, quem está mentindo?
Para quem fugiu da justiça, lhe falta moral para se fingir de coitado.

Avatar
Lércio Mendes 24 de setembro de 2021

Fugiu por não confiar na Justiça do Japão? Calma, não é a daqui. A de lá funciona. O que não funcionou foi o esquema de desvios que ele criou.

Avatar
Geremia 24 de setembro de 2021

Chato está ficando este site…. kkkk…… (nem consigo publicar mais com meu perfil antigo)
Um f u g i t i v o da Justiça, que provou-se ser s o n e g a d o r, que l e s o u a Nissan, que tinha esquemas de desvio com concessionárias, falando isso da Nissan? kkkkkk…… Muito confiável mesmo…. kkkkk……
A culpa é da Nissan que descobriu, da p o l í c i a federal do Japão que investigou, da r e c e i t a federal deles que comprovou tudo, da promotoria que denunciou e do J u i z que julga o caso….. ele é muito inocente….

Avatar
Reynaldo 24 de setembro de 2021

Recebeu milhões e declarou alguns milhares. Montou esquemas de desvios, e frau dou a empresa, e agora é vítima e ataca a Nissan e o governo Japonês. Sei…
Muito inocente.

Avatar
Michaela Bergotti 24 de setembro de 2021

No livro ele conta também os crimes que cometeu? A fuga numa caixa de madeira? A sonegação de impostos?
Só sei que a aliança Nissan/Renault/Mitsubishi só continua crescendo e sendo atualmente a mais produtiva em cooperação hoje.
Ano passado ele disse que a Nissan era pequena aqui e que fecharia, mas quem fechou foi a Fordlixo que estava justamente na extremidade oposta do que ele disse. Sabe tudo esse cara…

Avatar
mario roberto 23 de setembro de 2021

grande executivo um grande idealizador o japa que mandou prender ele renunciou por ser corrupto.

Avatar
Deixe um comentário