Lei quer aumentar pena em receptação de carro roubado

Além de endurecer a pena para quem receba o carro furtado ou roubado, o Projeto de Lei também propõe prisão a quem adultere chassis

Por AutoPapo 29/10/20 às 14h53
De Agência Câmara
homem abre os braços em frente a vaga de estacionamento indicando que seu carro foi roubado
Carro roubado (Foto: Shutterstock)

Projeto de Lei nº 4868/20 busca aumentar em um terço a pena para o crime de receptação de carro furtado ou roubado. Proposto pelo deputado Coronel Armando (PSL-SC), o texto prevê aumento que ultrapasse os 5 anos de prisão.

Atualmente, a pena geral prevista para o crime de receptação é a reclusão do infrator de 1 a 4 anos e multa.

VEJA TAMBÉM

Outra causa que justifica o projeto de lei, de acordo com Coronel Armando, é a venda de veículos furtado ou roubados junto da adulteração de seus chassis, que é o sinal identificador do automóvel. O texto propõe até oito anos de prisão para quem pratique a adulteração do chassi em carro com queixa de furto/roubo.

Hoje, o Código Penal subentende três a seis anos de reclusão para quem cometer este tipo de crime. A proposta de lei que busca aumentar a pena de receptação de automóvel furtado ou roubado mais adulteração de chassi tramita na Câmara dos Deputados.

carro roubado
Foto: Shutterstock
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário