‘Cópia’ do Defender tem produção autorizada pela Justiça

Escritório de patentes do Reino Unido considerou que o design icônico do SUV da Land Rover não é suficientemente diferente para ser uma marca registrada

Por AutoPapo 05/08/20 às 15h32
ineos grenadier prata parada no asfalto com fundo neutro
Grenadier é baseado na geração anterior do Land Rover Defender (Foto: Ineos | Divulgação)

A Jaguar Land Rover tentou impedir a Ineos de iniciar a produção de seu mais novo modelo, o Grenadier. O argumento da fabricante, que levou a questão à Justiça, é que o automóvel é uma cópia quase literal do icônico Defender. Acontece que, na Inglaterra, a decisão oficial foi a favor do “SUV paralelo”.

LEIA MAIS

O Grenadier é baseado na geração anterior do Land Rover Defender, mas o escritório de patentes do Reino Unido considerou que o design do icônico SUV não é suficientemente diferente para ser considerado marca registrada. A fabricante britânica controlada pela Tata recorreu, mas a decisão final foi mesmo a favor da Ineos.

“O Land Rover Defender é um veículo icônico que faz parte do passado, presente e futuro da Land Rover. […] Sua silhueta é única e instantaneamente reconhecível, e significa a marca Land Rover em todo o mundo “, afirmou a empresa em comunicado à Automotive News.

A Ineos, por sua vez, disse que: “A silhueta do Defender não é uma designação de origem da Jaguar Land Rover”.

O Grenadier será fabricado a partir de 2021 em duas configurações, assim como o Defender – uma de cinco portas e uma picape.

Toby Ecuyer, gerente de design da Ineos, declarou que queria um SUV moderno, funcional e capaz, com utilidade sobre a estética, e que não tinha ambiguidade sobre suas intenções.

6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Djalma Luiz Ferreira de Almeida 10 de agosto de 2020

Espero que seja bom e valores acessíveis. Bonito é

Avatar
Mauro Mendes Botelho 7 de agosto de 2020

Carro é como terno, segue a tendência, muda só algumas diferenças

Avatar
Wildon 6 de agosto de 2020

Quanta besteira. Nao existe marca que proteja modelo de carro. Marca e Tata. Land rover. Fiat fird e os modelos gol santana etc. Modelo de objeto e patente de desenho industrial. Se a land hocer tinha. Valeu 25 snos. Depois se torna livre. A Ferrari perdeu, recrntemente, o direito a um de seus modelos mais antigos. Foi copiado, entrou na justica e nao conseguiu impedir a copia

Avatar
Deoclécio Macena 6 de agosto de 2020

Achei interessante o veículo, Bonito mas realmente é a cara do defender, mais Nutella. Tenho meu Jimmy Suzuki e tou satisfeito.abraco

Avatar
JORGE GAMA 5 de agosto de 2020

A Land Rover ficou preocupada porque já tirou o seu veículo precursor, Defender, da linha de montagem e vai continuar vendo um parecido nas ruas…
O novo Defender não encara a lama como o velho…

Avatar
Rui 5 de agosto de 2020

Decisão cheia de ambiguidades britânicas. Pesou o senso de nacionalidade e amor pela vitalidade do simbolo do automobilismo inglês.

Avatar
Deixe um comentário