VW registra nome e-Beetle e Fusca elétrico pode ser lançado

Apesar de a marca ter descartado uma reedição do modelo em 2019, ele poderia voltar com nova plataforma da Volks para carros elétricos

Por AutoPapo 17/07/20 às 13h40
plataforma vw meb id3
Plataforma MEB sobre a qual o eFusca pode ser feito (Foto: Volkswagen | Divulgação)

A Volkswagen registrou o nome e-Beetle, o que pode indicar que a montadora alemã considera o retorno do Fusca (Beetle nos EUA) em uma versão elétrica. Recentemente, e-Samba também foi registrado e pode ser um dos nomes comerciais do I.D. Buzz, a futura Kombi elétrica.

Hoje, a VW está investindo em uma nova gama de carros elétricos, chamados de I.D.: um hatch, o I.D. 3 e um SUV compacto, o I.D. 4., montados sobre a plataforma MEB, especialmente desenvolvida para esse tipo de veículo.

Neste caso, seria um resgate da configuração clássica do Fusca, já que o motor, neste caso, ficaria na traseira.
VEJA TAMBÉM:

plataforma vw meb id3
Plataforma MEB da Volkswagen para carros elétricos

Releituras do Fusca

volkswagen fusca final edition
Fusca Final Edition: edição de despedida do modelo em 2019

O Fusca teve três gerações: a primeira, clássica e longeva, e outras duas montadas sobre a plataforma do Golf: New Beetle e Beetle (vendido como Fusca no Brasil).

O Fusca foi encomendado por Adolf Hitler, antes da Segunda Guerra Mundial, em 1938. Ele era o “carro do povo” alemão. Em 1950, o besouro começou a ser importado para o Brasil. Já a produção nacional do veículo começou em 1959.

Em 2019, quando o Beetle deixou de ser produzido em 2019, Herbert Diess, então CEO da Volkswagen, descartou por completo a volta do icônico modelo.

No Brasil, ele saiu de linha três vezes. A primeira foi em 1986, quando a Volkswagen já o considerava obsoleto. Contudo, em 1993, ele voltou a pedido do presidente Itamar Franco, se tornando o “Fusca Itamar”.

Depois, em 1996, ele foi abandonado novamente, encerrando as vendas da primeira geração em definitivo. Depois disso, ele só voltaria ao Brasil nos modelos modernizados New Beetle, a partir de 1997; e Beetle, entre 2012 e 2017.

Última homenagem ao Fusca

No começo deste ano, um ano depois de anunciar oficialmente o fim da produção do Fusca, a Volkswagen desenvolveu uma última homenagem ao ícone. O carro que fez história pelo mundo teve sua trajetória octogenária narrada em um curta-metragem intitulado “The Last Mile” (O Último Quilômetro).

Confira o vídeo:

Fotos: Volkswagen | Divulgação

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Haroldo Ferreira Cavalcanti 22 de julho de 2020

Ah que saudade! Do meu primeiro até o terceiro carro foram fuscas. Depois, também tive um fuscão. Ótimo carro! Esse carro fez parte da vida do brasileiro, bem mais que qualquer outro.
Acho que um Fusca sempre será um carro confiável. Melhorando a tecnologia, ainda mais confiável!

Avatar
José Carlos Lobo Barbosa 17 de julho de 2020

O Fusca (e todos os outros carros ícones) merecem voltar reestilizados e elétricos! Se o povo está pedindo, que assim seja!

Avatar
Deixe um comentário