Ford vai produzir sua nova geração de elétricos na Espanha

Nova linha de montagem elétricos vai contribuir no projeto da marca de produzir apenas veículos com emissão zero até 2035 na Europa

ford mustang mach e 2
Ford precisa ampliar sua gama de elétricos, como o Mustang Mach-E, no Velho Mundo (Foto: Ford | Divulgação)
Por Pedro Januzzi
23 de junho de 2022 11:33

Se por aqui a Ford preferiu fechar suas fábricas, na Espanha o cenário é bem diferente. A planta de Valência será a nova linha de produção da geração elétricos para o mercado Europeu. O anúncio veio ao mesmo tempo em que confirmou mais investimentos em sua fábrica em Colônia, Alemanha.

A escolha pela cidade de Valência não foi surpreendente, já que sua fábrica Almussafes existente na costa leste da Espanha é a maior da marca fora dos EUA.

VEJA TAMBÉM:

Objetivos da ford

A fábrica da costa leste foi construída em 1976 e durante esse período, teve grande participação nas operações da marca no Velho Mundo. Inclusive, a primeira geração do Fiesta vendida no Brasil, saiu de lá. Para a virada de chave para a eletrificação, a planta precisará de investimentos significativos para ajudar a empresa americana a atingir sua meta de 100% de veículos com emissão zero até 2035 na Europa.

Juntamente com o anuncio veio o do compromisso de investimento de 1,7 bilhão de euros na fabrica alemã de Colónia. A Ford planeja vender 600 mil elétricos por ano na Europa até 2026.

Fábricas no Brasil

Em janeiro de 2021, 0 anúncio do fechamento das fábricas da Ford no Brasil surpreendeu muita gente que não acreditava que uma marca tão consolidada no país, com mais de 100 anos de operações, poderia simplesmente fechar suas portas.

Os motivos são bastante controversos já que a marca alegou problemas relacionados a pandemia da Covid-19, mas em outubro de 2021 anunciou a abertura de duas novas fábricas nos Estados Unidos e agora o mais recente comunicado da fábrica que será construída em Valência.

As recentes decisões da marca parecem deixar ainda mais claro que o real motivo do encerramento das atividades no país foi o corte dos incentivos fiscais que inviabilizaram a marca que já era deficitária a anos no Brasil.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário