Kers Wee: carro elétrico nacional promete ser o mais barato do Brasil

Fruto das ideias de um engenheiro paranaense e com apoio do governo estadual, o Kers Wee é um carro elétrico 100% nacional e com proposta urbana

kers wee eletrico nacional azul parado em gramado
Porte compacto faz dele prático nos centros urbanos (Foto: Kers | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
01 de dezembro de 2021 13:56

Carros elétricos vêm se provando ideias para o uso urbano, mas essa economia deles possui um impasse do preço alto de compra. Uma empresa paranaense quer tornar os elétricos mais acessíveis, é a Kers com o pequeno Wee.

O idealizador do carro é o Engenheiro Carlos Motta, que recebeu apoio do governo do Paraná e da Unioeste. A produção do carro está planejada para ser feita na cidade de Maringá. Em entrevista para o jornal O Fato, Carlos diz que poderá gerar 300 empregos diretos e poderá gerar até 3.000 empregos indiretos.

VEJA TAMBÉM:

O Kers Wee será elétrico mais barato do Brasil

A promessa é de o carro custe abaixo de R$ 100 mil, com previsão de preço para R$ 95 mil. Como comparação, o elétrico mais barato do Brasil atualmente é o JAC E-JS1, que parte de R$159.900.

O Kers Wee é compacto e tem apenas três rodas. Essa decisão foi feita para usar menos recursos e reduzir a manutenção. O interior leva apenas dois ocupantes e atrás dos bancos existe um espaço para bagagem.

kers wee eletrico nacional interior painel acabamento marrom
O interior leva apenas duas pessoas e as bagagens ficam atrás dos bancos

As baterias ficam na dianteira, sob o capô. A autonomia é de 200 km, mas está nos planos uma versão com um segundo conjunto de baterias sob os bancos que dobra esse número. A transmissão final é feita para a única roda traseira através de uma correia, sistema similar ao visto em motos como as Harley-Davidson.

O Kers Wee em si não emite poluentes, porém ele polui de forma indireta devido ao processo de produção de energia elétrica. Isso também foi pensado por Carlos Motta, árvores serão plantadas na reserva ambiental das nascentes do rio Açungui para neutralizar o carbono. Também foi feito um plano de reciclagem do carro para quando chegar o final de seu ciclo de vida.

Além de elétricos, como o Kers Wee, o Brasil investe em outras alternativas ao motor à combustão. O Boris explica a célula de combustível com etanol:

Fotos: Kers | Divulgação

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
92 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
HAF 6 de abril de 2022

Se eu comprar dois?… e juntar com arrebite e durepox,… vou ter um sedan eletrico pra levar a familia? rsrsrs

Avatar
Diego Domingues 24 de janeiro de 2022

Aí vc desvia de uma das crateras que existem por todo o Brasil e detona com o pneu a roda e a barra de direção desse meio carro misturado com moto. Parece piada os caras venderem um carro desse por 95k. Por 40 mil estaria caro ainda por oferecer apenas 2 lugares e não poder pegar estrada. Existem já kits de conversão no mercado por volta de 20 mil reais onde vc pode adaptar na maioria dos carros populares. Somando o valor do carro não dá metade desse preço e você terá um carro confortável e liberado pra pegar estrada

Avatar
Alberto Coimbra 16 de janeiro de 2022

Olá,Srs., proprietário da Kers, sou da cidade Itu – S.P., sou proprietáriode um Triciclo LAMBRETTA, ano 1962, toquei o motor original, por um motor da zusuki, só que també năo goste.
Pois agora gotaria de colocar um motor elétrico, seria possível ???
Poderia ir até ai com o triciculo, até para estudarmos.
Aguardo uma atençăo !!!
OBS:-trabalho com antiguidades !!!

Avatar
ALEXANDRE 26 de dezembro de 2021

Lindão! Vou comprar dois.

Avatar
fernando 23 de dezembro de 2021

sera que esses caras pensa que estamos em Blangadesh? nem na India essas tranqueiras tipo tuk tuk vende mais

Avatar
larson 8 de dezembro de 2021

Infelizmente é esteticamente feio externo e internamente. Projeto talvez seria mais aceito se tivesse 4 rodas. Penso que seria mas útil para o brasileiro a venda, legalização e incentivos fiscais de kits que transformem o seu carro em elétrico, tendo em vista nossas péssimas estradas, situação financeira da população e o amor que cada brasileiro tem pelo seu carro conquistado com muito suor

Avatar
Joao 8 de dezembro de 2021

Pagar 95 mil em um carro elétrico para uso exclusivo urbano, é uma piada, prefiro meu de 15 mil a gasolina que ando também na estrada.

Avatar
Luiz Carlos Beraldo 8 de dezembro de 2021

A GM da China tem um de 4 rodas por R$ 17 mil. Aqui querem fazer uma Romizeta elétrica por R$ 95 mil. Atestado de incompetência.

Avatar
Paulo 7 de dezembro de 2021

Os carreteiros barriga verde vão adorar dar uma bela buzinada e dar aquela chuchada no breque a meio metro da rodinha.

Avatar
Paulo 7 de dezembro de 2021

É a volta do Romizetta ? Olha pessoal, neste país tem um grande problema no desenvolvimento de novas montadoras de carros. Se for algo de sucesso, logo vai desaparecer pois alguma grande vai dar um jeito de acabar com a festa. Se for um fracasso vai desaparecer mais rapido. Dinheiro jogado na privada. Se querem desenvolver algo novo vão para o exterior e com uma boa grana.

Avatar
Wagner Medina Perez 7 de dezembro de 2021

Lógico que vai custar 50% da maioria dos carro elétricos comercializados, só tem metade do carro. Projeto já nasce morto, a ideia é legal, mas não vai vingar. Brasileiro não vai pagar 100 mil e andar em um carro que não traz status, vai preferir comprar um Hatch, apelidado de SUV por 130 mil a combustível fóssil. Poderiam caprichar no design, 3 rodas, não trás segurança nenhuma, se sofrer uma colisão na traseira, não sobra ninguém vivo.

Avatar
Filipe 7 de dezembro de 2021

Misericórdia que coisa feia, esses caras estão doidos, deviam ter se inspirado nós carros da tesla.

Avatar
Cristóvão 6 de dezembro de 2021

Com todo respeito aos ilustres engenheiros..mas…falta vergonha na cara fazer um carro pela metade e achar que vai emplacar…Collor melo já dizia: “os brasileiros andam de carroça”..aí esses engenheiros vem com isso…fala sério.

Avatar
Wandersaon 6 de dezembro de 2021

Prefiro comprar um a gasolina msm.
De q um carro feio desse kkkk

Avatar
Fabio 6 de dezembro de 2021

Quem é doido de comprar uma joça dessa por 95 mil? Só no Brasil mesmo.

Avatar
Marcos Aurélio 6 de dezembro de 2021

Nossa inventa uma porcaria desta e que empurrar guela a baixo da populacao por 95mil peor que ainda tem tonto que vai la e compra

Avatar
Eujacio 6 de dezembro de 2021

E uma imundície,,. Tenho vergonha de saber que irmãos patriotas trabalhadores aceite a andar numa imundice dessa por 95.000$ orrivel por dentro e deficiente por fora. Esse carro não deveria custar mais que 10.000$ para que trabalhadores podessem dirigido pelo preço justo.. é muita umilhacao mesmo…

Avatar
Divaelson Ribeiro Queiroz 6 de dezembro de 2021

Não vejo nenhuma vantagem em Praga DPVAT pois não está incluso as pessimas condições das estradas e rodovias impostos sendo cobrados a luz da ilegalidade e nao aparece ninguém para representar os usuários dessas vias ma conservadas

Avatar
Claudio Andrade 6 de dezembro de 2021

Bem com as ruas que temos tudo cheia de buraco bem grande isso aí não vai dar certo pois se os carros normal já não aquentar imagina isso aí podem recomeçar tudo de novo não e um carro e Mem uma moto e um triciclos que não tem sucesso no Brasil.

Avatar
Gilberto Araujo 5 de dezembro de 2021

3 rodas? Por mais que tenha algum embasamento técnico, esse projeto tem tudo para fracassar! Existiu nos anos 60 na Inglaterra um modelo similar de 3 rodas, que capotava muito. Foi um fracasso!!! No Brasil o design pesa mais que o funcional! Mas nesse caso, além de horroroso, e super inseguro!

Avatar
William Ferreira Nascimento 5 de dezembro de 2021

Nossa que carrinho mais feio, oBrasil só teve carro ridículo o Gurgel foi um Deles, agora esse elétrico de 3 rodas feioso demais por 95 mil vai ficar igual a Gurgel se não inovar no passado..

Avatar
Moreira de Andrade 5 de dezembro de 2021

Prefereria os da Gurgel dos anos 90, pelo menos tinha 4 rodas, não gosto de triciclos, não sei se a moda vai pegar pra quem gosta, pena que a Gurgel faliu

Avatar
Marcelo Louro Silvério 5 de dezembro de 2021

Boa noite, elogio o apoio do gov Paraná ao Auto elétrico no Brasil. Quero comprar esta idéia aqui para Niteroi/RJ em concessionária. Nosso país têm que ter reserva para nossos carros. Gurgel, Troller e tantos anteriores nunca foram protegidos pelo próprio país e governos.

Avatar
Donizete 6 de dezembro de 2021

Esse é brasileiro, parabéns.

Avatar
Donizete 6 de dezembro de 2021

Bom dia a todos..primeiro quero parabenizar esse engenheiro pelo seu esforço,sabemos que tudo no brasil é caro,exemplo do etanol,plantamos no quintal de casa,o boi olha o preço de um kilo de acém..eu não tenho estudo suficiente para escrever mais palavras de incentivo,,Gurgel foi o primeiro carro elétrico do mundo ninguém de atenção,olha a situação do mundo hoje,se tivessem escutado o Sr Gurgel..não tenho condições de comprar seu carro porque sou pobre,mas pobre financeiramente..Amigo não desista,abraço e que Deus prospere sua empresa automobilística

Susseso um brasileiro não desiste nunca.

Avatar
Eudes sandro tenorio ferreira 5 de dezembro de 2021

Uma vergonha,como é que se faz uma porcaria dessa elétrico.ou seja,os brasileiros tem que andar em uma carroça de três rodas.não deveria ser liberado a fábricaçao.

Avatar
Rafael 5 de dezembro de 2021

100 mil prefiro comprar uma camionete e sai poluindo o mundo.

Avatar
Daniel donizeti de oliveira 5 de dezembro de 2021

É OS COMENTÁRIOS JA DIZEM TUDO, MAS O QUE ME PARECE PIOR É A ESTABILIDADE NÃO DEVE TER NENHUMA , SERÁ QUE VAI TER SEGURADORA QUE SE ARRISQUE, E OS COMENTÁRIOS DOS AMIGOS ” CADE O RESTO DO CARRO”

Avatar
ELIVAL DE OLIVEIRA 5 de dezembro de 2021

Cara, muito feio. Eu jamais comprarei um carro desses.

Avatar
Francisco 5 de dezembro de 2021

Todo o mundo comenta muito sobre quem vai desenvolver o melhor carro elétrico , porém como fica daqui alguns anos estás baterias , o que fazer com elas, onde vai ser depositado , olha a China que tem a maior frota de elétricos e quem tem se destacado no segmento, o que fazer com o lixo produzido.

Avatar
Marcelo Louro Silvério 5 de dezembro de 2021

Bateria se recicla. O Brasil é um dos maiores recicladores de produtos industrializados. Graças aos famintos e miseráveis que catam lixo sendo por necessidade vital, heróis ambientais.

Avatar
Alexandre Queiroz 5 de dezembro de 2021

Enquanto os ostros paises já estão 100 anos na nossa frente, querem repetir o que nós empurraram no passado, temos sempre que comprar um “LADA” primeiro, que horror!

Avatar
Marcelo Louro Silvério 5 de dezembro de 2021

Reclame se fizer melhor. Grande abraço.

Avatar
Sergio 5 de dezembro de 2021

Quando muito piderua se chanado de “veuculo” nad de carro? Tenha paciência.

Avatar
Marcelo Louro Silvério 5 de dezembro de 2021

Sergio, vê se aprende a escrever direito, não dá para entender nada, seu robozinho do petróleo.

Avatar
Ricardo 5 de dezembro de 2021

Mania de fazer uma matéria antes da conclusão do produto…

Avatar
Cosme 5 de dezembro de 2021

Simplesmente ridículo, o q me deixa mais chateadobé q aqui tem vários com projetos mil vezes melhor, mas não tem oportunidade de mostrar, pq aqui o q reina é o QI “Quem indique”

Não quero nem de graça

Avatar
Moacir cosmo rigo 5 de dezembro de 2021

O design do carro com três rodas ficou antiestico ,principalmente visto do ângulo frontal/lateral,com aparência de auto batido na traseira faltando a roda.
Tera’de refazer o projeto senao, vai morrer na praia.

Avatar
jose donizete venita ramos 4 de dezembro de 2021

95 mil por um carro elétrico?
Absurdo, no máximo, 30 mil

Avatar
Kleber souza 5 de dezembro de 2021

Não justifica os carros eletricos serem tão caros em relação aos carros combustão.
A diferença é só dos motores.
O motor de combustão e eletrico não pode ter tanta diferença assim.
Quando todos os motores forem eletricos a Petrobrás vai falir?

Avatar
Joao 8 de dezembro de 2021

Mas que tenha 4 rodas e não somente de uso urbano.

Avatar
Ricardo Dorgon 4 de dezembro de 2021

CADÊ O RESTO DO CARRO ?SÓ VI AS DUAS RODAS DA FRENTE….BOM MAS COMO É BRASILEIRO ACHO QUE JÁ FOI CONSTRUIDO PRA DAR LUCRO AO VENDEDOR COBRA O PRÊÇO DE UM QUATRO RODAS EM UM TRÊS RODAS SAI GAMHANDO NA ECONOMIA DE MATERIAL MENOS UMA RODA E EIXO….KKKKKKKK TINHA QUE SER CARRO DE BRASILEIRO COMO SEMPRE QUERENDO SE DAR BEM.
O CARRO BIZARRO KKKKKKKK

Avatar
Marilene 6 de dezembro de 2021

Este País é ridículo mesmo, em outras País são carro baratos…fala sério!!!

Avatar
Nicolau 4 de dezembro de 2021

Concordo que teremos que adaptar os movidos a combustão para elétrico.nao precisamos inventar a roda.

Avatar
Antônio Andrade 4 de dezembro de 2021

Essa realidade do carro elétrico, dá para fazer uma analogia com a tv digital e o celular. No começo o preço era muito elevado, mas hoje não dá para comparar o preço e qualidade com o que tinha no início.

Avatar
Lindomar Tavares 4 de dezembro de 2021

Fazer um protótipo, não significa criar uma indústria automobilística. Toda indústria de automóvel ao longo da história, só existiu com o guarda chuva do ESTADO, sem exceção.
Empresário é experto, mas não é herói. A história deixa claro que ninguém fica rico, com trabalho honesto.

Avatar
Rodolfo Carlos o.v.s cerqueira 5 de dezembro de 2021

Este carro e ridículo,muito feio, não quero nem de graça prefiro meu uno elétrico enfio dedo na tomada mais econômico!!!!!kkkkkkkkkkkkk ridículo.com preço de noventa mil.

Avatar
Airton Klein Monteiro 4 de dezembro de 2021

Simplesmente ridículo.

Avatar
Nilton Aparecido Caetano Ferreira 4 de dezembro de 2021

Muito superficial essa matéria

Avatar
Mario Cesar 4 de dezembro de 2021

Fico feliz em ver os engenheiros brasileiro envolvidos nestes projetos
João Augusto Gurgel fez o primeiro carro elétrico nacional em 1974 , já se passaram 47 anos com pouco evolução,mas este aí no podemos chamar de carro o do Gurgel sim

Avatar
Juliomar 4 de dezembro de 2021

Isso é um carro ou uma gambiarra, um país com tantas universidades, e alguém tem a cara de pau de dizer que isso é um carro, carro alegórico de carnaval.

Avatar
Thassio 4 de dezembro de 2021

Isso não pode ser sério. Não tem como alguém achar que isso vai vender. As vezes tenho vergonha de ser brasileiro. Lá fora os caras revolucionando e aqui vêm com essa piada. Não é possível que não haja um projetista capaz de elaborar algo mais bonito e moderno. Esse interior parece da década de 80. Ainda tem a forma nada harmoniosa como de repente na traseira o carro vira uma moto.
Nao estou questionando o preço, apenas a qualidade do projeto.

Avatar
Antonio 4 de dezembro de 2021

Tem que ser mais barato mesmo, deveria custar pelo menos a metade já que nas fotos parece ser meio carro!!!! Kkkkk

Avatar
Augusto Diniz 4 de dezembro de 2021

Nossa, quantos críticos, só uma pergunta pra quem vem criticar… FAÇAM MELHOR!!! LANCEM UM CARRO, BANDO DE DESOCUPADOS!!!

Agora vem a minha opinião: pro meu deslocamento do dia-a-dia, urbano, eu compraria sem a menor sombra de dúvidas

Avatar
Siverson Gorski 4 de dezembro de 2021

Boa! Boa!
Isso ai!
Na verdade carros assim tem grandes qualidades e benefícios: peso (utiliza menos energia), compacto (ajuda no trânsito e usa menos recursos na fabricação).
Frente super moderna e bonita. Carros assim serão o futuro.

Avatar
Marinalva Sousa da Silva 4 de dezembro de 2021

O q não esta agradando é o preço com certeza não vai ser sucesso o brasileiro gosta de coisa barata olha ai kwid feio q só mais é barato né

Avatar
Cosme 5 de dezembro de 2021

Essa questão de brasileiro se humilde e não querer sempre o melhor fez pessoas como vc. Medíocre

Avatar
Augusto 6 de dezembro de 2021

Olha, eu tenho um VW UP! hoje em dia, sou bastante feliz com o que o carro oferece hoje, porem, sinto que pra deslocamentos curtos, aqui na região onde moro, um elétrico funcionaria melhor, eu não preciso de uma SUV/PICAPE, não ligo pra “parecer” mais homem pq dirijo um carro “grande ou potente”… Deixo isso pra quem tem questões mal-resolvidas com a própria masculinidade

Avatar
Cosme 5 de dezembro de 2021

O Brasil tem muitas pessoas competentes e capazes de fazer algo mil vezes melhor, mas a falta de oportunidade e o QI “Quem indique” deixa o cara sem noção fazer uma negócio desse. RIDÍCULO

Avatar
ANTONIO PETROVICHI 6 de dezembro de 2021

Este carro deveria ser auxílio emergencial doação do governo federal,

Avatar
Augusto 6 de dezembro de 2021

Acredito que vc não tenha entendido a “proposta” do veículo, ele é um veículo pra uso URBANO, com economia para deslocamentos CURTOS… só uma pergunta, QUANTOS projetos o sr. tem? conseguiu “emplacar” algum?

Avatar
Fábio 4 de dezembro de 2021

Trata-se de um triciclo!

Avatar
MARISTELA MALHEIRO 3 de dezembro de 2021

Pela metade do carro não daria bem 40mil. Coisa feia.

Avatar
Henrique dos Reis 3 de dezembro de 2021

Não quero este carro nem de graça!

Avatar
Luiz Politi 3 de dezembro de 2021

Nem eu,esse carro não vai rolar não.

Avatar
Paulo Araújo 3 de dezembro de 2021

COM TODO RESPEITO…KKKKKKKKKKKKKK

Avatar
Marcelo Moura 3 de dezembro de 2021

Creio que seja melhor reavaliar e retrabalhar o design do veículo. Com as ferramentas de design disponíveis atualmente, nada justifica um desenho tão ruim quanto o apresentado. Parece que só cortaram um carro ao meio e acoplaram uma moto atrás.

Avatar
aldinei luciano domingos 3 de dezembro de 2021

Isso e a metade de um carro , muito feio ,já não temos carro nacional , a troller foi um sucesso e fomos derrubados para sairmos do mercado , e agora vem com isso parece uma romi-isetta de 1953 , voltamos ao passado .

Avatar
Edivaldo lopes 3 de dezembro de 2021

Poxa que pena que o modelo ficou muito feio!
Poderia começar com um design moderno,lugar para 4 pessoas!

Avatar
michel 3 de dezembro de 2021

com esse veiculo, parece que querem fechar a empresa, mesmo antes de abrir, se o problema e o custo, porque não investirem, em quite para converter os veículos a combustão para elétricos.

Avatar
Messias Reis 3 de dezembro de 2021

Concordo plenamente!!
Esta coisinha aí não vai pegar mesmo.
E ainda é muito caro.
Se converter os carros à combustão em elétricos, e sei que há como fazer isso, o mundo agradeceria…

Avatar
Iran Ribeiro dos santos 3 de dezembro de 2021

Deveriam colocar a única roda na frente, e atrás 2 rodas para ter melhor estabilidade. Um projeto inovador, mas tem que ser mais barato ainda, o Gurgel foi o primeiro carro elétrico brasileiro. Também poderiam fazer um carro elétrico tipo o smartphone, com4 rodas. Para duas pessoas.

Avatar
Lázaro Clóvis Guimarães 3 de dezembro de 2021

Vdd msm Ilustre Iran Ribeiro! Bem lembrado! O primeiro veículo elétrico a ser construído, foi criado no Brasil pelo Gurgel,em 1974.

Avatar
Siverson Gorski 4 de dezembro de 2021

Iran! Boa!
Porém, duas rodas dianteiras dão mais estabilidade e melhor centro de gravidade, melhores também em curvas, principalmente com controle de tração automático.
Olhe motos: CanAm, carros: Solo e Polaris Slingshot

Avatar
Ailson 3 de dezembro de 2021

A impressão é de que está faltando um pedaço do carro… Nada, pra custar tanto dinheiro…

Avatar
MARCELO FERNANDES DA SILVA 3 de dezembro de 2021

Mais um Gurgel da vida?
100%nacional mas e o nome vem de qual pais?

Avatar
Fabrício 3 de dezembro de 2021

O brasileiro compra muita coisa ruim!! Três rodas por 100 mil! kkkkkkk

Avatar
Andre L. K. 2 de dezembro de 2021

O objetivo do projeto é ter um meio de transporte econômico sem o motorista pegar chuva na cabeça. Nao podemos esquecer q tem muito tempo dedicado a pesquisa e desenvolvimento, esse custo tem q ser pago , Torço muito para dar certo.

Avatar
OSWALDO HIROYUKI 3 de dezembro de 2021

Estou de acordo. Anos de investimentos, estudos. Se paga um valor absurdo por carros importados, de qualidade duvidosa, porque não pagar por um produto 100% nacional? Respaldado por uma instituição universitária. O preço, se retirar os impostos, ficaria próximo ao preço de uma motocicleta. Logo abaixo vem uma reportagem de um carro elétrico movido a etanol para retirar hidrogênio do etanol, porque não água? Isto é,trocar 12 por 6. Pelo preço do etanol hoje? Kkkk

Avatar
Claudevan ramos Da Silva 2 de dezembro de 2021

Moto elétrica com gabine. Isso sim vergonha Brazil aceita tudo. Coisa horrível. Me desculpe isso aí vai vender nadinha. Já nasceu falida

Avatar
Anderson Corrêa Lima 2 de dezembro de 2021

Tuk Tuk Brasileiro HORRÍVEL

Avatar
Alex Pinheiro 2 de dezembro de 2021

Tem que ser o mais barato mesmo pq tá faltando a parte de trás do veículo! Carro horrível! Arrancaram a traseira do uno e estão vendendo como carro elétrico!

Avatar
Luiz Fernando 2 de dezembro de 2021

Só maluco compra um carro que a qualquer momento pode leva um batida na traseira e matar os dois ocupantes do veículo na hora se com um carro com mala já sofre um impacto grande e destrói tudo e ainda machuca os ocupantes imagina esse carro sem nada pra amortecer a batida … rsrsrs kkkk tá de brincadeira.o senhor Manuel…

Avatar
Juarez 2 de dezembro de 2021

Simplesmente, RIDÍCULO. Não daria 20k.

Avatar
Álvaro Lagos 2 de dezembro de 2021

Realmente, preço surreal.
Um amigo comentou que ele custaria 80 % de veículos elétricos no mercado.
Só se tiverem comparando com os elétricos da Volvo, Mercedes, etc….
Infelizmente o Brasil não permite acesso em termos de preço final para algo tão maravilhoso. Não sei se é a margem de lucro excessiva ou se o custo de fabricação é altíssimo também.
Não é um produto pra qualquer um. Quem tem 95 mil, vai acabar optando por um veículo convencional à base de combustível fóssil mesmo.

Avatar
Marcos 2 de dezembro de 2021

Sabemos que essa é uma ótima oportunidade para geração de empregos para Maringá e região. Mas me desculpe esse modelo de carro que na verdade é um triciclo não irá ganhar mercado pelo preço compensa um carro convencional.
Sei que se colocar a quarta roda encarece e isso o fará passar do cem mil reais, a ideia é boa mas o projeto deixa a desejar.

Avatar
Carlos 2 de dezembro de 2021

Como diz o número 1 da Lucid, “o primeiro produto define a marca”. Com esse desenho horrível, parece que esqueceram de montar a metade traseira do veículo. Tá muito mais pra um triciclo gambiarra do que um carro. Nem por 40 mil.

Avatar
Ernesto Takeda 2 de dezembro de 2021

U governo federal deveria direcionar u investimento na prospecção em novas plataformas petroliferas que servirá para apenas um exportador de matéria bruta. E por que não investe no projeto para a mobilidade utilizando um combustível limpa e não puluente e renovável

Avatar
Scala 2 de dezembro de 2021

Essa “coisa” elétrica por 95 mil, não vai vender!

Avatar
Luiz 2 de dezembro de 2021

Tem elétrico chinês por RS 17 mil con 4 rodas e muito mais tecnologia.

Avatar
Ana 7 de dezembro de 2021

Qual por exemplo? E onde compramos no Brasil? Passa o site

Avatar
Joao 7 de dezembro de 2021

Quem vai bancar esses elefantes branco o preço da gasolina ta deixando os invetores doido deixe os chineses traser as fabrica que eles ja tao no ramo os brasileiros sempre foi um desastre em faser carro vamos faser novela que e melhor

Avatar
Deixe um comentário