Mercedes tem patente de dispositivo que ‘escaneia’ a digital para ligar o veículo

Tecnologia da Mercedes pretende simplificar a partida dos carros a partir de mecanismo que utiliza comunicação baseado em ondas do rádio

Novo dispositivo da Mercedes facilita dar a partida no carro
Novo dispositivo da Mercedes facilita dar a partida no carro (Foto: Montagem Carbuzz | Reprodução)
Por Bernardo Castro
05 de abril de 2022 09:39

As fabricantes não param de investir em novas tecnologias e aprimoramentos no sistema de infotenimento. Por um lado, isso é bom, pois traz mais conforto para motoristas e passageiros. Por outro é ruim, pois o automóvel se torna cada vez mais caro e, muitas vezes, esses dispositivos não são tão necessários assim.

A Mercedes está seguindo esse caminho da inovação e quer sofisticar o sistema de infotenimento que vai equipar modelos no futuro. Sua mais recente criação foi descoberta pelo portal CarBuzz, que teve acesso a pedidos de patente da marca alemã que consiste em uma nova maneira de acessar o carro e dar a partida sem o uso da chave.

VEJA TAMBÉM:

Com isso, a Mercedes mostra uma forma “mais simples” de como abrir e ligar um automóvel – se é que isso já não é algo simples o bastante. A fabricante sugere que os motoristas utilizem uma pulseira eletrônica que se comunique com o veículo via comunicação de campo próximo, banda ultralarga, Bluetooth Low Energy e outros sistemas baseados em ondas de rádio.

Depois de abrir o carro, a pulseira deve ser colocada no volante e, após realizada uma espécie de “autenticação” do motorista, a partida é acionada automaticamente. Uma das razões por trás desse dispositivo da Mercedes é “avaliar” a saúde médica do condutor antes do veículo ser ligado, para evitar que ele ou terceiros estejam sujeitos a eventuais riscos.

A patente diz que a tecnologia biométrica pode escanear a impressão digital, o formato da mão, analisar a estrutura das veias, retina ou íris. Tudo isso pode ser utilizado como forma de autenticação para dar a partida no carro.

Se um dispositivo como esse é realmente necessário em um um automóvel, depende da opinião do usuário. Se a tecnologia realmente for desenvolvida e instalada nos exemplares da marca, ela deve chegar primeiro nos modelos premium como o Classe S, por exemplo.

Muita tecnologia e infotenimento é uma das razões da alta no preço do automóvel. Boris Feldman comenta esse assunto:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário