Mulher que fez test-drive terá que indenizar concessionária

Cliente entrou com uma Fiat Toro em um córrego o que provocou danos na picape e um prejuízo de mais de R$ 7.000 para a revenda

Por AutoPapo 25/09/20 às 16h00
fiat toro volcano 2 0 diesel
Toro Volcano (Foto: Fiat | Divulgação)

Em Pouso Alegre, região Sul de Minas, uma concessionária receberá reparação material de aproximadamente R$ 7.000 de uma cliente, porque ela danificou o motor de um carro durante o test-drive.

A decisão é da 18ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), que determinou o ressarcimento do valor gasto pela empresa no conserto do veículo.

VEJA TAMBÉM:

A revenda afirma que a motorista solicitou a realização do teste em um Fiat Toro Volcano. Ela foi até a cidade de Capitólio (MG), onde informou que o carro parou de funcionar após passar em um córrego.

A empresa afirma que os danos ocorridos no veículo decorreram de mau uso, pois a cliente adentrou “indevidamente” com o veículo na água. Por causa disso, várias peças do motor tiveram que ser substituídas.

Em primeira instância, a Justiça acolheu o argumento da consumidora de que não foi responsável pelos danos, julgando improcedente o pedido de indenização da concessionária.

fiat toro volcano 2.0 diesel
Fiat Toro Volcano sofreu danos em test-drive: prejuízo de R$ 7.000 (Foto: Fiat | Divulgação)

Termo de compromisso

No recurso ao TJMG, a concessionária alega que a cliente, ao retirar o veículo, assinou um termo de compromisso responsabilizando-se civil e criminalmente por quaisquer fatos oriundos de sua conduta.

Além disso, a motorista estava ciente de que havia um trajeto estipulado, que não incluía rios, uma vez que o carro Fiat Toro foi projetado para rodar em vias terrestres e não para travessia de cursos d’água.

A loja aponta o check list de entrada do veículo na oficina, que indicava que este não funcionava, estava todo molhado, sujo ao redor e com a tampa traseira amassada.

A consumidora, de acordo com a concessionária, deveria ressarcir as despesas com o conserto, já que assumiu a responsabilidade ao retirar o carro, porém utilizou-se dele com falta de cautela e imprudência. A empresa completou que o seguro cobre sinistros para uso normal do veículo, o que não foi o caso.

Decisão

Para o relator, desembargador Sérgio André da Fonseca Xavier, embora o Fiat Toro seja um veículo para uso nas vias terrestres rural e urbana, a mulher assinou um termo de responsabilidade ao retirar o veículo da concessionária, obrigando-se a responder pelos danos materiais causados a terceiros.

O magistrado completa que, ao tentar atravessar um rio com o veículo, a motorista não fez uso normal deste e também não teve o cuidado devido com o bem de terceiros, assumindo, com sua atitude imprudente, a responsabilidade pelos danos causados.

Assim, ficou decidido que ela deverá indenizar a concessionária em R$ 7.417,79.

80 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Cesar guidi 28 de dezembro de 2020

Test drive onde sujou o carro e amassou a tampa traseira? Foi pilantra mesmo! Se aproveitou do uso pra usar pra uso próprio e não testar o veiculo. O test drive para off road deve ser feito com supervisão da concessionária e este carro não é projetado pra isso apesar da propaganda na TV mostrar que sim. Justiça foi feita e saiu barato pra mulher….

Avatar
Jair Rodrigues 20 de dezembro de 2020

na minha opinião a motorista pos a picape onde não deveria tipo colocou a cima do limite de água que poderia passar ou seja foi imprudente.
eu tb ja fui imprudente com uma blazer uma certa vez, e pior que no outro dia fomos passear na praia e o vo disse a tu tem que passar por ali, ai olhei pra minha namorada e penssei bah ontem atolei na areia e hj ele quer que eu passe ali minha namorada na época olhou pra mim e caiu na gargalhada ninguem entendeu mas o vo disse faz o que eu te dizer, ta fiz o que ele me falou e não atolei kkkkkk

então com certeza ela tb foi imprudente ou não saiba andar em certos lugares.
alem do mais nos as vezes fazemos algo com nossos carros e muitas das vezes temos sucesso mas não quer dizer que uma hora não da piti kkk
hj tenho uma spin e ja fiz algo que ñ deveria tive é sorte de não ter dado problema no carro.

quer ver um exemplo antigamente a CCE tinha uma péssima reputação tive uma e tive sorte pois nunca a estragou hahahaha

só sei que ano que vem vou pegar uma TORO ULTRA AT9 kkkkkk
boa festas para todos e fiquem com Deus

Avatar
Ricardo 27 de setembro de 2020

A concessionária deveria agradecer a pessoa pois comprar um carro que supostamente é projetado para estradas e terrenos, ao passar por um córrego sofrer danos dessa magnitude, provou que o carro não pode ser conduzido fora de vias pavimentadas, infelizmente!

Avatar
Evandro 27 de setembro de 2020

Passar embaixo da água kkkk não é submarino tudo tem limite , ou prepara para isso.

Avatar
FRANCISCO Denis 27 de setembro de 2020

Na minha opinião a justiça fez o ver o…

Avatar
Cleber 27 de setembro de 2020

Acho é pouco, afinal isso não é um barco.Se fuuu KKK.

Avatar
Evandro Zanatta 27 de setembro de 2020

Se a toro fosse ruim conforme lguns comentários ao vento abaixo não seria a mais vendida do Brasil segundo o site motor1.uol.com.br no ranking de picapes médias a grandes. Toro em primeiro lugar com 4824 unidades vendidas em agosto 2020, em segundo a hylux com 2690 unidades vendidas em agosto 2020. Não defendo marcas nem modelo de veículos, mas pela quantidade vendida deve ser um bom carro.

Avatar
Joe 29 de setembro de 2020

não direi q é ruim – mas os numeros nada dizem pq ninguem compra pra andar na terra; produtor rural compra outros veiculos, povo da cidade q gosta de desfilar

Avatar
João Batista Alves 26 de setembro de 2020

Perdoem minha ignorância, mas o quê essa pessoa estava fazendo tão longe de onde ela pegou o carro para fazer um teste de conhecimento do veículo? Esses testes não são feitos somente perto das lojas não?

Avatar
Agnaldo 26 de setembro de 2020

Nossa eu estava pensando em adquirir uma Toro agora esfrie as s condições para meu uso estrada com lama muita água em época chuva.vixi escapei de uma fria.

Avatar
Mavdrick 27 de setembro de 2020

Nenhuma pickup comum pode entrar no rio. Mesmo as pickups da Mitsubishi, Volks,Ford, Chevrolet… Que são a disel, não dão para isso. Agora as intercooler, são outra coisa. Pois o escapamento fica acima da cabine, essa sim você pode entrar na água. As outras é sorte de quem não perdeu dentro da água.

Avatar
Henrique 27 de setembro de 2020

Amigo do céu…. Vai estudar, nada do que você falou faz sentido.

Avatar
Evandro 27 de setembro de 2020

Iintercooler é um radiador que resfria o ar que a turbina injeta no motor , nada tem haver com escapamento.

Avatar
Marceloc b 29 de setembro de 2020

Você é re t ar da d o???

Avatar
Paulo 27 de setembro de 2020

A entrada de ar para o sistema nesse carro e muito baixo, o nivel de água açima das pontas de eixo vai entrar água mesmo. Preçisa instalar um esnokel

Avatar
Gilson 26 de setembro de 2020

Era um automóvel ou submarino?

Avatar
Pena 26 de setembro de 2020

Tô fora.
Continuo com a Ranger.

Avatar
José Fernando 26 de setembro de 2020

já tive 02 Hilux,01 S10 e a dois anos tenho uma Toro volcano.nada a reclamar.pelo contrário estou satisfeito d mais, ando em Areias,lama e nunca fiquei na mão e ainda carrego um som pesado na caçamba.no mínimo ela extrapolou.todo carro q enfrenta enchente q estava no seguro da PT.

Avatar
Elisângela 26 de setembro de 2020

Tenho um Fiat uno 2002 passo no buraco na chuva ele nunca deu pau e toro não pode andar na chuva…..não isso ou a mulher estava querendo dar banho na toro ou realmente ela não pode molhar

Avatar
Linhares 26 de setembro de 2020

Então a concessionária não tem seguro? Caso aconteça um acidente de trânsito o cliente paga?

Avatar
Berg 26 de setembro de 2020

Eles fazem você assinar um termo se responsabizando por tudo no carro. Ontem fui fazer um teste drive, mas acabei desistindo por causa das cláusulas.

Avatar
Eduardo Gonçalves 26 de setembro de 2020

Na Toyota não assina nada.

Avatar
Marcelo 4 de outubro de 2020

Opa ..assina sim. No ultimo dia 02/10/2020…fui a uma vc da Toyota, aqui em Recife, fazer teste drave..e assinei sim um termo… graças a Deus, ocorreu tudo certinho…

Avatar
José oriundo 26 de setembro de 2020

Óbvio ne!!!!

Avatar
Adriano 26 de setembro de 2020

Azar de quem comprar agora…

Avatar
Pablo 26 de setembro de 2020

Essa é a verdadeira Injustiça, pois as propagandas deste veículo destacam claramente sua aptidão offroad, ou seja, cheiro de corrupção.

Avatar
Marcello Franco 26 de setembro de 2020

Tadinha, confiou nos marqueteiros da Fiat e mandou ver.

Avatar
Goiany 26 de setembro de 2020

A revenda deveria ter disponibilizado um empregado seu para acompanhar o teste. Esse é o procedimento padrão.

Avatar
Rodrigo Sampaio 26 de setembro de 2020

Se eu fosse um concorrente da autora, permutava a indenização por um comercial positivando minha marca e modelo.
Quando a concessionária permite um teste drive num raio desse, ela está assumindo o risco Ale do risco do negócio já existente. Com base na reportagem publicada, os advogados da ré deixaram a desejar!

Avatar
Cassius Clay 26 de setembro de 2020

Pelo o que deu para entender foi imprudência da motorista, se vc vai entrar em um rio com um carro, vc tem que saber dirigir adequadamente, carro não combina com rio, até pela segurança de quem está dirigindo.

Avatar
Raquel 26 de setembro de 2020

Poxa mas na propaganda a Toro parece tão robusta 🤔… Durante uma forte chuva meu Gol 2011 passou em uma pista alagada com água acima do meio das rodas, 10m após o alagamento apagou, esperei 10minutos, bati a chave 3 vezes e cheguei de boa em casa, no dia seguinte fui ao mecânico tudo em ordem sem nenhum problema

Avatar
Eliete Vida 26 de setembro de 2020

Tenho uma Toro Volcano 2020 e estou satisfeitíssima com ela, moro em um sítio à 12 kms de estrada de terra da cidade, enfrento chuva e sol e nunca tive problema algum. Já faz 1 ano que a adquiri .

Avatar
Nem aí 26 de setembro de 2020

E daí vai lavar uma louça

Avatar
Robson 26 de setembro de 2020

A matéria não está com informações 100% claras.
De qualquer maneira é importante a reflexão sobre a propaganda desse carro.
Pelo que lembro, a Fiat faz questão de mostrar que o carro é a toda prova Inclusive fora de estrada.
No mínimo então seria propaganda enganosa.

Avatar
PK 26 de setembro de 2020

Renegade não é jipe nem Toro é camionete!

Avatar
Magno 26 de setembro de 2020

Tava planejando a compra de uma touro , agora é caso a pensar

Avatar
domingos.gmc@gameil.com 27 de setembro de 2020

Tenho uma Toro 2019 Vulcano semplisment e espetacular mais não e recomendado para fazendas pois no meu ver e um carro mais urbano

Avatar
Adinalde Ribeiro Da Rocha 26 de setembro de 2020

Resumindo, o carro nunca vai atender o produtor rural, como o caso da Ford e outras marcas que atravessando Rios de água sem nenhum problema.

Avatar
CARLOS ALBERTO FERREIRA 26 de setembro de 2020

Tem que pagar mesmo porque usa as coisas que não lhe pertence e não tem o devido cuidado então paga já que assinou o termo de responsabilidade da próxima vez pensa

Avatar
jarioferreirada@gmail.com 27 de setembro de 2020

A mais ela tava comendo uma 4×4 eitao tei que testa

Avatar
Vans 26 de setembro de 2020

Se fosse dela dúvido ter danificado, isso é pensamento da maioria dos motoristas, o carro não é meu então fd.

Avatar
Braz Paulo da Silva 26 de setembro de 2020

Boa tarde acho justo pois ela foi in responsável teria que pagar mesmo
Justiça feita em MG funciona

Avatar
Luiz Fernando 26 de setembro de 2020

As pessoas procuram um carro pra trilha ou com durabilidade em peças comprem uma Toyota ,L200 ou um Chevrolet .com morto mwm fica comprando esses carros que fica imitando caminhonete é isso que dá ….

Avatar
Riel 26 de setembro de 2020

Sou um feliz proprietário de uma Mitsubishi L200 triton que comprei 0km.
Quando fui fazer teste drive o vendedor me falou para jogar o carro no buraco, no cascalho, na lama.
Essa é a diferença.
A empresa sabe o que faz e o que vende.

Avatar
Guilherme 26 de setembro de 2020

A agência acha que ganhou?
Com tantas repercussões negativas que esta ação rendeu pra desse veiculo: PERDEU
E pior nao dá nem pra mensurar a perda, que pode ser até de milhões…

Avatar
Neymar Ribeiro 26 de setembro de 2020

Tenho uma F-250 2009/09…avisa o pessoal da FIAT q qndo quiserem atravessar uma enxurrada ou um riacho com uma caminhonete de verdade, é só colocar essa tal de FIAT BEZERRO MOCHO na carroceria da bruta, q ela cai pra qualquer lugar.

Avatar
Tom Santos 26 de setembro de 2020

Qualquer carro enfrenta uma água baixa, enchente, atravessar um córrego basta o motorista não deixar a água entrar pelo escapamento evitando o calço do motor. O que precisa ser analisado no caso da Toro é se entrou água pelas portas molhando o interior. Isto sim mostraria que é um lixo por conta da falta de isolamento

Avatar
Aldair Nogueira 26 de setembro de 2020

Tenho uma Toro fredom 6, flex,ano 2016, moro em sítio e tráfego normalmente por pequeno córrego,lagoa e poças d’água.. não deixando a água ultrapassar a metade dos pneus.
Nunca teve problema excelente carro para esse tipo de ambiente.

Avatar
Eduardo 26 de setembro de 2020

Seu entendido a principal causa do calço hidráulico é a água que entra pela captação de ar do motor e não pelo escapamento.

Avatar
Eu 26 de setembro de 2020

Quer dizer que nao posso enfrentar enxurradas com a tôro? Quando estiver chovendo, tenho que guardar-la? Essa é boa!! _Vejo que comprei gato por lebre.

Avatar
EDF Olinda 26 de setembro de 2020

Ela pensou que estava montando um Touro e foi dar água a ele no riacho ,foi isso que aconteceu ,tenho uma Amarok é uma S10 e pau para toda obra .

Avatar
Mineiro 26 de setembro de 2020

Sou proprietário de um sitio e tenho que passar em um corrego atualmente uso uma saveiro nunca me deu problema gostaria de trocar em uma toro ,depois dessa desanimei caminhonete que nao pode passar em corregos nao serve pra trabalhar que tipo de ultilitario e esse ?

Avatar
S.K 26 de setembro de 2020

Propaganda enganosa é crime….

Avatar
Iris 26 de setembro de 2020

Estamos visando a marca do carro e o carro a questão e a descisão que a condutora foi julgada, A agência não quer ficar no prejuízo mais o veículo esta ali pra teste muita gente pega. Imagina se veículo que for pego na agência pra teste e ter pagar por qualquer danos causado ao veículo da agência, ex câmbio a agência vai dizer que o condutor não soube usar direito. Já vou ficar esperto sobre as agências.

Avatar
RENATO 26 de setembro de 2020

Depois dessa seria honesto mudar o nome desse carro de Toro para Boimanso.

Avatar
Marcio rosa 26 de setembro de 2020

Fiat Toro é carro de passeio, nunca foi camionete, é carro de cidade, tenho uma RANGER e uma HILUX, atravesso cursos d’água complicados, além da água, muito barro e pedregulhos, não inventa colocar esse carrinho nesses lugares porque não aguenta, é casca de ovo, quem quer camionete, compra uma camionete, esqueçam esses carrinhos genéricos casca de ovo.

Avatar
Adelmo nascimento da Silva 26 de setembro de 2020

Eu já sabia, que a FIAT TORO é um carro ruim, pois o mesmo não é uma pickup, e sim um utilitário, só serve para andar no asfalto. Pickup de verdade, são as Mitsubishi, Hilux, S10….TORO é carro de Passeio.

Avatar
Andre 26 de setembro de 2020

No Brasil tudo é de faz de conta…

Os carros são ruins e não atendem o que consta em propaganda…

Os testes drives são ridículos, as vezes não mais do que dar a volta em 3 quadras. Você não acelera, não freia, não testa motor e freios; não testa estabilidade, dirigibilidade, etc.
Não testa ar condicionado, multimídia, etc.

É um fake teste.
Como tudo na terrinha em que botam fogo no mato e culpam os índios.

Avatar
Thi 26 de setembro de 2020

Cara, disso tiramos duas lições:

I- Essa mulher é quase “suicida” por colocar não só o veículo (que pasme, não é dela) mas a si própria (e outros indivíduos, se tiver) nestas condições extremas. Isso pelo menos sem tomar nota se o veículo serve para este tipo de uso.

II- Fiat Toro não é uma caminhonete de verdade kk

Avatar
Esmir 26 de setembro de 2020

Ora é simples, ela deve fazer uma campanha contra o carro dizendo que é um utilitário que não pode passar na água que quebra . Vai sair mais caro do que a indenização

Avatar
Adelmo nascimento da Silva 26 de setembro de 2020

Concordo plenamente. Vai nas redes sociais e fala a verdade, que o carro não presta, e não pode molhar, pois o mesmo pega logo gripe e resfriado.kkkk

Avatar
Victor 26 de setembro de 2020

Vai virar garota propaganda das camionetes concorrentes .se souber negociar com a turma do marketing, este valor da indenização vai multiplicar por 10 a favor dela ! Trabalho em uma das maiores mineradoras de minas e 90% da frota ( que é numerosa ) é mantida por Hilux ou Ranger !

Avatar
Brito 26 de setembro de 2020

Todo teste e acompanhado pelo funcionário da agência ele informa o trajeto a ser realizado justamento para ver como o carro reagente em cada terreno. O termo de compromisso ao meu ver e para as multas que o condutor realiza no trajeto. Como e que a pessoa vai até a agência da o doc e pega carro e sai pra fazer teste sem acompanhamento de funcionário.

Avatar
Osmar 26 de setembro de 2020

Eu sou usuário de fiat , já passei com minha estrada em vários cursos d’água e não tive problema, essa consumidora foi informada que não poderia passar em cursos d’água?eis a questão.

Avatar
Márcio teles José 26 de setembro de 2020

Pelo menos ela tirou minhas dúvidas sobre esse veículo não presta…kkk

Avatar
Flávio Pacífico 26 de setembro de 2020

Obrigado, consumidora, nos ajudou bastante a decidir por não comprar esse carro!

Avatar
Joaquim 26 de setembro de 2020

Também agradeço..Pra quê comprar um carro que não pode passar numa poça d’água? De duas..uma..Toda vez que estiver tendo um grande volume de chuva, ou eu terei que ficar em casa ou devo arrumar um guincho para levar ofamoso TORO para onde eu queira ir?

Avatar
CARLOS ALBERTO FERREIRA 26 de setembro de 2020

Compra uma pickup de verdade e vc verá o preço que irá pagar

Avatar
WENDEL LIMA BEZERRA 26 de setembro de 2020

Digo o mesmo.

Avatar
Bruno 26 de setembro de 2020

Agora entendo porque dizem que a Toro não é caminhonete de verdade.

Avatar
Flávio Pacífico 26 de setembro de 2020

Carro caro e ruim, é melhor comprar um fusquinha!

Avatar
Marcio rosa 26 de setembro de 2020

nunca foi.

Avatar
PKM 26 de setembro de 2020

Renegade não é jipe nem Toro é camionete!

Avatar
EDILSON RODRIGUES 26 de setembro de 2020

Parabéns a justiça que penalizou a motorista imprudente com bens de terceiro.

Avatar
Adelmo nascimento da Silva 26 de setembro de 2020

A motorista pensou que a TORO fosse uma pickup, o que não é, é apenas um utilitário, igual a um Onix.kkkkk

Avatar
Daniel do Carmo Lopes Machado 26 de setembro de 2020

Fiat uno com escada de telefonia passa em cursos d’água e não dar nada kkkkk

Avatar
Gregório Pinto Leite 26 de setembro de 2020

Hoje estava comprando uma Toro 113.000 Por 93.000 com desconto ano 21
Mas depois desse comentário vou cancelar a compra. Toro nunca mais.
Obrigado pelas postagens

Avatar
MARCO ANTONIO CARVALHO 26 de setembro de 2020

Estava me preparando para comprar más depois desta, vou ficar com meu santana que pode molhar

Avatar
Albert Martins Moreira 26 de setembro de 2020

Essa pessoa ñ sabe dirigir todos sabem q se vc tentar trocar de marcha na água o motor vai puxar água pra dentro causando o Damaso causo hidráulico não precisa ser mestre para saber isso.

Avatar
Albert Martins Moreira 26 de setembro de 2020

Todos sabem q se vc está na água ñ pode mudar de marcha kkk

Avatar
Deixe um comentário