Sistema autônomo da Tesla coloca motorista em risco: recall foi convocado

O sistema autônomo da Tesla batizado como Full Self Driving vem sendo usado pelos consumidores nas ruas e está se provando inseguro

tesla full self driving
O carro parece ter dificuldade de identificar caminhões (Foto: YouTube | Reprodução)
Por Eduardo Rodrigues
03 de fevereiro de 2022 10:50

A Tesla possui hoje dois sistemas de condução semiautônoma: o Autopilot e o Full Self Driving. O primeiro funciona como um cruise control adaptativo que mantém o veículo na faixa de rolagem e traz funções como o stop and go (para quando o carro a frente para e retoma o movimento quando ele se move.

Já o Full Self Driving (condução completamente autônoma em português), e um opcional de US$ 10 mil (R$ 52.990 na cotação atual) promete ser capaz de conduzir o carro sozinho em qualquer situação. O opcional não inclui sensores ou radares novos e está em fase beta, mas a Tesla está usando seus consumidores como cobaias de teste no trânsito.

VEJA TAMBÉM:

Na indústria automotiva a tradição é que um sistema novo seja lançado após testes e já em sua versão final, mas a Tesla adotou uma estratégia de empresas de software. Taylor Ogan, proprietário de um Model Y, filmou sua experiência com Full Self Driving pilotando seu carro pelas ruas de Boston.

O governo mandou a Tesla fazer um recall

Esse sistema Full Self Driving foi o alvo de um recall exigido pela Administração Nacional de Segurança no Trânsito Rodoviário (NHTSA). O motivo é uma programação feita pela Tesla para o carro não parar completamente quando detecta uma placa de “pare”.

A Tesla chama isso de “Rolling Through” e trata como uma função. A ideia é simular o hábito de alguns motoristas de apenas reduzir nas paradas obrigatórias mas sem parar o carro por completo. Apesar de ser algo comum de se ver no trânsito, vai contra as normas e pode colocar os ocupantes em risco.

O recall afetou 53.822 equipados com o Full Self Driving. A Tesla não precisou convocar os proprietários, ela simplesmente lançou uma taulização remota para o software do veículo removendo essa função. Seria esse o futuro dos recalls?

Elon Musk promete que esse sistema será 100% funcional ainda nesse ano

No vídeo vemos que o sistema do carro muitas vezes chegou perto de acertar outros veículos, se não fosse as intervenções do motorista. O sistema também pareceu confuso diante de pedestres e de ruas sem faixas pintadas.

O CEO da Tesla, Elon Musk, afirma que esse sistema é mais seguro que um humano dirigindo. Ele também diz que o sistema terá o nível 4 de autonomia ainda nesse ano. Mas é importante lembrar que desde 2014 que o empresário promete autonomia completa em seus carros para o ano seguinte e até hoje não cumpriu.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário