Volkswagen irá abandonar o câmbio manual até 2030

A decisão de abandonar a caixa de câmbio manual foi feita para reduzir os custos de desenvolvimentos dos próximos carros do grupo Volkswagen

volkswagen golf gti 5 door cambio manual modelo europeu
A tradicional alavanca de câmbio simulando uma bola de golfe do Golf GTI irá virar peça de museu (Foto: Volkswagen | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
30 de agosto de 2021 14:40

Os novos câmbios automáticos e os câmbios automatizados de dupla embreagem conquistaram seu espaço no mundo dos esportivos graças às trocas de marcha rápidas e a diminuição das perdas mecânicas quando comparados aos câmbios automáticos mais antigos. Porém nem todo entusiasta quer saber de décimos de segundo e prefere a experiência sensorial de um bom câmbio manual.

Fora do Brasil a Volkswagen ainda mantem o câmbio manual para o Golf GTI, Golf R, Polo GTI e diversos modelos civilizados de sua linha. Mas a revista alemã Auto Motor und Sport apurou que o fabricante alemão deverá abandonar esse tipo de caixa até 2030. Segundo a revista, essa decisão foi feita para economizar dinheiro no desenvolvimento dos carros.

volkswagen golf gti 5 door interior painel cambio manual e bancos de tecido
O câmbio manual ainda é uma opção apreciada por compradores do Golf GTI na Europa e EUA

VEJA TAMBÉM:

O processo de abandono do câmbio manual já começou

A revista já adianta que a nova geração do Tiguan, que estreia em 2023, chegará às lojas europeias sem o câmbio manual. A nova geração do Passat, que estreará em seguida, também chega apenas com dois pedais. O fim marcado para 2030 bate com a data estipulada para a linha europeia da VW ser 100% elétrica, que está prevista para 2030 com uma margem para até 2033.

O mercado europeu ainda possui uma boa receptividade para carros com câmbio manual, mas a aceitação pelo câmbio automático está aumentando. Em mercados de grande volume como s EUA e a China a preferência é pelos carros automáticos. Não sabemos se a filial brasileira estará nesse meio, já que apesar da boa aceitação do câmbio automático, não temos previsão para obrigatoriedade de elétricos.

A Volkswagen está seguindo a Mercedes-Benz, que anunciou em 2020 o fim do pedal de embreagem na marca em médio prazo. O motivo, mais uma vez, foi a redução nos custos de desenvolvimentos de novos veículos e a chegada iminente de uma gama completamente elétrica.

Fotos: Volkswagen | Divulgação

Apesar dos EUA ser o único país a receber o Golf GTI de oitava geração com câmbio manual, não são todos os motoristas de lá que sabem utilizar esse câmbio:

2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Fillipe Farias 31 de agosto de 2021

Acho um absurdo e falta de respeito com os consumidores. Tem pessoas que preferem o câmbio automático e outras que preferem câmbio manual como eu. Pessoas que gostam mesmo de dirigir na maioria, preferem câmbio manual, deveriam manter os dois em produção, assim o consumidor decidiria qual seria o melhor pra ele.

Avatar
Marco Romanelli 30 de agosto de 2021

Deveriam aproveitar para modernizar as alavancas dos automáticos. Hoje em dia, não se concebe mais um automóvel automático cuja alavanca não esteja sempre pronta para uma mudança manual. Nos anos 1930, talvez, hoje é impensavel, mas existem vários…

Avatar
Deixe um comentário