Yamaha R-3 2020: pequena esportiva quer ser grande

Motocicleta ficou ainda mais esportiva com nova suspensão dianteira, novas carenagens, novo painel e um motor nervoso, que garante adrenalina

Por Teo Mascarenhas 04/11/19 às 10h30
yamaha 5275

Depois de ser apresentada na Europa em fins do ano passado, a nova geração da Yamaha YZF-R3, ou simplesmente R-3, desembarca no Brasil. Produzida em Manaus (AM), a pequena esportiva divide o motor com a naked MT-03 (também comercializada no país).

Entretanto, foi atualizada para ficar ainda mais agressiva, adotando um visual inspirado na irmã maior, a superesportiva R-1, que por sua vez, segue o desenho do modelo YZR-M1, que disputa o Mundial de MotoGP com os pilotos Valentino Rossi e Maverick Viñales.

gustavoepifanio ep17653

Para realçar ainda mais a inspiração, a versão Monster Energy Moto GP Edition, com preço sugerido de R$ 24.990, tem decoração semelhante à das motos de pista. A versão com pintura azul (Racing Blue) ou vermelho fosco (Red Velvet) têm preço sugerido de R$ 23.990. O conjunto de quadro e motor, porém, é o mesmo.

Na ergonomia, a R-3 ganhou nova posição dos semi-guidões, 22 mm mais baixos, deixando o piloto mais inclinado. Pára-brisa e carenagem foram desenvolvidos em túnel de vento, resultando em um ganho de cerca de 8 km na velocidade final, segundo dados da montadora.

19 yzf r3 team yamaha blue dunlop sportmax gpr 300 front tire rgb 1

O tanque de combustível foi rebaixado em 20 mm, ficando também mais largo 31,4 mm, mantendo, porém, a mesma capacidade de 14 litros. O artifício, também permite que o piloto abaixe ainda mais atrás da bolha, reduzindo o arrasto aerodinâmico, contribuindo para o aumento da velocidade final.

Yamaha R-3 na rua

No dia a dia nas ruas, contudo, a nova R-3 ficou levemente menos confortável, deixando o piloto em posição de ataque, mais inclinado para frente. A carenagem abriga ainda faróis duplos em LED, separados por uma generosa tomada de ar frontal em formato de “M”, também presente nas irmãs maiores.

yamaha r3 2020 1

Para acompanhar o perfil mais esportivo, a suspensão dianteira convencional foi substituída por uma com sistema invertido (Up Side Down), com 130 mm de curso. Na traseira, a suspensão é do tipo mono, com 125 mm de curso, ancorada em balança em aço assimétrica e possibilidade de sete regulagens na pré-carga.

A agilidade do modelo também é garantida por uma reduzida distância entre eixos de 1.379 mm, além de um ângulo de cáster (inclinação da suspensão dianteira), de 25 graus e por um quadro em tubos de aço, com o motor fazendo parte da estrutura, para reduzir o peso e aumentar a rigidez.

yamaha r3 2020 2

Motor

O fôlego do motor impressiona e “honra” a decoração inspirada nas motos de competição. Com dois cilindros paralelos, duplo comando e quatro válvulas por cilindro, entrega 42,01 cv a 10.750 rpm e um torque de 3.02 kgfm a 9.000 rpm.

O modelo permite muita diversão em uma pilotagem com mais adrenalina. A Yamaha R-3 obedece com precisão às linhas das trajetórias escolhidas e retoma com surpreendente vigor para o pequeno propulsor de apenas 321 cm3.

Essa combinação é que confere um bom tempero, embora, longe de ser uma genuína MotoGP e tampouco uma superesportiva, apesar de “vestir roupas” semelhantes a elas e de apresentar um porte que impressiona para a capacidade do motor. Desta forma, é capaz de simular emoções, em uma escala menor e também mais acessível.

yamaha 5275

O painel, que pode ser regulado em luminosidade, é igualmente novo. Totalmente digital, conta, além do conta-giros e dos indicadores de praxe, com relógio de horas, indicador de marcha, computador de bordo e a shift light, uma luzinha que acusa a hora certa de trocar as marchas, para não perder tempo.

Na hora de brecar o entusiasmo, a Yamaha R-3 conta com freios dotados de sistema ABS nas duas rodas, que são de liga leve, com aros de 17 polegadas e calçadas com pneus esportivos. Na dianteira, há um disco de 298 mm, com pinça de duplo pistão, e na traseira, um disco de 220 mm.

Confira a galeria de fotos da Yamaha R-3!

Fotos Yamaha | Divulgação

Teo Mascarenhas

Especialista na cobertura do mercado de motocicletas e competições com mais de 30 anos de experiência.

Teo Mascarenhas
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Jose 11 de novembro de 2019

Ah, uma dessa com aro 21…

Avatar
Deixe um comentário