10 carros populares entre R$ 30 mil e R$ 40 mil – veja análise dos modelos

Mercado de usados reúne hatches compactos que podem ser boa opção para fugir dos preços estratosféricos do mercado automotivo

chevrolet onix lt 2014 na rodovia
Chevrolet Onix é boa opção nesta faixa de preço (Fotos: Divulgação)
Por Fernando Miragaya
26 de julho de 2022 09:03
Especial para o AutoPapo

Bons tempos em que a gente chamava um carro de popular. E olha que, na época dos populares dos anos 1990, já se questionava se o termo era apropriado para os valores cobrados pelos compactos com motor “mil”.

Agora, carro popular virou usado e com consideráveis anos de estrada. Contudo, não significa que seja mau negócio. Com pesquisa, é possível encontrar hatches compactos, razoavelmente equipados e com motores que não sejam necessariamente os 1.0 da vida.

VEJA TAMBÉM:

Separamos 10 modelos entre R$ 30 mil e R$ 40 mil garimpados em  sites de compra e venda, como Mobiauto, KBB Brasil e Webmotors. Como todo carro usado, é preciso verificar o estado de conservação, se a manutenção está em dia, se a carroceria está ok, assim como checar documentação e procedência e, obviamente, dirigir o veículo.

Confira a nossa lista e deixe alguma opção diferente, dentro dessa faixa de preço, nos comentários.

Ford Fiesta Rocam 1.6 2012/13

ford fiesta rocam 2013 prata
  • Preços: R$ 31 mil a R$ 34 mil
  • Motor: 1.6 8V
  • Potência: 107/101 cv
  • Torque: 15,3/14,5 kgfm a 4.250 rpm

A terceira geração do hatch compacto, ainda da fase Projeto Amazon, é um carro bastante robusto e competente. Ele ficou como opção de entrada na gama Ford no Brasil no início dos anos 2010 após a chegada do New Fiesta do México.

Por isso, tem apenas equipamentos padrão: ar-condicionado, vidros elétricos na frente, travas elétricas e alarme. A assistência na direção era opcional, assim como airbags frontais e freios com ABS.

O destaque vai para o motor 1.6 da linha Rocam, voluntarioso e com arrancadas bem dispostas, mas que tem relatos de superaquecimento. Vale ainda pela posição de dirigir e pelo bom porta-malas, mas fique atento a trepidações no freio e à parte elétrica.

Fiat Uno Way 1.4 2011/12

fiat uno way 2014 verde autopapo
  • Preços: R$ 30 mil a R$ 36 mil
  • Motor: 1.4 8V
  • Potência: 88/85 cv
  • Torque: 12,5/12,4 kgfm a 3.500 rpm

Entre os carros populares, também há hatch aventureiro. A segunda geração do Uno ganhou a roupagem Way, com molduras nos para-lamas e outros apliques estéticos, além de detalhes no acabamento interno. A opção já vinha com ABS e airbag duplo, além de ar, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricos, som com entrada USB, entre outros.

O espaço é mais do mesmo, mas é comum motoristas e caronas mais corpulentos roçarem os ombros. O motor 1.4 tem desempenho apenas modesto e o consumo não é lá essas coisas. Atenção dificuldades em dar partida e oscilações em marcha lenta.

Volkswagen Gol 1.0 2015

vw gol special 2015 autopapo
  • Preços: R$ 35 mil a R$ 38 mil
  • Motor: 1.0 8V
  • Potência: 76/72 cv
  • Torque: 10,6/9,7 kgfm a 3.850 rpm

O Gol velho de guerra é uma opção de modelo mais novo entre os carros populares usados. Da fornada G6, oferece a robustez de sempre, com acerto mais firme da suspensão e direção, pedais e transmissão mais justos e a manutenção com fama de simples.

Nos itens de série, carrega os (já obrigatórios em 2015) airbag duplo e ABS. No mais, o trivial e uma relação bem racional de equipamentos: ar, vidros dianteiros e travas elétricos, direção hidráulica e só.

O melhor do Gol está justamente no conjunto mecânico. O motor não é nenhum arroubo de desempenho, mas tem bom torque em baixos giros e é ligeiramente mais esperto que a maioria dos conjuntos “mil cilindradadas”. O câmbio bem escalonado e as relações iniciais curtas favorecem.

Nissan March SV 1.6 2012/13

nissan march branco em avenida
  • Preços: R$ 32 mil a R$ 36 mil
  • Motor: 1.6 16V
  • Potência: 111 cv
  • Torque: 15,1 kgfm a 4.000 rpm

Ainda da leva importada do México, o March chama a atenção pelo bom aproveitamento do espaço interno, especialmente no banco traseiro, e pelo motor quatro-cilindros 1.6 que trabalha bem em médias e altas rotações. Uma das características do Nissan desde sua estreia é o baixo custo de manutenção, apontado como um dos menores do segmento de compactos.

Outra vantagem desta versão SV do hatch está na lista de equipamentos, com airbags frontais, trio elétrico (com acionamento de todos os vidros), ar, direção hidráulica, som e rodas de liga-leve. De ruim, acabamento simples e o banco dianteiro, estreito e que não acomoda bem o corpo. Fique ligado a barulhos na suspensão e no pedal da embreagem.

Renault Sandero Expression 1.6 2013/14

renault sandero 2013
  • Preços: R$ 33 mil a R$ 39 mil
  • Motor: 1.6 8V
  • Potência: 106/98 cv
  • Torque: 15,5/14,5 kgfm a 2.850 rpm

Modelo compacto que sempre ofereceu espaço interno maior que seus rivais, o Sandero é uma dica para quem busca carros populares não tão apertados. O hatch da marca francesa leva bem dois adultos e uma criança no banco traseiro e ainda oferece um bom porta-malas, com 320 litros.

O motor 1.6 também agrada ao rodar na cidade e não faz feio na estrada ou em retomadas. Especialmente pela boa força em baixos giros. Os aspectos negativos no Sandero ficam na posição de dirigir e no acabamento de qualidade ruim. Vazamentos de óleo e problemas no freio e na transmissão são relatos comuns de donos do modelo.

Os equipamentos são poucos: ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, freios ABS, airbag duplo e ajuste de altura do volante. Vidros e travas elétricos eram opcionais.

Chevrolet Onix LT 1.4 2014

chevrolet onix lt 2014 na rodovia
  • Preços: R$ 36 mil a R$ 40 mil
  • Motor: 1.4 8V
  • Potência: 106/98 cv
  • Torque: 13,9/13,0 kgfm a 4.800 rpm

Carro que vende bem como 0 km costuma se dar bem quando em segunda mão. Isso porque é valorizado no segmento de seminovos, justamente pela mecânica mais conhecida e facilidade em encontrar peças. Além disso, o Onix é aquele carro bastante eficiente para se ter no dia-a-dia urbano.

O motor 1.4 entrega disposição na medida. Mas o velho Família I entrega também certa aspereza e não chega a ser dos mais econômicos. Na parte de recheio, airbags frontais, ABS, ar, direção hidráulica, vidros dianteiros e travas elétricos e som com USB.

Bom lembrar que o Onix não era vendido com filtro de ar-condicionado. E observe se o pedal do freio está com pressão adequada e se a direção apresenta estalos ou ruídos estranhos nas manobras.

Fiat Palio Attractive 1.4 2013

fiat palio attractive 2014 azul
  • Preços: R$ 35 mil a R$ 39 mil
  • Motor: 1.4 8V
  • Potência: 88/85 cv
  • Torque: 12,5/12,4 kgfm a 3.500 rpm

A segunda geração do Palio não fez o mesmo sucesso da primeira, mas em conjunto com o modelo antigo, foi o carro que conseguiu interromper os 28 anos seguidos de liderança do Gol. Com linhas arredondadas, jeito simpático e suspensão macia, o hatch dá conta do recado nas acelerações, porém, as retomadas são sofríveis.

É um dos carros populares mais completos da lista. Ar, direção hidráulica, trio elétrico, airbag duplo, freios com ABS e som com USB e Bluetooth eram itens de série. Se der sorte, acha-se até modelo com retrovisor eletrocrômico e teto-solar. Atenção a dificuldades em engatar marchas e a folgas nos vidros.

Volkswagen Fox Prime 1.6 2012

volkswagen fox 2013 branco estrada
  • Preços: R$ 34 mil a R$ 39 mil
  • Motor: 1.6 8V
  • Potência: 104/101 cv
  • Torque: 15,6/15,4 kgfm a 2.500 rpm

O hatch altinho que recentemente despediu-se do mercado tem no motor 1.6 uma de suas maiores qualidades. O velho EA111 tem fama de robustez, fácil manutenção, além da boa disposição em baixas rotações e acelerações que entregam bastante agilidade ao carro.

Apesar da sensação de espaço proporcionada pelo teto alto, o compacto não é tão espaçoso na cabine, nem o porta-malas empolga. A posição de dirigir agrada, mas o Fox é um carro mais molenga no comportamento dinâmico que a maioria dos Volks. Barulho na caixa de direção, infiltração nos faróis e ruído na bomba de combustível são problemas comuns.

A Prime era a versão topo de linha, mas atenção que o pacote de opcionais era monstruoso. De série, só ABS, airbags dianteiros, direção hidráulica, faróis de neblina e ajustes de altura e profundidade do volante. De resto, tudo opcional: de ar, trio e couro até retrovisor eletrocrômico e teto-solar.

Ford Ka SE Plus 1.0 2014/15

ford ka 2014 rodovia
  • Preços: R$ 36 mil a R$ 39 mil
  • Motor: 1.0 12V
  • Potência: 85/80 cv
  • Torque: 10,7/10,2 kgfm a 3.500 rpm

O Ka está entre os carros populares que carregam um dos motores mais modernos do pedaço, e também um dos três-canecos mais elogiáveis. O tricilíndrico oferece rodar suave e boa performance em baixas e médias rotações. Além disso, tem fama de ser bastante econômico.

A posição de dirigir é agradável, o isolamento acústico é razoável e o espaço apenas “normal” para a categoria de compactos. O acerto da suspensão compromete um pouco  o conforto. A propósito, fique atento a barulhos na suspensão, dificuldades ao engatar as marchas e também a trepidações no pedal do freio.

No mais, a configuração SE Plus vinha com o básico para sobreviver. ABS nos freios, airbag duplo, ar, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, som com USB e travas elétricas.

Chevrolet Corsa II Maxx 1.4 2012

chevrolet corsa 2012 traseira
  • Preços: R$ 31 mil a R$ 35 mil
  • Motor: 1.4 8V
  • Potência: 105/99 cv
  • Torque: 13,4/132 kgfm a 2.800 rpm

Em seu último ano de produção, o Corsa fecha a nossa lista de carros populares usados bons para pesquisar e comprar. Em termos dinâmicos e de conforto, a segunda geração do hatch é bem melhor que a primeira, apesar de não ter vendido a mesma coisa. Palmas para o motor Família I, que enche rápido em giros baixos e favorece ultrapassagens e o desempenho em ladeiras.

Alguns defeitos perduraram neste Corsa II, como a direção levemente torta em relação à posição de dirigir. Mas o isolamento acústico é eficiente e a suspensão tem boa calibragem. Só esta versão Maxx, a única disponível no fim de vida do carro, que não tinha nada de maxi: vinha apenas com ar-condicionado, nada mais. Atenção a folgas na direção.

Carros populares por R$ 60 mil? Não reclame, vai piorar!

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
11 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcelo Farias 28 de julho de 2022

RCAMARGO: é melhor e mais seguro um 1.0 na mão de um sujeito de bom senso que um Toyota nas mãos de um mané. ANDRE ROCHA: concordo contigo, mas carro 1.0 não é para competição. (É um sarro ver uma revista “especializada” fazer um teste: qual o 1.0 anda mais? kkkk “) Tenho um KA SE 2020 e viajamos eu e minha namorada com todas as “tralhas” de férias e o carrinho é bom de 120, 130. Mesmo com ar ligado é extremamente econômico porque o projeto do compressor foi concebido para não forçar demais o motor. Abraços.

Avatar
Santiago 27 de julho de 2022

Nos últimos anos grande parte do antigo publico dos 0 km já tem fugido para os semi-novos, com a consequente subida de preços destes últimos.
E aí grande parte do antigo público dos semi-novos têm migrado para os usados mais antigos.
Isto significa que os preços abordados na matéria já se encontram majorados pelo mercado também. São menos caros do que os seminovos? Sim, mas também com maiores quilometragens e suas consequentes despesas.

Avatar
Rcamargo 27 de julho de 2022

Discordo da lista. Na faixa dos 40 mil já da para pegar um automóvel que nao seja do tipo bateu-morreu. É possível comprar um Corolla ou Civic 2006 ou quem sabe um fluence ou sentra até mais novo e com câmbio automático. Não porque o sujeito é pobre que tem que andar de carroça. Graças a Deus carros bons seminovos com 10 a 15 anos de uso e ainda em bom estado já estão acessíveis. Só para dar um exemplo, um Civic 2006 até hoje é mais seguro que esses populares vagabundos de 70…90 mil.

Avatar
Flaviana pereira Meneses 27 de julho de 2022

Me enteressei pelo ónix 2014 como faço? Loja física onde fica?

Avatar
Damaris 29 de julho de 2022

Três lojas foram citadas no início do texto, duas tem link!

Avatar
Paulinho 27 de julho de 2022

Carros 1.0 estão sendo vendidos hoje a preço de carros de luxo.

Avatar
Rafael 27 de julho de 2022

Tenho um Gol Power 1.6 2013 que se encaixaria nessa recomendação e achei meio bola fora recomendar a versão 1,0 4 cilindros que é reconhecidamente problemática.
Mas o Gol ainda é um excelente meio de transporte na versão certa.

Avatar
Polvo 26 de julho de 2022

Tenho um Corsa 1.4 ano 2012 e recomendo. Manutenção simples e barata, motor 1.4 que tem bom torque e potência e é relativamente econômico. O espaço interno também é bom. O Fiesta 1.6 rocam também já tive e é um ótimo carro, o único ponto de atenção é o sistema de arrefecimento, mas ele tem boa estabilidade, motor de concepção simples, ótimo espaço interno e porta malas também é bom pelo porte do carro. Acho a ergonomia dele também muito boa, posição de dirigir, etc.

Avatar
Andre Rocha 26 de julho de 2022

realmente é um ponto cricial a ficar a tento no Fiesta Roram. Costuma dar muito problema, não se se pela qualidade do material, falha de projeto ou ambos, mas costuma sempre ter problema no cavalete da válvula termostática e ruptura no reservatório de expansão do líquido de arrefecimento. Estando de olho nesses 2 pontos, e com o líquido sendo trocado a cada 2 anos, ele vai longe!

Avatar
Polvo 27 de julho de 2022

Exatamente estes problemas eu tive com o meu Fiesta. São coisas simples de serem arrumadas, mas é preciso ficar atento.

Avatar
Andre Rocha 26 de julho de 2022

Tenho um Fiesta Rocam 10/11 1.6… Absolutamente NADA a reclamar do carango, a não ser a direção hidráulica que é meio dura (padrão da época), então acaba incomodando um pouco para manobrar por ter que fazer 1 pouco de força. Em contrapartida, guiei um Ka 1.0 2018 por 4 anos… o ÚNICO problema dele é o fraquinho trê-caneco de menox de 80cv, onde ligou o ar já era…

Quemd era se o meu Fiestinha tivesse a direção elétrica do Ka 2018!!!

Avatar
Deixe um comentário