Alienação fiduciária: como retirar do documento do veículo

Você achou que bastava quitar o carro? Muitas vezes ainda é preciso procurar o Detran e dar baixa no termo que impede a venda do seu veículo

Por Laurie Andrade 08/03/19 às 11h55
Certificado de Registro de Veículo (CRLV) com foco na observação alienação fiduciária

Já reparou que no documento dos veículos financiados consta, no campo das observações, um termo estranho? A expressão “alienação fiduciária” está ali para garantir que ninguém venda ou compre um automóvel que ainda não foi quitado

O problema é que, muitas vezes, o proprietário já pagou pelo carro e o termo não deixou de constar no campo “observações”. Entenda o que é a alienação fiduciária e como fazer para retirá-la do documento do seu veículo.

Já observou que no documento dos veículos financiados consta o termo "alienação fiduciária"? Entenda o que ele significa e o que é preciso fazer para retirá-lo do documento.
Foto Laurie Andrade

O que é alienação fiduciária?

Alienação fiduciária é o contrato firmado entre consumidores e instituições financeiras que concedem financiamentos na compra de um veículo.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), essa expressão consiste na “transferência feita por um devedor ao credor de propriedade resolúvel e da posse indireta do veículo, como garantia de seu débito, resolvendo-se o direito do adquirente com o adimplemento da obrigação, ou seja, com o pagamento da dívida garantida”.

Por que o termo aparece no documento do veículo

A restrição administrativa é inserida nos documentos com o objetivo de impedir a transferência de propriedade até que haja a quitação do financiamento.

E de quem é a responsabilidade de retirar a alienação fiduciária do documento do carro? Ainda segundo o Denatran, o termo deveria ser retirado automaticamente do documento quando o carro é quitado.

Depois que a instituição credora presta a informação relativa ao pagamento do devedor, o órgão ou entidade de trânsito de registro do veículo (Detran) procederá, de forma obrigatória, automática e eletrônica, a baixa do Gravame constante no cadastro do veículo, no prazo máximo de 10 dias.

O problema é que, muitas vezes, esse processo não acontece. Há casos de leitores que já quitaram o carro há sete anos e ainda encontram, no campo das observações do documento, a informação “alienação fiduciária”. Sendo assim, como o proprietário deve proceder?

Como tirar a alienação fiduciária do documento?

Em primeiro lugar, é preciso quitar as dívidas para que seja possível dar baixa no termo. Isso inclui Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), multas, seguro obrigatório, entre outras.

Com todas as pendências acertadas, é preciso solicitar a emissão de novo Certificado de Registro do Veículo – CRV e de novo Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo – CRLV. Esse processo é diferente em cada Estado do país, já que é de responsabilidade de cada Detran. O valor também não é tabelado.

Fica a critério do proprietário solicitar a retirada do Gravame constante no documento do veículo; não há um prazo máximo para a solicitação.

Passo a passo para regularizar o documento:

  1. Certifique-se que todos os débitos estão quitados e atualizados: IPVA, seguro DPVAT, taxa de licenciamento (em alguns estados), multas;
  2. Preencha o formulário do Detran no site;
  3. Pague a Guia de arrecadação;
  4. De posse dos documentos acima, dirija-se a uma empresa licenciada para vistoria/Detran.

Documentos necessários:

  • Recibo compra e venda (CRV);
  • Cópia de identidade e CPF;
  • Cópia de comprovante de residência.

Confira o que diz o Detran sobre alienação fiduciária

Publicada originalmente em 05 de maio de 2018, atualizada em 02 de setembro de 2019

Imagem | AutoPapo

SOBRE
81 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Vilson 22 de março de 2021

Boa noite vendi um gol 2010 nao costa nada d divida nem alienacao so que ele foi finansiado novamente mais o detran d sp nao que aceita pq consta um graveme d 2010 sendo que ja foi dado baixa oq faze

Avatar
SAMUEL Mendonça 15 de março de 2021

Gente comprei um carro 2007 e nao deu tempo passar pro meu nome o antigo dono morreu de acidente de moto entao a esposa escapou..estou tentando baixar o crvl digital este ano pois nao esrou conseguindo..vi que estar la sobre um alienacao fiduciaria sera q e isto que estar empedindo falando sobre um.gravame…e outra duvida sera q Vou ter prol pra passar pro meu nome …alguem me ajude ai.

Avatar
Sandro Oliveira 3 de março de 2021

No link Detran Rio de Janeiro acima, abre a página do Detran MG…

Avatar
Autimio Moura 1 de março de 2021

Comprei um carro em 96 em 48 X financiado pelo Banco Real. Fiz a equitação . O financiamento foi através do extinto Banco Real . Fui pegar a quitação fui informado que seria com o Banco ABN.Hoje 25 anos depois não consigo baixar o Gravame. Alguém pode me orientar que devo fazer. Obs. Não Costa débitos só a observação Alienado.A

Avatar
LIVIA SANTOS 4 de março de 2021

estou exatamente com o mesmo problema, alguem que possa ajudar?

Avatar
Autimio Moura 4 de março de 2021

Fui informado que esse banco hoje é de responsabilidade do Santander. Fui até o gerente onde fui informado que nada poderia ser feito por ter muito tempo e não constar nenhum registro da compra.

Avatar
Aline 18 de fevereiro de 2021

Olá. Quitei o consórcio do meu carro em 10/12/2020. O consórcio enviou me a baixa do hravame e disse que quando o próximo documento fosse emitido, já viria desalienado. Paguei o IPVA e a GRT de 2021 e meu documento foi disponibilizado pelo aplicativo, porém, consta com alienação fiduciária. Como proceder???

Avatar
Marcelo teles 2 de março de 2021

Comprei um carro e estou pagando o documento está escrito alienação fiduciária o que eu devo fazer

Avatar
Hendi Melory 4 de março de 2021

Ola, precisas procurar o CRVA – DETRAN e solicitar a baixa da restrição de alienação pagando a taxa de liberação.

Avatar
Amanda Cristina Pereira da Silva 6 de fevereiro de 2021

O que significa está escrito no documento do carro banco Itaú? É do banco, está alienado alguém me ajuda, me tira essa dúvida por favor?

Avatar
Scala 12 de abril de 2021

Se você fez LEASING, o documento sai em nome do banco, que é o VERDADEIRO proprietário do seu carro……………até a quitação do leasing. Enquanto isso, você usa o carro com autorização (automática) do banco. Após a quitação, o banco fornecerá documentação hábil e o CRV assinado com firma reconhecida. É só ir ao Detran e solicitar a transferência para seu nome. O banco, então, estará, teoricamente, “VENDENDO” o carro para você.

Avatar
Bruno 27 de janeiro de 2021

Boa noite, gente me ajude, comprei um carro, porém tem restrição: Alienação Fiduciária/gravame, o carro era financiado e já quitei toda dívida e o antigo dono não me falou disso, inclive devia documentos 2020 que foi quitado também, como faço para retirar essa restrição? OBS: o carro foi financiado novamente por outro banco sem problema nenhum mesmo constando essa restrição

Avatar
Hendi Melory 4 de março de 2021

Se você financiou novamente é normal constar alienação fiduciária ao banco que estas pagando financiamento. No seu caso a alienação ao antigo banco (do antigo proprietário) foi removida e inserida alienação do seu banco, que somente cairá quando quitar o valor total do contrato.

Avatar
valdomiro faria 20 de janeiro de 2021

BOA NOITE, MEU SOGRO A ANOS ATRAS COMPROU UM UNO 93 ALIENADO PELO BANCO MARTINELLI, FOI QUITADO ESSE CARRO MAS NÃO FOI DADO BAIXA NA ALIENAÇÃO PORQUE ESSE BANCO ABRIU FALENCIA SEGUNDO INFORMAÇOES FOI O BRADESCO QUE ASSUMIU ESSE BANCO, POREM ATE HOJE SAI A ALIENAÇÃO PELO BANCO MARTINELLI COMO FAÇO PARA RESOLVER ISSO.
GRATO

Avatar
levi nunes 30 de dezembro de 2020

se você quitou o veiculo e a empresa não retirou a restrição
você pode entrar com pedido para retirar a restrição mais pedido de danos Moraes

EMENTA: APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS. CONTRATO DE COMPRA E VENDA DE VEÍCULO GARANTIDO COM ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA. CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR. APLICABILIDADE. CUMPRIMENTO DA OBRIGAÇÃO. BAIXA DO GRAVAME. RETIRADA DE RESTRIÇÃO JUDICIAL PERANTE O DETRAN. INCUMBÊNCIA DO CREDOR FIDUCIÁRIO. IMPEDIMENTO DE TRANSFERÊNCIA E CIRCULAÇÃO DO AUTOMÓVEL POR LONGO PERÍODO. DANOS MORAIS CONFIGURADOS. VALOR DA INDENIZAÇÃO. CRITÉRIOS DE FIXAÇÃO. RAZOABILIDADE E PROPORCIONALIDADE. INOBSERVÂNCIA. NECESSIDADE DE REDUÇÃO. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS DE SUCUMBÊNCIA. ARBITRAMENTO. OBEDIÊNCIA AO DISPOSTO NO ART. 85, § 2º DO CPC. SENTENÇA PARCIALMENTE REFORMADA. I – As normas do Código de Defesa do Consumidor são aplicáveis às relações estabelecidas com instituições financeiras, conforme prevê o enunciado da Súmula nº 297 do Superior Tribunal de Justiça. II – O credor fiduciário é responsável pela baixa do gravame e retirada de restrição judicial do bem perante o DETRAN, após a quitação do contrato de empréstimo para aquisição do veículo, garantido por alienação fiduciária. III – Resta evidenciada a responsabilidade civil da instituição financeira credora, se demonstrado que não cumpriu com sua obrigação de retirada da restrição judicial sobre o automóvel em tempo e modo próprios, impedindo a transferência e circulação do bem por longo período, gerando danos morais indenizáveis. IV – Deve ser revisto o valor da verba reparatória quando evidenciado que a quantia fixada na sentença compensa de forma demasiada o dano suportado pela parte, tendo em vista as circunstâncias fáticas do caso concreto. V – A regra contida no § 2º do art. 85 do Código de Processo Civil, estipula critérios quantitativo e qualitativo para a fixação dos honorários advocatícios de sucumbência, pois, além de estabelecer percentuais mínimo e máximo, determina ao juiz que observe o grau de zelo do profissional, o lugar da prestação do serviço, a natureza e importância da causa, o trabalho realizado pelo advogado e o tempo exigido para o seu serviço. VI – Recurso de apelação conhecido e parcialmente provido.

Avatar
joao carvalho da cunha 3 de dezembro de 2020

Oi b td Srs eu comprei uma moto yamaha 125 pelo o banco panamericano em 2006 e quitei em 2009 então viajei para outro estado. a moto ficou guardada só agora retornei.ao Rio aí fui marcar agendamento no Detran o Detran até porque eu só só tenho o Dut 2006 o Detran me informou a relação dos documentos. estou com todas as taxas pagas mais eu não tenho o documento CRV documento de transferência do veículo perdi aí estou tentando ligar pra financeira pan mais não consigo falar com.ninguem em vários números de fone não consigo por favor alguém pode me ajude a resolver esse problema fone* muito obrigado .joao

Avatar
Anne 19 de novembro de 2020

Estou lendo os comentários e o meu caso é assim. Coloquei a moto em dia desde 2015 aí já consta tudo pago. Porém tô com uma pendência de reserva de financiamento mais a loja que comprei nem existe mais e qdo paguei ela foi cheque nem foi financiado, e qdo vou no Detran não consta dívida de restrição, e não consigo imprimir o documento 2020. Alguém por favor pode me ajudar.

Avatar
Renata sampaio 29 de outubro de 2020

Tô de saco cheio do Detran. Me fazendo de ping pong.

Avatar
Silvania Maria de Souza 23 de outubro de 2020

boa noite eu financiei um carro só que porém esse carro não foi transferido pelo meu nome foi transferido para o nome de outra pessoa é possível que este car seja alienado em nome dessa outra pessoa

Avatar
Gracielle 23 de outubro de 2020

Quem tirou meu carro, foi minha tia , mas eu que efetuo os pagamentos desde a primeira parcela , me faltam 5 para quitação . Quero transferir para meu nome e ela não quer ir comigo, não quer me ajudar em nada tudo por um desentendimento familiar. O que e como devo fazer?

Avatar
Scala 12 de abril de 2021

Seu carro deve estar ALIENADO ao banco que financiou e NÃO poderá ser transferido até ser quitado. Após a quitação, deverá ser dada a baixa na alienação pelo banco. Você deverá preencher o CRV com seus dados e ir ao cartório, VOCÊ E SUA TIA, e assinarem o documento. Sua tia estará VENDENDO o carro para você………………..pelo valor atual de carro usado.

Avatar
Edson Marques de Almeida 19 de outubro de 2020

E obrigatória a vistoria do veículo após o término de pagamento total do financiamento para obter o certicado sem alienação fiduciária que contnua com o mesmo proprietários?

Avatar
Adriano 21 de outubro de 2020

Sim amigo caso vc queira retirar a observação tem certeza que o gravame não consta no registro do detran vc terá que providenciar um novo crv é tirar uma segunda via do documento ai saí sem a observação mas não influência em nada caso o gravame tenha sido realmente baixado vc pode deixar como está e tbm ao vender não terá impedimento algum p transferir p o novo dono pois ao vender um novo crv será gerado e a observação sairá tbm espero ter ajudado Paz!

Avatar
giovanni 13 de dezembro de 2020

a observação ainda nao saiu do meu documento, porem o financiamento ja foi dado baixa. então não vou ter nenhum problema em vender o veiculo sem tirar a observação do documento??

Avatar
Antônio Medeiros Brito 10 de outubro de 2020

Estou precisando da baixa de a lienacao da minha moto para passar para meu nome

Avatar
Daniel De Sousa Oliveira 2 de outubro de 2020

Mais como eu posso fazer

Avatar
Matheus 29 de setembro de 2020

Pode ser um 3º para dar início nesse processo todo? Levando os documentos do titular no DETRAN. Ou apenas o titular do mesmo?

Avatar
Adriano 21 de outubro de 2020

Olá amigo olha se vc não é o titular vc pode obter uma procuração ai sim vc pode fazer o trâmite . claro o titular faz a procuraçao indicando vc como representante legal dele. Reconhecido em cartório aí é só vc dar entrada no Detran emitir um novo crv já saira a observação de alienação espero ter ajudado Paz!

Avatar
Verônica Maria da Silva 27 de julho de 2020

Vendi o carro em 06/2007, o comprador fez um financiamento dando o carro como garantia e o DUT foi entregue à financeira assinado por mim. Em 07/2007 ele repassou o carro à terceiro e não mais pagou o financiamento, sumiu. Em 2008 multas do veículo chegaram ao meu endereço, eu não fazia idéia de quem estava com o carro. Por ironia do destino, o carro quebrou em frente á uma instituição militar e passou um fim de semana largado lá. A polícia foi acionada e como o carro ainda estava em meu nome, pq a financeira e nem o comprador fizeram a transferência, me chamaram pra pegar o carro de volta. O carro está comigo desde então, não posso vender, não tenho o CRV, e no documento consta a alienação fiduciária. Procurei a financeira e a mesma havia repassado o financiamento para outra financeira e na nova ninguém sabia de nada do carro. Então estou numa “união indisolúvel” com ford ka 97/98.

Avatar
Marcos Wehlmer 13 de junho de 2020

Pelo número de processos contra financeiras, bancos e assemelhados que aparece nos tribunais (acabei de pesquisar isto) o problema é a falta de fiscalização em cima das financiadoras. A questão não está bem resolvida, não existe uma resposta única para todas estas perguntas abaixo porque cada Detran atua de forma diferente. No PR por exemplo o Detran já publicou que não faz baixa de gravame devido ao número de fraudes que exisitiam, informando que foi criada uma lei onde as financeiras e bancos DEVEM se cadastrar no Sistema Nacional de Gravames para poder subir e baixar gravames de veículos. Aqui no PR, nem pagando para o Detran vc consegue resolver um assunto que é responsabilidade de quem te fez o financiamento e já ganhou em cima. Pelo que vi, o único jeito é abrir um processo contra danos morais com o auxílio de um advogado e exigir a baixa do gravame na justiça. Triste.

Avatar
Rodrigo Perico 10 de junho de 2020

Comprei uma moto alienada e ainda não transferi pro meu nome, assim que pagar os documentos desse ano posso passar ela direto pro meu nome ou o banco passa pra quem fez p financiamento?

Avatar
Rosemeire 30 de abril de 2020

A minha moto ta emplacada e marca Al no ipva e no dut poq? único dono

Avatar
Marcelo julio da silva 21 de fevereiro de 2020

Estou a adquirir um veiculo quitado de um financiamento cdc e no documento 2020 tem a msg de alienação fiduciaria no doc que vai sair no meu nome essa msg vai sair automática ou tem que fazer algum pedido no detran?

Avatar
Cassio Santos 11 de janeiro de 2020

Então não sou obrigado a comparecer ao Detran pra fazer a baixa do gravame caso eu tenha pago tudo, ou seja só se eu quiser é isso ? Meu estado é MG

Avatar
Rafael 25 de junho de 2020

Sim, é isso. Mas você não pode vender e caso venha a falecer o carro ainda é propriedade do banco, logo é inevitável ir atrás destes novos documentos.

Avatar
Orides 6 de dezembro de 2019

O link do Detran de Rondônia abre o site do Maranhão…

Avatar
Stela 24 de outubro de 2019

É simples assim: se vc “PAGAR” daí pode, mais tem que pagar hem!!!! Fazem de tudo para assaltar o contribuinte, daí inventam milhões de burocracias ?????

Avatar
AZEMAR CONTREIRAS MACIEL 18 de outubro de 2019

Quitei meu carro à 74 dias e até hoje o banco não autorizou a retirada junto ao DETRAN-Am., já solicitei ao Banco e me informam que o o CNPJ do Banco esta com problemas junto ao DETRAN-Am., o que devo fazer?

Avatar
Fabio França Ribeiro 3 de outubro de 2019

Acontecendo comigo,comprei uma moto paguei todas as parcelas direitinhas e pior antes do prazo e agora me aparece essa tal de alienação finduciaria. governos ladrões se não bastasse os juros e um monte de burocracias, ainda querem ferrar com a gente. vão trabalhar no sol seus putos ladrões.

Avatar
Severino 11 de setembro de 2019

Se é automático não precisa pagar nada isso é roubo

Avatar
Leonardo 9 de agosto de 2019

Aqui no RS são quase R$ 300,00 só pra retirar o texto. Não vale a pena retirar. Não influencia em nada. Tá quitado? É só mostrar no site do DETRAN do seu estado que aparece ali a liberação nas observações.

Avatar
LOURENCO FORESTO FILHO 6 de agosto de 2019

PRECISO DA CARTA DE QUITACAO DO VEICULO

Avatar
Allan Erickson 9 de julho de 2019

Como posso resolver

Avatar
Alexandre Horácio da Silva 9 de julho de 2019

Preciso da 2 via do documento de compra e venda pra vender a minha moto

Avatar
Josias Alves 18 de junho de 2019

Comprei uma moto que a dívida prescreveu em 2017, vou ter algum problema pro dono transferir?

Avatar
Fabio 25 de março de 2021

Vc conseguiu resolver a situação do gravame? Estou com o mesmo problema!!!

Avatar
Fábio 25 de março de 2021

Estou com uma moto que consta alienação fiduciária pelo Banco do Brasil, mas a dívida já prescreveu desde 2010 , alguém sabe como tirar isso do documento? Detalhe a moto está no meu nome e sem nenhum débito!!!

Avatar
Carlos 13 de junho de 2019

Tenho uma dúvida: Comprei uma motocicleta que está com uma observação de que foi financiado pelo Banco Real, na época. Então fui no Satander, atual proprietário do banco. O rapaz viu e disse que já está quitado e tudo certo, e, inclusive já assinei o recibo de Compra e Venda. Queria saber se dá para colocar a moto no meu nome sendo assim ou precisa pagar algum duda.

Avatar
Rafael 12 de junho de 2019

bora todo mundo processar o detran e espalhar essa cachorrada em redes sociais. cadê o governador pra resolver mais uma falcatrua do detran???

Avatar
Jose Ricardo 28 de maio de 2019

Infelizmente ser correto neste país é ser trouxa !!!!! Acabei de ligar para o detranrj e fui informado q, tenho q pagar um duda de 160,00 para tirarem a restrição, canalhas , políticos q só sabem garfar o povo , me da vontade de vomitar !!!

Avatar
Cleber Medeiros de Jesus 6 de junho de 2019

È dURO, Ricardo.
Aproveitando, minha esposa tinha o carro financiando para a irmã no rio, trouxemos para BH, porque não deram conta de pagar, preciso vender, quitei tudo.
Financiamento Bradesco, preciso pagar essa merda de duda para que o detran faça a baixa do gravame ? O banco por si só já não comunica essa merda ? Tudo no rio é na safadeza !! PQPQ

Avatar
Antonia 12 de agosto de 2019

NO BRASIL INTEIRO. TENHO VERGONHA DE SER
BRASILEIRA..NOSSOS DIREITOS NÃO SÃO RESPEITADOS..

Avatar
Fabio 25 de maio de 2019

Como assim?? Eles não tiram e a gente tem que pagar??

Avatar
bruna 13 de maio de 2019

Um absurdo. Como advogada fico indignada com as situações nas quais somos expostos!

Avatar
Orlando Grecco 25 de abril de 2019

Na verdade as taxas que pagamos são abuzivas estamos sendo roubados e nao temos bom atendimento se pagamos e quitamos tera que ser obrigatorio por onde foi comprado o veiculo olha minha gente cada politico que entra concurso publico e nós que pagamos as contas o povo já não aguenta mais e depois não podem ser mandados em bora são concursados é o mesmo que pedirmos cada vez mais policiais se não tivermos leis .Nosso presidente tirou o roubo das rodovias federais e o resultado foi menas mortes este negocio de multas virou um negocio um roubo e agora as cidades estao enchendo de radares vamos tirar todos estes politicos que ganham as eleiçoes e o que fazem é só ferar o povo e quanto mais orgaos publicos mais multa hoje o motorista não pode nem olhar do lado mais nós nâo temos mais paz pra dirigir e sim ficar atentos só nos radares e pardais pra vocês terem uma ideia Maringa no parana se não me engano só em 2018 foram um total de 28 milhoes de reais em multas e teve um dia que foram multados mais de mil veiculos isto num unico dia (Agora para o infrator que comete crimes a lei tem que agir e se tomar a carteira. Vamos votar certo meu povo politicos e orgaos publicos estao acabando com o povo não aguentamos mais.

Avatar
César 24 de abril de 2019

Complicado quitei meu financiamento antecipadamente tem tres meses e o documento veio alienado, que vagabundagem desses órgãos que sempre tiram vantagem de quem cumpre a lei com rigor lastimável isso.

Avatar
Gercy silva 21 de dezembro de 2019

Boa noite.
Terminei de pagar o carro.gostaria de saber se eu pagar o IPVA 2020 eu recebo o documento normal.sem precisar ir ao Detran.. o documento é de sp obrigado..

Avatar
Cleide 28 de março de 2019

O meu carro está quitado a sete anos e continua com essa porcaria escrita no CRV. Pelo jeito vou terminar meus dias com o meu carrinho velho mesmo. Ainda bem que gosto dele.

Avatar
FRANCISCO DOMINGOS LAURIANO 21 de março de 2019

Deve existir uma maneira correta de resolver isto dentro da lei, desde que a financeira já deu a baixa no gravame, se deu baixa, é porque foi quitado.
seria obrigação moral do detran tirar esta observação ridícula do documento, pois é inconstitucional o Detran cobra taxas para resolver uma coisa que já está concretizada com a baixa do gravame, também fico envergonhado de ser brasileiro.

Avatar
FERNANDA SERRAT 20 de julho de 2020

infelizmente amigo , moral é o que eles não tem, com todas essas taxas que pagamos é uma vergonha esse Detran.

Avatar
Wanderley 24 de janeiro de 2019

Estou com esse problema já a um ano já fui no fórum peguei ofício com o juiz dei entrada em um processos junto ão Detran já foram duas vistorias perdidas e ate agora nada, sistema só funciona pra eles nesse pais tudo e muito burocrático difícil e ainda se esbarra na corrupção e despreparo de funcionários público

Avatar
Flávio nelson 17 de janeiro de 2019

Autoritarismo.!!!!!estou com vergonha de falar que sou brasileiro.tudo que tenho não pertence a mim.pertence ao município, ao estado ou ao governo federal.

Avatar
Valdair Da Silva Pereira 8 de janeiro de 2019

Pura palhaçada, a restrição não saiu automaticamente e fui me informar a respeito no Detran e me disseram que eu teria que pagar mais de trezentos reais para retirar a restrição do documento.

Avatar
Paulo sergio 10 de setembro de 2018

no meu caso é um veiculo 97 que está quitado ea financeira LLOYDS faliu não deu baixa do gravame , esta no nome de terceiro .

Avatar
Renato livio Batista Leite 18 de outubro de 2018

No meu caso eu tive que pagar uma taxa do gravame no Detran para medarem outro documento sem restrição

Avatar
Camila 24 de dezembro de 2018

Paulo SergSé, estou com um problema parecido. Vc já conseguiu resolver?

Avatar
Paulo Vicente Camilo 29 de agosto de 2018

nestes casos o melhor a fazer e consuta um advogado.

Avatar
Kevin 24 de agosto de 2018

O meu está quitado a mais de 10 anos, e ainda consta essa alienação fiduciária, alguém saberia me responder se caso eu vender o carro teria algum problema se passar já pro nome do outro proprietário ? ou se vai dar algum B.O pra mim ou para o futuro comprador ? ouvi dizer que se fizer a transferência o novo documento já vem sem esse tal alienação fiduciária ? alguém saberia me responder por favor ? desde já grato !!!

Avatar
Rodrigo Buosi Monteiro 4 de outubro de 2018

Vc terá que quitar tudo dele, caso tenha alguma divida. Caso contrário, solicite um no CRV no Detran do seu estado, CRV para o seu nome, só depois poderá transferir para outra pessoa, ou vender. Porém, tem caso que dá para transferir para terceiro.
o meu por exemplo é da CREDIFIBRA e está um caos para eu transferir ou baixar este gravame, hoje está na BV pq fiz um refinanciamento, e já solicitei um novo CRV da BV para transferir para terceiro e quando foi para transferir pra 3°, consta desde 2011, restrição cadastrada que é não baixa do gravame pelo Banco CREDIFIBRA que cumpriram com sua obrigação. Assim, já estou com advogado e irei exigir danos morais por isto.

Avatar
Vania 7 de janeiro de 2021

Não tá poblema não .quando vc for vender o detram vai te cobrar um valor pra tira a alienação e no novo documento vem certinho
Eu comprei uma moto tava com alienação na hora q eu tranferi cobrou 235 de mim da alienação e meu novo documento veio sem restrição nenhuma

Avatar
Carlos 6 de agosto de 2018

Como faço para tirar a alienação fiduciaria alguem pode me ajudar

Avatar
Kely 3 de agosto de 2018

Como eu faço para tirar a restrição já quitei meu carro a 2 anos e não consigo tirar isso do documento e ligo para o Detran -rj e eles não sabem informar qual duda devo pagar

Avatar
Márcio de Masculino Santos 26 de junho de 2018

Tem que pagar o duda de baixa de gravame!

Avatar
claudil 11 de junho de 2018

Tem que levar o documento do veículos no Detran e pedir a emissão de um novo crlv sem a alienação.

Avatar
Tiago 5 de junho de 2018

quitei meu carro ja desde 2005 e até hj vem essa palhaçada. e tem de pagar um duda para retirar isso. vc paga para algum (não foi me expressar como gostaria) na hora de mandar imprimir apagar o nome do documento.

Avatar
Maria de Lourdes Oliveira 25 de maio de 2018

Roubo em cima de roubo. As instituições nesse país so sabem taxar o povo. Aff nao aguento mais.

Avatar
Luiz fernand Alves toledo 21 de maio de 2018

Quitei minha divida do carro que comprei , em janeiro deste ano e no documento ainda veio alienação fiduciária pq o que devo fazer obrigado.

Avatar
Daniela 5 de abril de 2018

Um absurdo!!! DETRAN quer é dinheiro!!! Comprei um carro em 2010, a dívida foi quitada em 2015, já fazem 3 anos e a baixa não foi dada!!! Não tem nada de automático nesse sistema!!! Somente cobrança de tarifas em cima de tarifas!!!

Avatar
Alexandre 5 de abril de 2018

Exatamente.

Avatar
Claudinho 5 de abril de 2018

Isso ai e mal mau-caratismo do Detran para te obrigar a pagar por um novo documento.

O certo é o documento vir sem a restrição depois de paga a divida no próximo pagto do IPVA.

Avatar
Francisco Everaldo da Silva 11 de novembro de 2020

Bom dia quitei meu veículo na financeira pois vem na obs alienação fiduciária meu carro tem débitos em atraso e não poso paga agora seu paga só Duda de baixa de gravame eu consigo tira essa restrição

Avatar
Deixe um comentário