Os 10 defeitos mais comuns no ar-condicionado do carro (e como resolver)

Nesse calor, é ruim ficar sem ar-condicionado, né? Confira alguns problemas recorrentes no sistema de climatização dos automóveis e como diagnosticá-los

Não se esqueça do ar condicionado em períodos frios.
Pequenos problemas podem impedir o funcionamento correto do sistema (Foto: Shutterstock)
Por Fernando Miragaya
09 de março de 2022 15:06
Especial para o AutoPapo

Uma das leis de Murphy mais certeiras no âmbito automotivo é o ar-condicionado dar problema justamente no verão. Aquele bafo do capeta na rua e o sistema apresenta mau funcionamento, para desespero do motorista e dos passageiros.

Porém, alguns dos defeitos mais comuns no ar-condicionado do carro têm soluções simples. Veja quais são eles e o que fazer, além de dicas de manutenção regular do sistema de climatização para você não ficar na mão em pleno calorão.

VEJA TAMBÉM:

1. Filtro da cabine

filtro de cabine istock

O ar pode ainda até estar em funcionamento aparentemente normal, mas se ele perdeu eficiência, demora a resfriar o ambiente ou mesmo não gela a cabine como antigamente – e ainda deixa um cheiro de roupa guardada molhada ou mofo -, pode ser um claro sinal de problemas no filtro.

A peça, também conhecida como filtro de cabine, é a responsável por impedir que resíduos, poeira, pólen, mofo e até mesmo pequenos pedaços de folhas cheguem ao sistema de climatização. Desta forma, garante um ar mais limpo no habitáculo.

Cada fabricante estipula um prazo para a troca do filtro do ar, geralmente com intervalos de até 20 mil km. Mas se seu veículo tem mais de três anos e você trafega por áreas muito poluídas ou com estradas de chão, ou mesmo fica um tempão em congestionamentos, vale fazer a substituição a cada 10 mil km ou um ano. – fique atento que muitos carros 0 km não saem de fábrica com o filtro de cabine.

Visualmente, o filtro também dá sinais de que precisa ser trocado. O equipamento costuma estar localizado atrás do porta-luvas ou sob o painel, conforme modelo e marca. Rasgos ou falhas nas palhetas e acúmulo de partículas de sujeira são visíveis e podem obstruir os poros do papel, o que prejudica o processo de climatização.

2. Dutos do ar-condicionado

É importante também verificar as condições dos dutos do ar-condicionado do carro. Excesso de sujeira acumulada nestas vias podem comprometer também o funcionamento do sistema e seu poder de resfriamento da cabine.

“Com os dutos impregnados por sujeiras e bactérias, o ambiente interno do veículo é contaminado e os ocupantes passam a respirar um ar muito poluído. Além disso, o ar-condicionado pode acabar forçando o trabalho do compressor de ar, gerando também aumento do consumo de combustível”, explica Plinio Fazol, gerente de Marketing e Novos Produtos da Tecfil, fabricante de filtros automotivos.

3. Ventoinha do condensador

O acúmulo de impurezas e sujeira também pode afetar o funcionamento do condensador. O equipamento é o responsável por receber o vento e retirar o calor do gás, que é comprimido com o auxílio de um pequeno ventilador, chamado de ventoinha.

Se o condensador está sujo devido a poeiras, folhas ou outras partículas, o fluxo de ar não circula livremente. Isso obstrui o funcionamento da ventoinha e pode impedir ou afetar o resfriamento no interior do carro.

4. Compressor

O compressor é a peça que, basicamente, aquece e refrigera o ar. O equipamento tem a função de comprimir o gás refrigerador e o enviar para o condensador, realizando o arrefecimento e, consequentemente, o resfriamento do ar que será jogado dentro do veículo.

Porém,o compressor precisa estar devidamente lubrificado para funcionar em sua plenitude. Caso contrário, o ar-condicionado não irá gelar a cabine com eficácia. Ou seja, desgaste ou falta de manutenção da peça podem representar um dos defeitos comuns no ar-condicionado do carro.

5. Fusível queimado…

Lembre-se que o compressor pode não estar funcionando por um problema simples. Verifique se o fusível responsável pelo equipamento não está queimado.

Ensinamos como trocar; confira:

6. Vazamento de gás

Ar-condicionado que não gela e sons tipos de assobios que surgem toda a vez que você liga o sistema podem ser ocasionados por vazamento do gás refrigerante, que tem a função de fazer a troca térmica: absorver calor e o liberar para fora do ambiente. Se há vazamento, o calor permanecerá no espaço e retardará o processo de resfriamento..

O vazamento de gás pode ser diagnosticado pelo próprio motorista de forma simples. Faça uma mistura de água e sabão e passe pela tubulação. Em seguida, ligue o ar-condicionado. Se surgirem bolhas, é sinal de que há pontos com falhas de pressão.

Isso pode ser causado por conexões com folgas, o que demanda reparo mais simples. Porém, se houver furos e rachaduras nos dutos por onde circula o gás, é preciso fazer consertos que podem ser solucionados por soldas ou com a troca da tubulação.

7. Cheiro ruim no ar-condicionado

mulher sentindo cheiro cheiro ruim
Como tirar cheiro ruim do carro

Odores desagradáveis vindos do sistema podem não ser necessariamente um dos defeitos mais comuns no ar-condicionado do carro. Uma sugestão é, antes de levar à oficina, ligar o aquecimento do equipamento na temperatura e velocidade máximas por, pelo menos, 10 minutos. Isso pode dar fim ao cheirinho. Essa prática, por sinal, está prevista no manual do proprietário de muitos automóveis.

8. Higienização do ar-condicionado

Além da troca do filtro, é recomendável fazer a higienização do sistema com regularidade. Concessionárias e oficinas especializadas oferecem esse serviço, que tem preços entre R$ 200 e R$ 450 nas principais capitais do país.

Porém, também é possível fazer a higienização do ar-condicionado do carro na sua garagem. Antes de tudo, é necessário comprar um spray antisséptico aerosol específico para ar automotivo – vendido em e-commerce e também em lojas de autopeças, postos de combustível e supermercados.

Ligue o motor do carro e o ar-condicionado no máximo, com temperatura mínima e o modo recirculação ativado e veja se todas as janelas e portas estão bem fechadas. Aponte o bico para dentro da saída de ar e borrife toda a substância contida na embalagem e deixe agir por 10 minutos. A substância vai limpar e descontaminar todos os dutos e passagens do sistema.

9. Para gelar o ar-condicionado mais rápido

O carro ficou sob o sol escaldante e ao abrir a porta você se sentiu em uma panela de pressão? Para o ar gelar o mais rapidamente possível a cabine, antes de mais nada abra todos os vidros por, pelo menos, um minuto – serve para que o ar quente circule um pouco e diminua aquele “bafo” no interior do veículo.

Depois, acione o motor do carro e ligue o ar condicionado com a recirculação ativada e a uma velocidade um nível abaixo da máxima. Rode por alguns metros com as saídas de ar voltadas para cima para liberar as partículas que ficaram presas no sistema e, assim, dispersar mais rapidamente o ar quente.

10. Dicas para fazer o ar funcionar melhor e por mais tempo

  • Mesmo no inverno ou em períodos frios, ligue o ar, pelo menos, uma vez por semana e por cinco minutos
  • Verifique se as borrachas de vedação das janelas estão em bom estado e sem folgas
  • Use pano úmido ou pincel macio para remover a poeira das palhetas das saídas de ar uma vez por semana
  • Não use a recirculação ativada por muito tempo
  • Ao ligar o motor, é recomendável que o ar esteja em off
  • Desligue o ar-condicionado cinco minutos antes de chegar ao seu destino
  • Mantenha a temperatura entre 21º e 23º (em ar automático) ou na metade do indicador de frio do botão de temperatura
  • Faça uma revisão periódica do sistema a cada um ano

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
10 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos Almo 9 de março de 2022

Aproveitando o ensejo.
Uma polêmica das grandes com meu carro e seu ar. Quem puder ajudar agradeço.
Tenho um Tempra HLX 1999 há mais de 15 anos e desde que comprei notei que apesar de refrigerar legal, a ventilação é um lixo!
Já fui a N oficinas e nunca ninguém conseguiu resolver o problema, cada um fala uma estória. Uns dizem que tem, outros que esse carro não tem filtro de ar, e daí não sei dizer se tem ou não; porque na internet há vários anúncios de filtro pra esse carro!
Tive também um Honda City e o dono anterior nunca havia trocado, e eu mesmo troquei porque fica logo abaixo do porta luvas. Já no Tempra ali não tem nada, nem no interior do carro há sinal de compartimento do filtro. Pô! O carro que na época era o topo de linha da Fiat, não ter filtro de ar???? Um HLX????
Alguma alma bendita que siga este blog pode me ajudar?

Avatar
rafaEl 10 de março de 2022

Só fuçando… Passa numa loja de manutenção de ar condicionado e dá uma conversada com o técnico. Nos carros atuais da Fiat, o filtro costuma ficar abaixo do painel, num lugar ruim… Procura entre os pés do motorista e passageiro (pelo lado do passageiro), próximo a parede do motor. Mais ou menos na altura da alavanca de cambio. Muito provavelmente na posição vertical. Deve ter dois parafusos… boa sorte.

Avatar
Carlos Almo 13 de março de 2022

Obrigado pela dica amigo.

Avatar
Rodrigo 12 de março de 2022

Filtro de “cabine” na marea e tempra costumam estar no compartimento do motor, próximo a parede corta fogo que separa a cabine do cofre do motor, costuma ser trabalhoso desmontar e trocar.

Avatar
Carlos Almo 13 de março de 2022

Ja vi esse papo em alguns fóruns.
Obrigado amigo

Avatar
Francisco 12 de março de 2022

Existe modelos de veículos mais antigos que não possuem filtro de ar condicionado. Tive um Santana GLS 1989 que não possuí, inclusive um técnico me falou de outros modelos e marcas que também não possuíam.

Avatar
Luciano gaúcho 12 de março de 2022

Meu conselho para vc e para todos que tem dúvida joga ela no you tube la tem tudo…mas tudo mesmo eu sou muito fã e consegui sanar muitas dúvidas la…boa sorte..

Avatar
Manoel Batista 12 de março de 2022

Boa tarde meu amigo.trabalho com ar condicionado a mais de 30 anos. Tempra não tem filtro de ar condicionado.o que acontece é que com o passar dos tempos o evaporador que é uma peça que é igual a um radiador. Com o tempo ele gela descongela criando água e assim tudo de impureza poeira, cabelo e outros tipos de sugeiras vão fechando as aletas e dificultando a passagem do ar. O problema é que pra chegar até ela pra fazer a limpeza adequada dá muito trabalho e não é qualquer um que encara esse problema . tem que procurar um profissional qualificado pra fazer o serviço pra vc. Vlw boa sorte

Avatar
Carlos Almo 13 de março de 2022

Obrigado pela dica amigo.

Avatar
Ney Verdandi 9 de março de 2022

Gostaria que o canal fizesse um comparativo da capacidade de refrigeração dos veículos mais vendidos em nosso mercado. Utilizar um modelo da VW no nordeste, mesmo com a temperatura no frio máximo, sem instalar um insulfilme acima do permitido, é pedir para ficar assado dentro do carro.

Avatar
Deixe um comentário