Posto aplica golpe da bomba baixa em viatura da PRF e gerente é preso

Policiais da PRF desconfiaram pelo volume registrado na bomba ser superior à capacidade do tanque, declarada no manual do fabricante

viatura prf flagra golpe bomba baixa
Posto aplicou golpe da bomba baixa enquanto abastecia viatura (Foto: PRF | Divulgação)
Por AutoPapo
Publicado em 25/12/2023 às 13h03

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na última quinta-feira (21), um gerente de um posto de combustíveis suspeito de estelionato. A voz de prisão se seu após os policiais verificarem que o estabelecimento abastecia os veículos com uma quantidade menor do que a informada na bomba. O caso aconteceu na Rodovia Niterói-Manilha (BR-101), em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

VEJA TAMBÉM:

O flagrante aconteceu no início da noite, quando agentes da 2ª Delegacia da PRF, de Niterói, levaram a viatura a um posto para completar o tanque. A fraude foi descoberta porque o visor da bomba indicava 81,66 litros de diesel. No entanto, a capacidade máxima do tanque, segundo o manual do proprietário é de 76 litros.

Diante da suspeita, foi solicitado ao frentista que realizasse o teste no balde de aferição de 20 litros, regulamentado e aferido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP). Finalizado o teste, a bomba informava ter dispensado 20 litros no interior do recipiente, contudo, ao verificar a régua de aferição, havia uma quantidade menor do que a informada no visor digital da bomba.

A fraude é conhecida como “bomba baixa”, pois o consumidor paga por uma quantidade de litros, mas o tanque recebe menos combustível. O gerente do estabelecimento comercial foi encaminhado para a delegacia. A ocorrência foi registrada na 73ª DP (Neves).

Golpe da bomba baixa

O golpe da bomba baixa se tornou uma prática corriqueira em postos de combustíveis com comerciantes de má fé. Alguns sistemas já se sofisticaram a ponto de a bomba reduzir envio de volume a partir do vigésimo litro, para não ser detectado no teste do galão de 20 litros do Inmetro. Outra tática destes postos é o controle remoto que ativa e desativa o golpe, para evitar flagrante da fiscalização.

Teste do galão

Muita gente não sabe, mas todo consumidor pode pedir, a qualquer momento, que seja aferido o teste do galão de 20 litros e um funcionário capacitado a realizar o teste durante todo período de funcionamento do posto, conforme determina a ANP. Todo posto é obrigado a ter o recipiente homologado pelo Inmetro. O galão deve conter o nível calibrado e lacrado pelo Inmetro.

Os postos também devem ter as provetas para aferição de densidade, temperatura e percentual de mistura de álcool na gasolina.  Em caso de suspeita, é um direito do consumidor solicitar os testes.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
6 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Paulinho 1 de janeiro de 2024

A pena nestes casos é muito branda como sempre, o ladrão teria que ter a licença e o alvará cancelados e no local deveria ficar proibido a venda de combustíveis por um periodo de 10 anos.

Avatar
Dilton 30 de dezembro de 2023

Já aconteceu comigo esse golpe. Quando falei com o frentista que a bomba estava adulterada, ele falou “pior que rouba mesmo”. E não adianta fazer o teste do galão, porque eles desativam o sistema da fraude e a litragem fica certa, e o consumidor com cara de besta.

Avatar
MAILSON CABRAL 27 de dezembro de 2023

Tem que ser muito doido mesmo para tentar da o golpe justamente na polícia 😂😂

Avatar
Bueno 27 de dezembro de 2023

Salvo engano, carros oficiais n abstecem em quaiquer posto. Se a PRF foi abastecer lá, é pq ja estava desconfiada.

Avatar
Thiago Garcia 28 de dezembro de 2023

Viaturas tem que poder abastecer em qualquer posto, imagina uma ocorrência e você ter que ficar escolhendo posto pra abastecer…
Todas elas tem um cartão de frota, tipo vale alimentação só que para combustível.

Avatar
Ranoel Brandão 27 de dezembro de 2023

Que maravilha saber que esses Petrogolpistas foram apanhados em flagrante pela PRF… Que outros sejam descobertos em breve…

Avatar
Deixe um comentário