Câmbio automático: 7 sintomas de que ele está com problemas

Seu carro automático está estranho? Veja os principais sinais que apontam que a transmissão está com algum defeito no funcionamento

cambio automatico com defeito na oficina
Se não for resolvido a tempo, um pequeno problema na transmissão automática pode virar uma enorme dor de cabeça (Foto: Shutterstocç)
Por Fernando Miragaya
05 de abril de 2022 19:30
Especial para o AutoPapo

Você leu recentemente aqui no AutoPapo algumas manhas para dirigir carro automático sem medo. Apesar de ser um tipo de transmissão moderna e – hoje – bem mais avançada do que há décadas -, não está imune a defeitos. E você pode detectar se o câmbio automático vai dar problema no dia-a-dia ao volante.

Reunimos alguns sinais no desempenho e no comportamento da caixa que podem indicar um possível defeito e necessidade de manutenção, ou mesmo baixo nível do fluido. Confira os principais sintomas de que o câmbio automático vai dar problema.

VEJA TAMBÉM:

1. Trancos no câmbio automático

Câmbio automático dar pequenos trancos é comum, em especial quando se pisa fundo, em retomadas e subidas de serra. Mas se esses solavancos se tornarem frequentes e ocorrerem durante uma aceleração mais calma e linear, e mesmo a velocidades de cruzeiro, é preciso ficar atento.

Isso pode ser problema de baixo nível do fluido de transmissão, ou mesmo de fluido que já está na hora de ser trocado. Veja no manual do veículo os prazos para substituição do óleo e use produtos dentro das especificações do fabricante.

Além disso, os trancos excessivos da caixa automática também podem estar relacionados a problemas em componentes internos dos sistemas de transmissão. Engrenagens, molas e rolamentos desgastados podem provocar esses sintomas de que o câmbio automático vai dar problema.

2. Câmbio patinando

Sabe aquela sensação de que você acelera e o automóvel demora a engrenar, como se a marcha não tivesse sido engatada? Isso não é exclusividade dos modelos com caixa manual. Pior: é um dos típicos sintomas de que o câmbio automático vai dar problema.

Esse comportamento de “patinação” pode ser causado por alguma falha na pressão do óleo da transmissão. Outra razão pode ser algum defeito nas molas da válvula reguladora do sistema.

3. Superaquecimento

Dirigiu por muito tempo e sentiu um cheiro de queimado vindo da parte onde fica a alavanca da transmissão? Pode ser que o conjunto esteja superaquecido. O ideal é parar o automóvel imediatamente e dar um tempo antes de seguir viagem. E levar o veículo o mais rápido possível a uma oficina de confiança.

O problema pode ser motivado por baixo nível de fluido ou mesmo a perda das propriedades originais do óleo da transmissão. Lembre-se que a caixa superaquecida pode até quebrar o conjunto e exigir uma troca do câmbio, o que costuma doer no bolso…

4. Barulhos

Outro provável sintoma de baixo nível de óleo do câmbio. Transmissão automática foi projetada para trabalhar de forma silenciosa. Ruídos que pareçam peças arranhando ou que remetam a algum componente metálico solto enquanto o carro está em movimento podem ser sinal de que algo não vai bem no conjunto.

5. Mudanças bruscas

pessoa opera alavanca e cambio automatico

Reduções abruptas de marcha enquanto se pisa de forma normal e gradual no acelerador também não é algo comum nos câmbios automáticos. Se a transmissão dá a impressão de dar “pulos” e efetua reduções bruscas, leve o veículo o quanto antes à oficina ou ao serviço autorizado.

6. Luz no painel

Sabe aquela luzinha com o símbolo do motor? Se ela acender pode ser indício de problemas no propulsor, mas também indicar sintomas de que o câmbio automático vai dar problema. Direto para o mecânico!

7. Mancha na garagem

Óleo no chão onde o carro estava estacionado não obrigatoriamente vem do motor. Pode ser da caixa. E é possível detectar se a mancha é do fluido da transmissão. A substância tem uma cor diferente meio avermelhada, meio marrom claro.

Se for o caso, o conjunto do câmbio está com vazamentos e é importante levar o carro imediatamente para revisão. Lembre-se de que, além de ter função de arrefecimento – para manter o sistema trabalhando na temperatura correta -, o fluido da transmissão é fundamental para o funcionamento da transmissão.

Freio motor em carro automático? Sim, existe, e você deve usar! Boris Feldman explica

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Y Roberto 8 de abril de 2022

Essa foto da reportagem assusta.
Oficinas de transmissões automáticas precisam ter instalações adequadas, limpas e organizadas.
Nada de peças desmontadas e largadas no chão como da foto.

Avatar
Mauro Alberto 8 de abril de 2022

E em um carro semi automático, como usar freio motor

Avatar
CláudioMedeiros de almeida 6 de abril de 2022

Boa noite tenho uma pagero e quando engato a re ela dá um tranco como se estivesse pulando e coloca na D noto q está começando a fazer o msm sinto q o carro está numa rotação só sem mudar as marchas mim de uma orientação obrigado

Avatar
Aldo soares 6 de abril de 2022

Tenho num Citroen Aircross 2012 começou a ligar a tração sozinho

Avatar
Deixe um comentário