Caminhão-cegonha ‘porta-avião’: conheça a estranha carreta usada na China

Falta de regulamentação na China permitiu por muito tempo o uso de cegonhas com implementos que transportavam até 30 carros

cegonha porta-avião
Imensas e sem nenhuma regulamentação, as cegonha porta-avião era utilizada na China até 2016 (Fotos: Reprodução | Redes Sociais)
Por Érico Pimenta
Publicado em 06/02/2024 às 08h03

A China, é o segundo país mais populoso do mundo, com mais de 1 bilhão de habitantes. E por conta de sua densidade populacional, a demanda por bens de consumo é gigantesca, o que exige soluções inusitadas em logística. Afinal, se cada cidadão comer um ovo por dia, imagine o esforço para distribuir o alimento em todo país? Agora imagine a distribuição de automóveis que são bem maiores e pesados? E se adicionarmos o fato de que em 2022 foram vendidos quase 27 milhões de carros por lá?

VEJA TAMBÉM:

Para dar conta da demanda, muitos transportadores usavam cegonhas no qual o segundo andar era composto por uma fileira dupla de carros, e internamente eram apelidados de “porta-aviões” e poderia carregar de 24 a 30 carros de uma vez só, apenas para comparação, no Brasil uma cegonha carrega de 10 a 11 carros.

Porque a China usava a cegonha porta-avião?

De acordo com a Federação Chinesa de Logística e Compras, cerca de 80% dos automóveis de passageiros são transportados por caminhões na China. E com uma demanda elevada, transportadores buscaram alternativa para tornar o carreto mais eficiente e desenvolveram os implementos capazes de acomodar duas fileiras de carros no deck superior.

cegonha porta aviao china
Cengonha porta-avião transportavam quase o triplo de carros que um modelo convencional

E como não existia uma regulamentação que determinasse as medidas e parâmetros das carretas, fabricantes de implementos construíam os veículos de acordo com o pedido do cliente. E a determinação era: quanto mais carros couberem, melhor.

Essa falta de regulamentação começou a incomodar a autoridade de trânsito chinesa. O governo da China realizou em 2016 algumas alterações no regulamento 1.589, no qual, dispõe sobre dimensões e capacidade de carga dos implementos. Essa atualização do regulamento foi implementada em duas fases, sendo a primeira em setembro de 2016 e a segunda fase em junho de 2018. E ela basicamente proíbe o uso das cegonhas para até 30 carros.

Com as novas regulamentações, foi estipulado duas configurações para o transporte dos carros. A primeira mais comum para nós brasileiro e o implemento cegonha tradicional, esse que pode ter o comprimento máximo de 17.1 metros quando tracionado por um caminhão “cara-chata” ou frontal. Quando é feito por um caminhão bicudo, o limite é aumentado em 1 metro, passando para 18.1 metros.

A segunda configuração, chamada de Eixo-Central, é semelhante à usada nos Estados Unidos e Europa, essas podem ter um limite total de 22 metros.

modelo eixo central
Cegonhas do tipo Eixo Central, comum nos EUA, passaram a ser utilizadas para substituir a porta-avião

Com a vigência dos novos regulamentos, fabricantes de carros e transportadores passaram a realizar mudanças. Na época, transportadoras anunciavam a compra de até 1.100 novas cegonhas já dentro dos novos padrões.

Se estão proibidas, de onde vêm os vídeos?

Inicialmente, a ideia desta coluna surgiu a ver alguns vídeos sobre tais cegonhas, mas em uma pesquisa mais profunda, a maioria dos vídeos são antigos, muitos de 2010 a 2012 no qual são reportados em várias redes sociais, como Instagram, Tiktok e demais.

Outro aspecto é que mesmo com as novas regulamentações, o governo ainda permite “homologar” cegonhas maiores, desde que não tenha um segundo andar para 2 fileiras de carros lado-a-lado, e essas são as cegonhas longas que são vistas uma hora ou outra.

Como um todo, aquelas cegonhas super longas ou com fileira dupla tanto no andar de cima ou no de baixo são proibidas e a China tem um rigoroso controle e emissões de multas. porém, com um mercado cada vez mais crescente é uma demanda cada vez maior, uma ou outra cegonhas dessas ainda rodam por aí, mesmo que seja ilegal.

Newsletter
Receba semanalmente notícias, dicas e conteúdos exclusivos que foram destaque no AutoPapo.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook X X Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário