Carros chiques ou bregas? Veja as melhores e piores tendências

Embora gosto seja pessoal, algumas modinhas no design de carros ganham destaque pelo estilo - ou pela completa falta de noção

Por AutoPapo 09/02/19 às 15h00

Considerando que gosto é pessoal e cada um tem a sua preferência, algumas tendências do design automotivo merecem destaque por definirem o bom gosto – ou o contrário! Conheça exemplos que mostram quais são os carros chiques e quais são os bregas.

Os carros chiques

1. Rodas de liga leve

Embora gosto seja pessoal, algumas modinhas no design merecem destaque: seja o estilo dos carros chiques, ou a completa falta de noção dos carros bregas.
Rodas do Volkswagen Polo Beats. (Volkswagen | Divulgação)

As rodas de liga leve têm se tornado cada vez mais comuns nos carros de passeio. Elas trazem um elemento de estilo para o veículo, e contam com uma grande variedade de formas e acabamentos. Quando combinam com o estilo do carro, são um diferencial discreto que também pode agregar ao valor na hora da revenda.

Adivinha qual é a próxima tendência dos carros chiques? Veja os bregas ao final.

2. Acabamento com materiais nobres

Acabamento interno de um Audi TTS, com bancos de couro e superfícies em aço escovado. (Audi | Divulgação)

Carros chiques também podem contar com materiais nobres em seu acabamento. Eles não apenas conferem valor e beleza, como têm uma função agregada. É o caso dos bancos de couro (legítimo), um revestimento que permite a circulação de ar pela malha, é considerado de grande durabilidade e indicado para pessoas alérgicas, embora exija cuidados. Outros exemplos são o aço escovado, o alumínio, ou a madeira usada em detalhes da cabine de alguns modelos luxuosos.

E o próximo item tem muito a ver com isso…

3. Um design funcional define os carros chiques

Volvo V60 2019: Embora gosto seja pessoal, algumas modinhas no design merecem destaque: seja o estilo dos carros chiques, ou a completa falta de noção dos carros bregas.
A perua Volvo V60 não é dada a extravagâncias, uma característica da marca sueca. (Volvo | Divulgação)

Talvez a maior característica de carros chiques seja uma certa simplicidade das formas. Enquanto o que pode ser considerado brega peca pelo excesso e extravagância, a elegância é mais comedida. Um exemplo é o design da Volvo V60, onde as formas são simples e fluidas, sem recortes excessivos e inúteis. É a ideia de que “a forma segue a função”, como dizia o arquiteto modernista Louis Sullivan.

Mas não são só os carros caros que podem ser chiques…

4. Cores bem coordenadas

Chery Tiggo 7 acertou no acabamento da cabine. (CAOA Chery | Divulgação)

Para provar que os carros chiques nem sempre precisam ser mais caros, o Chery Tiggo 7 pode servir de exemplo para um design bem pensado. Na cabine do SUV, os acabamentos são bem coordenados, com cores que combinam entre si. Isso também é uma forma de simplicidade, e tem um ar mais harmonioso do que uma multiplicidade de tons e texturas.

A seguir, veja os carros bregas!

Os carros bregas

1. Carro com luz neon

Luz neon nos carros: Embora gosto seja pessoal, algumas modinhas no design merecem destaque: seja o estilo dos carros chiques, ou a completa falta de noção dos carros bregas.

Instalar luz neon em carros já foi uma febre das ruas. Hoje, ela parece estar perdendo alguma força, mas talvez seja porque as próprias fabricantes passaram a adotar o mau gosto. Mesmo assim, ainda é comum ver motoristas gastando dinheiro para transformar seu carro em uma mistura de disco voador com discoteca dos anos 80. Quanto às fabricantes, já existem muitas espalhando neon dentro da cabine ou permitindo que o usuário escolha a cor da iluminação interna.

Ainda bem que essa modinha já está passando… mas a próxima ainda pode ser vista nas ruas.

2. Trava de capô

Outra tendência que nunca apareceria nos carros chiques é a das travas de capô. Este acessório é utilizado em algumas categorias de corrida para evitar que a tampa se solte e seja arremessada contra o para-brisas. Mesmo assim, é difícil imaginar um carro com torque suficiente para causar tamanho estrago. Pior ainda se as travas estiverem instaladas em um carro de cidade, feito para parar no semáforo igual todo mundo, e forem apenas decorativas.

A inutilidade também é uma característica do próximo item.

3. Aerofólio acessório

Aerofólio: Embora gosto seja pessoal, algumas modinhas no design merecem destaque: seja o estilo dos carros chiques, ou a completa falta de noção dos carros bregas.

Outra breguice indiscutível entre as tendências da “moda de carro” é o aerofólio falso. Comprado como um acessório, a peça pode ser na cor do veículo ou preta, e existe, até mesmo, sob encomenda, se encaixando à carroceria do veículo. O problema é que o aerofólio não é só um enfeite, mas um recurso que melhora a resposta aerodinâmica de carros em alta velocidade. Colocá-lo como enfeite em um modelo que não precisa dele só pode servir para gerar comentários pouco elogiosos.

E, para fechar a lista, veja uma breguice que até as fabricantes mais respeitadas estão adotando!

4. Carros chiques não devem ter saídas de escapamento falsas

Até o Volkswagen Jetta caiu na moda do escapamento falso. (Foto Alexandre Carneiro | AutoPapo)

O último dos acessórios que nunca estariam nos carros chiques é, infelizmente, um mal disseminado. Tanto que é adotado por diversas fabricantes, não deixando outra escolha ao motorista de bom gosto do que passar vergonha na rua. Ele é a saída de escapamento falsa, também conhecida como um buraco inútil no para-choques. Um exemplo é o novo Volkswagen Jetta. Por maior que seja a sobriedade do design alemão, até ela se rendeu à modinha. Repare, na foto, as duas saídas falsas, retangulares, e, do lado esquerdo, debaixo do “enfeite”, o verdadeiro escapamento aparece.

4 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    José Alexandre Moreira Barbosa 10 de fevereiro de 2019

    Vc falou de legislação. e puder fale sobre a questão dos farois; não é raro eu passar por carros que me cegam. Isso é legal (dentro da lei)??? E outra, ando muito de moto; é legal o veiculo ter piscas (setas) vermelhas? SE for, a pessoa que liberou isso não sabe a diferenca que aquele pedaço de segundo faz em que vc não sabe se é freio ou undicação de conversão. Obrigado.

    • Avatar
      Douglas Guimarães 27 de fevereiro de 2019

      Essa da seta vermelha confunde até motoristas de outros carros. Concordo!

      • Avatar
        Edson 7 de janeiro de 2020

        Em alguns carros antigos tinham começaram a multar quem utilizava, é agora pode usar não faz muito sentido

  • Avatar
    RONALDO CAMPOS GABINA 9 de fevereiro de 2019

    Essa do escape falso é muito ridícula. Tem um SUV da Jac Motors que beira à indigência visual…E esses aerofólios, então…putzzz!

Avatar
Deixe um comentário